Curso: negócios no Médio Oriente

EENI- Escola Superior de Negócios Internacionais

Curso "Comércio exterior e negócios no Médio Oriente" (educação à distância EaD)

O objetivo principal do curso de especialização Negócios no Médio Oriente é oferecer uma visão global sobre a economia dos países muçulmanos e as oportunidades de fazer negócios para desenvolver um plano de negócios para o Médio Oriente.

  1. Aprender a fazer negócios no Médio Oriente (Arábia Saudita, Emirados, Barém, Catar, Omã, Iémen, Jordânia, Kuwait, Líbano, Síria).
  2. Compreender a forma de negociar nestes mercados
  3. Analisar os perfis das mulheres e dos homens de negócio mais importantes no Médio Oriente
  4. Conhecer as oportunidades de negócio nos países da região
  5. Compreender as principais instituições (a Liga Estados árabes, o Conselho de Cooperação do Golfo...)
  6. Analisar o comércio exterior e o investimento (IDE)
  7. Conhecer a importância dos fundos de desenvolvimento árabes
  8. Conhecer os tratados de livre comércio (TLC) que afetam à região
  9. Desenhar um plano de negócios para o Médio Oriente
Negócios no Médio Oriente

Neste curso analisa-se a economia dos países muçulmanos, primeiro se estudarão o papel das principais instituições globais e regionais, assim como os processos de integração.

Solicitar informação do curso Negócios no Médio Oriente.

Materiais de estudo do curso bilíngue em Pt e En Middle East (ou Fr Es Oriente Medio). O aluno tem livre aceso aos materiais nestes idiomas.

  1. Créditos do curso "Negócios no Médio Oriente": 24 ECTS (12 Créditos AC)
  2. Preço total do curso: 944 Euros
  3. Desconto do 20% para os alunos (as) africanos e brasileiros
  4. Duração estimada: cinco meses
  5. Faça o download do conteúdo programático do curso Negócios no Médio Oriente (PDF)

O curso os Negócios no Médio Oriente estuda-se:

  1. Doutoramento Profissional Negócios nos Mercados Muçulmanos (EaD)
  2. Mestrados profissionais: Países Muçulmanos, Países BRICS-MNA, Mercados Fronteiriços, Negócios Internacionais

O curso “Negócios no Médio Oriente” têm os seus exercícios de modo evolutivo, assim ao terminar os exercícios e a ser aprovados o aluno recebe o certificado de conclusão ("Diploma: Fazendo negócios no Médio Oriente"), e mais o estudante que já realizou o curso poderá validá-los e matricular-se no Mestrado / Doutoramento da EENI (Escola Superior de Negócios Internacionais).

Modalidade. O curso se apresenta em formato de educação à distância (EaD).

Público-alvo: todas aquelas pessoas que desejem se especializarem em todos os aspetos relacionados com os negócios nos mercados do Médio Oriente.

EENI em árabe ماجسـتير تنفيذي في التجارة الخارجية ،التسويق الدولي والتدويل

Área de conhecimento: Islão - Cursos Fazendo negócios...

A EENI (Escola Superior de Negócios Internacionais) outorga Mestrado Honoris Causa ao Príncipe Alwaleed Bin Talal
Príncipe Alwaleed Bin Talal EENI

Exemplo do curso - Fazendo negócios no Médio Oriente
Cinco pilares Islão

Conteúdo programático do curso "Negócios no Médio Oriente".

1- Introdução ao espaço económico árabe (1 ECTS) da civilização islâmica.

  1. Introdução ao Islão
  2. Igrejas Católicas Orientais (os Maronitas, os Caldeus)
  3. Introdução ao árabe

2- Conselho de Cooperação do Golfo (CCG) (1,2 ECTS)

3- Países do Conselho de Cooperação do Golfo.

