Escola de Negócios EENI Business School

A mulher árabe e os negócios


Compartilhar por Twitter

Conteúdo programático da unidade curricular (UC): a mulher árabe e os negócios. Empresárias e executivas árabes.

Formação online (Curso, Mestrado, Doutoramento: Islão, Ética e Negócios. Espaços Económicos Islâmicos

  1. As mulheres árabes e os negócios;
  2. As mulheres árabes mais poderosas;
  3. Empresárias árabes e executivas;
  4. As prêmio Nobel da Paz, Tawakkol Karman e a cineasta saudita Haifa Al Mansour.

Exemplo:
Tawakkol Karman, Prémio Nobel da Paz iemenita

Estudante Mestrado / Doutoramento em negócios internacionais, Comércio Exterior

A UC «A mulher árabe e os negócios» é estudada nos seguintes programas de ensino superior online ministrados pela EENI Global Business School (Escola de Negócios):

Cursos: Islão, Ética e Negócios, Negócios no Médio Oriente.

Mestrados (MIB): Negócios nos Países Muçulmanos, Negócios Internacionais, Comércio Exterior, Religiões e Negócios.

Mestrados em Comércio Exterior e Negócios Internacionais - Formação online

Doutoramento (Doutorado DIB): Ética, Religiões e Negócios, Negócios Islâmicos, Comércio Mundial.

Doutorados (Doutoramentos) Profissionais em Negócios Internacionais - Formação online

Línguas: Ensino superior à distância (Cursos, Mestrados, Doutoramento) em Português, comércio exterior + Mestrado negócios internacionais comércio exterior EAD em Espanhol Mujer Arabe y Negocios Estudar mestrado negócios internacionais e comércio exterior em Francês Femme arabe et affaires Estudar em Inglês online, curso mestrado doutoramento, comércio exterior, negócios internacionais Arab Woman and Business.

Formação online (Curso, Mestrado, Doutoramento: Negócios no Médio Oriente

Exemplo:
Haifa Al Mansour. Diretora de Cinema saudita (a segunda mulher árabe mais poderosa do mundo, Arábia Saudita)

Formação online (Curso, Mestrado, Doutoramento: Religiões e Negócios Internacionais

A mulher árabe e os negócios. Empresárias e executivas árabes.

Tradicionalmente a mulher árabe não ocupou altos postos diretivos nas grandes empresas, mas desde há vários anos, grandes diretivas e empresárias árabes estão ocupando importantes postos diretivos sobretudo no Médio Oriente (Espaço Económico Árabe da Civilização Islâmica).

A continuação, analisam-se os casos de varias empresárias, executivas e políticas dos países árabes (se não indica-se nada é que são muçulmanas).

  1. Sua Excelência Xequesa Lubna Bint Khalid Al Qasimi (Emirados Árabes Unidos);
  2. Sua Excelência Reem Ebrahim Al Hashimi (Emirados Árabes Unidos);
  3. Amina Al Rustamani (Emirados Árabes Unidos);
  4. Shaikha Al Maskari (Emirados Árabes Unidos);
  5. Lubna Olayan (Arábia Saudita);
  6. Hayat Sindi (Arábia Saudita);
  7. Shaikha Al Bahar (Kuwait);
  8. Maha al Ghunaim (Kuwait);
  9. Hanan Al Kuwari (Catar);
  10. Nayla Hayek (Líbano / Suíça) - Cristão ortodoxa;
  11. Randa Ayoubi (Jordânia);
  12. Ayah Bdeir (Líbano).

Nos Emirados Árabes Unidos dos mulheres são Ministras:

  1. A Sua Excelência Xequesa Lubna Bint Khalid Al Qasimi (Ministra de Cooperação Internacional e desenvolvimento) - Emirados Árabes Unidos é considerada a mulher mais poderosa no mundo árabe, foi a primeira mulher ministra nos Emirados Árabes Unidos (EAU);
  2. A Sua Excelência Reem Ebrahim Al Hashimi - Ministro de Estado, a sua Excelência é também a presidente de «Dubai Cares» e do Conselho de Competitividade dos Emirados;
  3. A senhora Amina Al Rustamani é a CEO de TECOM Investimentos (Emirados), é uma reconhecida esperta em tecnologias sem fios;
  4. A senhora Lubna Olayan (Arábia Saudita) é uma das empresárias mais influentes do mundo e a conselheira delegada da empresa financeira Olayan. É membro dos Conselhos Assessores Internacionais de Rolls-Royce e Citigroup;
  5. A Doutora Hayat Sindi (Arábia Saudita) é uma das principais biotecnologistas do mundo, Embaixadora de Boa Vontade da UNESCO para as Ciências e cofundadora de «Diagnóstico para Todos» e do «i2 Instituto»;
  6. A senhora Shaikha Al Bahar é a Diretora Gerente Adjunta do Banco Nacional do Kuwait. Ela também é na junta diretiva do Banco Internacional do Catar;
  7. A senhora Nayla Hayek (Líbano / Suíça) é a Presidenta do Conselho de Administração do Grupo Swatch (Suíça), de Harry Winston, Inc. E do Grupo Hayek;
  8. A senhora Maha Al Ghunaim é a cofundadora e a presidenta da firma do investimento Global House no Kuwait, uma dos maiores do Médio Oriente.

Além disso, a mulher árabe está pouco a pouco conseguindo aceder a outras esferas da sociedade que até agora estavam reservadas quase exclusivamente para os homens, como por exemplo:

  1. Senhora Tawakkol Karman - Prémio Nobel da Paz (Iémen);
  2. Senhora Haifa Al Mansour - Diretora de Cinema (Arábia Saudita).

Religiões, Ética e negócio.

Exemplo:
Sua Excelência Xequesa Lubna Bint Khalid (a mulher árabe mais poderosa do mundo) Emirados Árabes Unidos


(c) Escola de Negócios EENI Global Business School (1995-2022)
Não usamos cookies
Topo da página