Fundos Árabes para o Desenvolvimento

EENI- Escola Superior de Negócios Internacionais

Conteúdo Conteúdo programático da unidade curricular: O Fundos Árabes para o Desenvolvimento

  1. Introdução à Ajuda Oficial ao Desenvolvimento árabe (AOD)
  2. Banco Árabe para o Desenvolvimento Económico da África (BADEA)
  3. Fundo Árabe para o Desenvolvimento Económico e Social
  4. Fundo Monetário Árabe
  5. Programa de Financiamento do Comércio Árabe (ATFP)
  6. Programa Árabe do Golfo para as Organizações de Desenvolvimento das Nações Unidas (AGFUND)
  7. Banco Islâmico de Desenvolvimento (IsDB)
  8. Fundo OPEP para o Desenvolvimento Internacional (OFID)
  9. Fundo de Abu Dabi para o Desenvolvimento
  10. Fundo Kuwaitiano para o Desenvolvimento Económico Árabe
  11. Fundo Saudita para o Desenvolvimento
  12. Organizações de promoção do comércio árabe

Objetivos da unidade curricular «Fundos Árabes para o desenvolvimento»:

O objetivo principal da unidade curricular «Fundos Árabes para o desenvolvimento» é oferecer uma visão global e prática sobre...

  1. A Ajuda Oficial ao Desenvolvimento Árabe e os maiores doadores árabes
  2. Os principais recetores da Ajuda Oficial ao Desenvolvimento Árabe
  3. As características dos diferentes Fundos Árabes para o desenvolvimento

Créditos

A unidade curricular «Fundos Árabes para o Desenvolvimento» estuda-se:
  1. Mestrados profissionais à distancia: Negócios Internacionais, Países Muçulmanos, África Subsariana
  2. Doutoramentos (EaD): Mercados Islâmicos, África, Ásia

Materiais de estudo em Português + Inglês Arab Funds (Espanhol Fondos Arabes Francês Fonds Arabes).

  1. Créditos da unidade curricular «Fundos Árabes para o Desenvolvimento»: 1 ECTS
  2. Duração estimada: 1 semana

Exemplo da unidade curricular - Fundos Árabes para o Desenvolvimento:

Banco Árabe para o Desenvolvimento Económico da África (BADEA)

Descrição Descrição da unidade curricular (Fundos Árabes para o Desenvolvimento):

Os principais doadores árabes são:

  1. Arábia Saudita
  2. Kuwait
  3. Emirados Árabes Unidos (EAU)

A Ajuda Oficial ao Desenvolvimento árabe representa o 13% da Ajuda oficial ao Desenvolvimento AOD

  1. Média da Assistência oficial para o Desenvolvimento (AOD) de estes três países: 1,5% do seu rendimento nacional bruto combinado (1973–2008)
  2. Média de AOD dos países da OCDE: 0,7%

Os principais recetores da Ajuda Oficial ao Desenvolvimento árabe são países Muçulmanos (civilização islâmica): Afeganistão, a Argélia, o Chade, do Egito, a Guiné, a Indonésia, o Irão, a Jordânia, o Líbano, a Líbia, a Malásia, o Mali, a Mauritânia, o Marrocos, o Níger, o Paquistão, a Palestina, o Senegal, o Sudão, a Somália, a Tunísia, a Turquia, a Costa do Marfim, Iémen, o Barém, o Omã, o Catar, a Síria, a Serra Leoa, o Bangladeche, o Gabão, a Gâmbia, Guiné-Bissau, o Uganda, o Burquina Faso, os Camarões, as Comores, o Iraque, as Maldivas, Jibuti, o Benim, o Brunei Darussalã, a Nigéria, o Azerbaijão, a Albânia, o Quirguistão, o Tajiquistão, o Turquemenistão, Moçambique, o Cazaquistão, o Uzbequistão, o Suriname, o Togo, a Guiana.

Os Fundos Árabes para o Desenvolvimento pertencem à civilização islâmica e a civilização africana.

Exemplos - Fundos Árabes

Fundo Árabe para o Desenvolvimento Económico e Social

Fundo Monetário Árabe

Programa do Golfo árabe para o Desenvolvimento

Fundo Saudita para o Desenvolvimento

Fundo de Abu Dabi para o Desenvolvimento

Programa de Financiamento do Comércio Árabe

برنامج تمويل التجارة العربية

Fundo OPEP para o Desenvolvimento Internacional

Fundo Kuwaitiano para o Desenvolvimento Económico Árabe

Organização para a Cooperação Islâmica (OCI).



Universidade U-EENI