Diálogo de Cooperação da Ásia

EENI- Unviersidade e Escola de Negócios


Início EENI

Conteúdo programático da subunidade curricular - O Diálogo de Cooperação da Ásia (China, Índia, Indonésia).

  1. Introdução ao Diálogo de Cooperação da Ásia (ACD)
  2. Os países-membros
  3. Os objetivos do Diálogo de Cooperação da Ásia (ACD): criar o elo perdido na Ásia através da criação da uma comunidade asiática
  4. Efeitos da recessão global na Ásia
  5. Para uma comunidade asiática
A subunidade curricular «O Diálogo de Cooperação da Ásia (ACD)» estuda-se nos seguintes programas de ensino superior à distância da EENI (Escola de Negócios) e da Universidade HA:
  1. Licenciatura em Comércio Internacional
  2. Mestrados à distância: Negócios Internacionais, Ásia
  3. Doutoramento (Doutorado) Negócios na Ásia

Materiais de estudo em Ensino superior em Português ou Formação superior em Inglês Asia Cooperation Dialogue Educação superior em Espanhol Diálogo de Cooperación de Ásia Cursos à distância EaD em Francês Dialogue de coopération asiatique.

Exemplo da subunidade curricular - O Diálogo de Cooperação da Ásia (ACD):
Diálogo de Cooperação da Ásia (ACD)

Descrição da subunidade curricular: O Diálogo de Cooperação da Ásia:

O Diálogo de Cooperação da Ásia (ACD) inaugurou-se em junho de 2002 em Cha-Am, Tailândia, onde dezoito Ministros de Assuntos Exteriores da Ásia se reunirão pela primeira vez. O Diálogo de Cooperação da Ásia é um Fórum de âmbito continental, o primeiro deste tipo na Ásia.

Mais concretamente, o Diálogo de Cooperação da Ásia tem como objetivo constituir o elo perdido na Ásia através da incorporação de todos os países da Ásia e a fundação da uma Comunidade asiática sem duplicar com outras organizações.

O Diálogo de Cooperação da Ásia ajuda a integrar às organizações de cooperação como a ASEAN, a Associação de Cooperação do Sul da Ásia (SAARC) e o Conselho de Cooperação do Golfo (CCG).

Os membros do Diálogo de Cooperação da Ásia (ACD) são o Barém, o Bangladesh, o Brunei Darussalã, o Butão, o Camboja, a China, a Índia, a Indonésia, o Irão, o Japão, o Cazaquistão, a República da Coreia do Sul, o Kuwait, o Laos, a Malásia, a Mongólia, Mianmar, o Paquistão, as Filipinas, o Omã, o Catar, a Rússia, a Arábia Saudita, Singapura, o Sri Lanka, a Tailândia, os Emirados Árabes e o Vietname.

Nota: o tema «Impacto da recessão global na Ásia» só está disponível em inglês.



(c) EENI- Escola de Negócios & Universidade Hispano-Africana de Negócios Internacionais (1995-2018)