Escola Negócios EENI Business School
Negócios no Líbano, Beirute



Conteúdo programático da unidade curricular. Comércio exterior e negócios no Líbano - Beirute. A economia libanesa

  1. Introdução à República do Líbano (Médio Oriente)
  2. Fazendo negócios em Beirute
  3. A economia libanesa
  4. As oportunidades de negócios
  5. O comércio exterior (exportações, importações) libanês
  6. O investimento estrangeiro direto (IED) no Líbano
  7. Acesso ao mercado libanês: distribuição, alfândegas...
  8. Casos de estudo:
    1. Ayah Bdeir
    2. Nayla Hayek (Cristão ortodoxa)
  9. Plano de negócios para o Líbano

Os objetivos da unidade curricular «Comércio exterior e negócios no Líbano» são os seguintes:

  1. Analisar a economia e o comércio exterior (exportações, importações, investimentos IED) libanês
  2. Avaliar as oportunidades de negócio no Líbano
  3. Analisar as relações comerciais do Líbano com o país do estudante
  4. Conhecer os acordos de livre-comércio do Líbano
  5. Analisar o perfil de empresas libanesas
  6. Desenvolver um plano de negócios para o mercado libanês
A unidade curricular «Negócios no Líbano» estuda-se nos seguintes programas de ensino superior online ministrados pela EENI Global Business School (Escola de Negócios):
  1. Mestrados: Negócios Internacionais, Comércio Exterior, Países Muçulmanos
  2. Doutoramentos (Doutorados): Negócios Islâmicos, Comércio Mundial
  3. Curso Superior: negócios no Médio Oriente

Línguas de estudo: Ensino superior à distância (Cursos, Mestrados, Doutoramentos) em Português + Mestrado negócios comércio EAD em Espanhol Líbano Estudar mestrado comércio exterior online em Inglês Lebanon Estudar mestrado negócios internacionais em Francês Liban.

Estudantes, Mestrado Negócios Internacionais, Comércio Exterior

  1. Créditos da unidade curricular «Comércio exterior e negócios no Líbano»: 2 ECTS
  2. Duração estimada: 2 semanas

ماجستير في التجارة الخارجية و التسويق الدولي.

Exemplo da unidade curricular - Comércio exterior e negócios no Líbano:

Acordo de Associação União Europeia (Portugal)-Líbano





Tweter.png Tweet 
Envie para um amigo:

/ / Envie-nos um WhatsApp / Contactar Skype / Contato por telefone / Print /
Info EENI Voltar

Descrição da unidade curricular: Comércio exterior e negócios no Líbano.

Acesso preferencial e acordos de livre-comércio do Líbano.

  1. O Líbano e o Espaço Económico árabe
  2. O Líbano tem acordos comerciais com a Associação Europeia de livre-comércio (EFTA), a Turquia, a Síria (1993), o Kuwait (1996), o Egito (1998)
  3. Sistema de Comércio Preferencial da Organização para a Cooperação Islâmica (TPS-OCI)
  4. Acordo de Agadir
  5. Relações Líbano-União Europeia (UE)
    1. Acordo de Associação União Europeia-Líbano
    2. Parceira Euro-Mediterrânica (EUROMED)
    3. Política Europeia de Vizinhança
  6. Grande Área de Livre Comércio Árabe (GAFTA)

Facilitação do comércio exterior

  1. Organização Mundial do Comércio (OMC) (em processo de adesão à OMC)
  2. Organização Mundial das Alfândegas (OMA)
    1. Convenção de Quioto Revisada (CQR)
  3. Oficina Internacional de Contentores e Transporte Intermodal (BIC)
  4. Organização da Aviação Civil Internacional (Convenção de Chicago, OACI)
  5. Organização Marítima Internacional (IMO)
    1. Convenção Internacional relativa à Seguridade dos contentores (CSC)
    2. Convenção relativa à Admissão Temporária (Convenção de Istambul) - Não membro
  6. Convenção relativa ao Transporte Marítimo de Mercadorias (Regras de Hamburgo, NU)
  7. Convenção Aduaneira relativa aos Contentores (CCC, NU)
  8. União Internacional dos Transportes Rodoviários (IRU)
    1. Acondicionamento da Carga nos Transportes Rodoviários
    2. Convenção TIR
  9. Convenção COTIF (Transporte Ferroviário)
  10. Regras contrato de transporte ferroviário de mercadorias (CIM, CIT)

Cooperação África-Países Árabes. Área de comércio preferencial afro-árabe. Angola, Moçambique, Cabo Verde...

