Acordo de Agadir (Mediterrâneo Árabe)

EENI- Escola Superior de Negócios Internacionais

Conteúdo programático da subunidade curricular: Tratado de Livre Comércio (TLC) do Mediterrâneo Árabe (Agadir).

  1. Introdução ao tratado de livre comércio do Mediterrâneo Árabe (Acordo de Agadir)
  2. Países membros: Egito, Marrocos, Tunísia e Jordânia
  3. Unidade técnica de Agadir
  4. Processo de Barcelona
  5. O Acordo de Agadir e o Sistema Pan-euro-mediterrânico de acumulação de origem
  6. Comércio regional nos países da região
  7. Comércio exterior com a União Europeia (UE)
  8. Caso de estudo:
      - Como fazer negócios na Jordânia.
      - O setor automotivo no acordo de Agadir
A subunidade curricular "Tratado de Livre Comércio (TLC) do Mediterrâneo Árabe (Acordo de Agadir) " estuda-se:
  1. Mestrados profissionais à distancia (EaD): Negócios Internacionais, Europa, Países Muçulmanos
  2. Doutoramentos profissionais (EaD): África, Mercados Muçulmanos
  3. Cursos: Negócios no Magrebe, África Oriental, Relações internacionais da África

Idioma de estudo: En Agadir Agreement Fr Agadir Es Agadir.

Exemplo da subunidade curricular - Tratado de Livre Comércio do Mediterrâneo Árabe
Agadir Tratado de Livre Comércio

Descrição da subunidade curricular: (Agadir - Tratado de Livre Comércio do Mediterrâneo Árabe).

O Tratado de Livre Comércio (TLC) do Mediterrâneo Árabe iniciou-se em Agadir (Marrocos) em maio de 2001 por quatro países árabes do Mediterrâneo: Jordânia, Tunísia, Marrocos e Egito. Mediante a Declaração de Agadir, os quatro países expressaram sua intenção de estabelecer uma área de livre comércio entre eles.

Os objetivos do tratado de Livre Comércio do Mediterrâneo Árabe são:

  1. A criação de uma área de livre comércio entre os países membros (Egito, Jordânia, Marrocos, Tunísia).
  2. Impulsionar o comércio exterior entre os quatro países membros, basicamente entre eles e a União Europeia
  3. O desenvolvimento económico e a integração através da aplicação das regras de origem.
  4. A atração de investimento direto estrangeiro (IDE) da União Europeia e internacional na região.

O Acordo de Agadir cria uma área de livre comércio de 120 milhões de consumidores.

O Tratado de Livre Comércio do Mediterrâneo Árabe pertence ao espaço económico magrebino da civilização africana e a civilização Islâmica.

Associação Euro-Mediterrânica.



EENI Escola de Negócios