  1. Negócios na Arábia Saudita (3 ECTS)
  2. Negócios no Barém (2 ECTS)
  3. Negócios no Catar (1 ECTS)
  4. Negócios nos Emirados Árabes Unidos (2 ECTS)
  5. Negócios no Kuwait (1 ECTS)
  6. Negócios em Omã (1 ECTS)

4- Outros países árabes da região:

  1. Negócios na Jordânia (1 ECTS)
  2. Negócios no Líbano (2 ECTS)
  3. Negócios na Síria (0,5 ECTS)
  4. Negócios no Iémen (1 ECTS)

5- Empresários e empresárias árabes (1 ECTS):

  1. Príncipe Alwaleed Bin Talal
  2. Nasser Al Kharafi
  3. Jawad Ahmed Bukhamseen
  4. Xeque Mohamed Bin Issa Al Jaber
  5. Xeque Mohammed Hussein Ali Al Amoudi
  6. Mohammed Al Barwani
  7. Sulaiman Al Rajhi
  8. Majid Al Futtaim
  9. Abdul Aziz Ghurair
  10. Yusuf Bin Ahmed Kanoo
  11. Nadhmi Shakir Auchi

A mulher árabe e os negócios. Mulheres árabes famosas.

  1. Sua Excelência Lubna Bint Khalid Al Qasimi
  2. Sua Excelência Reem Ebrahim Al Hashimi
  3. Lubna Olayan
  4. Doutora Shaikha Al Maskari
  5. Amina Al Rustamani
  6. Maha Al Ghunaim
  7. Haifa Al Mansour
  8. Hanan Al Kuwari
  9. Shaikha Al Bahar
  10. Tawakkol Karman (Prémio Nobel)
  11. Doutora Hayat Sindi
  12. Randa Ayoubi
  13. Ayah Bdeir
  14. Nayla Hayek (Ortodoxa)

6- Instituições regionais envolvidas com os países árabes.

  1. Liga dos Estados Árabes (1 ECTS)
  2. Organização para a Cooperação Islâmica (OCI) (2 ECTS)
    1. Centro Islâmico para o Desenvolvimento do Comércio exterior
    2. Comité para a Cooperação Económica e Comercial da OCI (COMCEC)
    3. Câmara de Comércio e Indústria Islâmica (ICCI)
  3. Comissão Económica e Social para a Ásia Ocidental (CESAP) (1 ECTS)
  4. Diálogo Ásia-Médio Oriente (AMED) (0,1 ECTS)
  5. Cooperação África-Países Árabes (0,5 ECTS)
  6. Cúpula América do Sul-Países Árabes (ASPA) (0,5 ECTS)
  7. Associação da Orla do Oceano Índico para a cooperação (IORA) (0,5 ECTS)

7- Acordos de Livre Comércio (TLC) no Médio Oriente.

  1. Sistema de Comércio Preferencial da Organização para a Cooperação Islâmica (TPS-OCI)
  2. Acordos do Conselho de Cooperação do Golfo (GCC) com Índia, Austrália e a União Europeia
  3. Os Estados Unidos têm acordos de livre comércio com Barém, Omã e Jordânia
  4. Acordo de Agadir
  5. A Jordânia tem acordos de livre comércio (TLC) com Canadá, Singapura e é membro do Acordo de Agadir.
  6. Associação Euro-Mediterrânica (EUROMED)

8- Fundos Árabes para o Desenvolvimento (1 ECTS)

  1. Fundo Monetário Árabe
  2. Fundo de Abu Dabi para o Desenvolvimento
  3. Banco Árabe para o Desenvolvimento Económico da África (BADEA)
  4. ...

10- Outras instituições da região (Resumo).

  1. Banco Islâmico de Desenvolvimento
  2. Diálogo de Cooperação da Ásia

11 - Plano de negócios para o Médio Oriente.

NOTA Importante: a região está experimentado profundas mudanças ("A primavera árabe"), muitos países estão mudando rapidamente, algumas para economias mais abertas e outras não (guerra civil na Síria). Isso gera oportunidades, mas também dificuldades à hora de fazer negócios nestes países em transição. Além disso, é difícil refletir estas mudanças sociopolíticas nos conteúdos do curso.

Acesso a mercados:
Acesso a mercados

Alunos EENI no Médio Oriente
Alunos EENI Médio Oriente

Exemplos do curso educação à distância (EaD) "Negócios no Médio Oriente".

Xeque Mohamed Al Amoudi

Cooperação Afro-Árabe

América do Sul-Países Árabes

Banco Árabe África (BADEA)

Conselho Cooperação Golfo

Sulaiman Al-Rajhi

Ásia-Médio Oriente AMED


EENI Escola de Negócios