Organizações islâmicas

  1. Comissão Económica e Social para a Ásia Ocidental (CESPAO)
  2. Liga dos Estados Árabes (LEA)
  3. Organização para a Cooperação Islâmica (OCI)
    1. Centro de Investigação Económica - Social e de Ensino para os Países Islâmicos
    2. Comité para a Cooperação Económica e Comercial da OCI
    3. Centro Islâmico para o Desenvolvimento do Comércio Exterior
    4. Câmara de Comércio e Indústria Islâmica
  4. Banco Islâmico de Desenvolvimento (BIsD)
  5. Fundos Árabes para o Desenvolvimento
  6. Cooperação África-Países árabes (ASA)
  7. Banco Árabe para o desenvolvimento económico de África (BADEA)
  8. Diálogo Ásia-Médio Oriente (AMED)
  9. Cúpula América do Sul (Brasil)-Países Árabes (ASPA)

Organizações económicas globais

  1. Nações Unidas (NU)
    1. Conferência sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD)
    2. Organização Mundial da Propriedade Intelectual (OMPI)
    3. Centro de Comércio Internacional (INTRACEN)
    4. Comissão para o Direito Comercial Internacional (CNUDCI)
  2. Banco Mundial (BM)
  3. Organização Mundial do Comércio (OMC)
  4. Fundo Monetário Internacional (FMI)

A República libanesa.

  1. A capital do Líbano é Beirute (1,8 milhões de habitantes), é também um importante porto comercial.
  2. Beirute é um centro bancário, comercial e financeiro da região
  3. A Comissão Económica e Social para a Ásia Ocidental têm a sua sede em Beirute.
  4. O Líbano faz fronteira com a Síria e o Israel.
  5. O árabe e o francês são as línguas oficiais no Líbano
  6. A independência do Líbano da França em 1943
  7. Área do Líbano: 10.452 quilómetros quadrados
  8. A moeda do Líbano: a libra libanesa (LBP)

Principal religião: o Islão.

  1. Com quase 4 milhões de habitantes, o Líbano tem uma população 75% muçulmana (maioria sunita) e 25% cristão
  2. A Escola Fiqh (Jurisprudência islâmica): Hanafi
  3. No Líbano existem 1 milhão de Maronitas cristãos
  4. Beirute é dividido em cristãos e muçulmanos

O Líbano pertence ao Espaço Económico árabe da civilização islâmica.

A economia libanesa.

  1. O setor industrial libanês representa 22% do PIB.
  2. O setor de serviços contribuiu um 71% para o PIB libanês
  3. No setor terciário libanês destaca-se pelo seu peso, a contribuição da atividade financeira e comercial
  4. O setor agrícola libanês gera 7% do PIB do Líbano.
  5. Grandes empresas públicas libanesas: Middle East Airlines, o Líbano eletricidade, Companhia de água, Televisão do Líbano, Tobacco Company...

O comércio exterior libanês.

  1. Principais fornecedores do Líbano: os Estados Unidos (11%), a China (9%), a França (8%), a Itália (7%) e Alemanha (6,3%)
  2. As máquinas e o equipamento elétrico representaram 20,8% das exportações do Líbano, seguido das joias (12,9%), dos produtos químicos (10,6%) e dos alimentos (6,7%)
  3. Principais destinos das exportações libanesas: os Emirados Árabes Unidos (EAU), a Suíça, o Iraque, a Síria e a Arábia Saudita.
  4. Os combustíveis minerais representaram (27,0%) das importações libanesas, seguido pelas máquinas (12,2%), os equipamentos de transporte (12,1%) e a industria farmacêutica (4,4%)
  5. É recomendado o uso de um agente de importação, pelo menos na fase de abertura do mercado

Investimento estrangeiro direto (IED) no Líbano.

  1. 70% do investimento estrangeiro no Líbano, vem da Arábia Saudita, 20% dos Emirados Árabes Unidos (EAU), 7% do Catar e 3% do Kuwait.
  2. O setor terciário concentra 80% do investimento estrangeiro
  3. Para incentivar o investimento no Líbano, o governo criou a Autoridade de investimento para o Desenvolvimento do Líbano

Ayah Bdeir (empresária muçulmana) Diretora de LittleBits (Líbano)

Nayla Hayek, empresária árabe ortodoxa libanesa

Carlos Slim (Cristão Maronita)

Carlos Slim, Empresário, Cristão Maronita, Homem mais rico do mundo (México)



(c) EENI Global Business School (Escola de Negócios, 1995-2021)
Devido à pandemia COVID, a EENI implementou o teletrabalho. Favor entrar em contato somente por e-mail, WhatsApp ou pelo formulário de solicitação de informações.
Não usamos cookies.
Voltar ao topo da página