Acordo de Agadir

EENI- Universidade Hispano-Africana - Escola de Negócios


Início EENI

Conteúdo programático da unidade curricular: o Acordo de Comércio Livre (ACL) do Mediterrâneo Árabe (Agadir).

  1. Introdução ao acordo de comércio livre do Mediterrâneo Árabe (Acordo de Agadir)
  2. Os países-membros: o Egito, o Marrocos, a Tunísia e a Jordânia
  3. A Unidade técnica de Agadir
  4. O Processo de Barcelona
  5. O Acordo de Agadir e o Sistema Pan-euro-mediterrânico de acumulação de origem (Parceira Euro-Mediterrânica)
  6. O comércio regional nos países da região
  7. O comércio exterior com a União Europeia (UE)
  8. Caso de estudo:
    1. Como fazer negócios na Jordânia
    2. O setor automotivo no acordo de Agadir
A unidade curricular «O Acordo de Comércio Livre (ACL) do Mediterrâneo Árabe (Acordo de Agadir)» estuda-se nos seguintes programas de ensino superior (Doutoramentos, Mestrados, Licenciaturas) à distância da EENI (Escola de Negócios) e da Universidade Hispano-Africana de Negócios Internacionais:
  1. Mestrados à distância: Europa, Negócios Internacionais, Comércio Exterior, Países Muçulmanos
  2. Doutoramentos profissionais: África, Mercados Muçulmanos, Europa
  3. Cursos: Magrebe, África Oriental, Relações internacionais da África
  4. Licenciatura em Negócios Interafricanos à distância

Língua de estudo: Educação superior em Inglês Agadir Agreement Cursos à distância EaD em Francês Accord d'Agadir Educação superior em Espanhol Acuerdo de Agadir.

Descrição da unidade curricular: Agadir - Acordo de Comércio Livre do Mediterrâneo Árabe.

O Acordo de Comércio Livre (ACL) do Mediterrâneo Árabe iniciou-se em Agadir (Marrocos) em maio de 2001 pelos quatro países árabes do Mediterrâneo: a Jordânia, a Tunísia, o Marrocos e o Egito.

Através da Declaração de Agadir, os quatro países expressaram sua intenção de estabelecer uma área de livre comércio entre eles.

Os objetivos do acordo de comércio livre do Mediterrâneo Árabe são:

  1. A criação da uma área de livre comércio entre os países-membros (o Egito, a Jordânia, o Marrocos, a Tunísia)
  2. Impulsionar o comércio exterior entre os quatro países-membros, basicamente entre eles e a União Europeia
  3. O desenvolvimento económico e a integração através da aplicação das regras de origem.
  4. A atração do investimento direto estrangeiro (IDE) da União Europeia e internacional na região

O Acordo de Agadir cria uma área de livre comércio de 120 milhões de consumidores.

Curso: Acordo de Associação União Europeia-Jordânia

Curso: Acordo de Associação União Europeia-Egito

Curso: Acordo de Associação União Europeia-Marrocos

Curso: Acordo de Associação União Europeia-Tunísia

Exemplo da unidade curricular - O Acordo de Comércio Livre do Mediterrâneo Árabe
Agadir Acordo de Comércio Livre Mediterrâneo Árabe

O Acordo de Comércio Livre do Mediterrâneo Árabe pertence ao Espaço Económico Magrebino da Civilização Africana e a civilização Islâmica.



(c) EENI- Escola de Negócios & Universidade Hispano-Africana de Negócios Internacionais (1995-2018)