Acordos de comércio livre da Bolívia

EENI- Escola Superior de Negócios Internacionais

Conteúdo programático da subunidade curricular: as relações económicas internacionais e os acordos de comércio livre (ACL) da Bolívia

  1. A Comunidade Andina
  2. A Associação Latino-Americana de Integração (ALADI)
  3. O MERCOSUL (Associado)
  4. A Aliança Bolivariana para os Povos da Nossa América (ALBA)
  5. A União de Nações Sul-Americanas (UNASUL)
  6. O Sistema Económico Latino-Americano (SELA)
  7. Os acordos da Comunidade Andina na América: o MERCOSUL, o Chile, o México, Panamá
  8. Os acordos da Comunidade Andina extra-regionais: a União Europeia (UE), a Índia, a China, a Rússia
A subunidade curricular «Os acordos de comércio livre (ACL) da Bolívia:» estuda-se:
  1. Mestrados à distância: Negócios Internacionais, América
  2. Doutoramento Negócios na América

Língua de estudo: Português ou Inglês Bolivia Espanhol Bolivia Francês Bolivie.

Exemplo da subunidade curricular -As relações económicas internacionais da Bolívia
Acordo Bolivia-MERCOSUL

Comunidade Andina

Acordos de comércio livre da Bolívia como membro da Comunidade Andina:

A Bolívia (Países andinos) tem subscrito um Acordo de Comércio Livre (ACL) com o MERCOSUL, instrumentado e inscrito ante a Associação Latino-Americana de Integração (ALADI) como «Acordo de Alcance Parcial de Complementação Económica número 36-AAP.CE 36». Com a assinatura deste acordo, a Bolívia adquiriu a condição do membro associado ao MERCOSUL, portanto, não «ingressou» como membro pleno.

  1. A Comunidade Andina
  2. Bolívia-MERCOSUL: Protocolo de adesão ao MERCOSUL em 2013
  3. O MERCOSUL (Associado)
  4. Bolívia-Chile
  5. Bolívia-México
  6. Comunidade Andina-China
  7. Bolívia-México
  8. Bolívia-Panamá
  9. Bolívia-Rússia
  10. Bolívia-Índia
  11. União Europeia-Bolívia

As instituições económicas regionais da Bolívia.

  1. A Associação Latino-Americana de Integração (ALADI)
  2. A Aliança Bolivariana para os Povos da Nossa América (ALBA)
  3. A União de Nações Sul-Americanas (UNASUL)
  4. O Sistema Económico Latino-Americano (SELA)
  5. O Sistema de preferências generalizadas (SGP+)
  6. O Fórum de Cooperação América Latina (a Bolívia)-Ásia do Leste
  7. A Cúpula América do Sul (Bolívia)-África
  8. A Cúpula América do Sul (Bolívia) Países árabes
  9. A Comunidade de Estados Latino-americanos e Caribenhos (CELAC)
  10. A Cimeira União Europeia-CELAC
  11. O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID)
  12. A Comissão Económica para a América Latina e o Caribe (CEPAL)
  13. A Organização dos Estados Americanos (OEA)

Acordos Comunidade Andina-MERCOSUL

A Bolívia é membro da Organização Mundial do Comércio (OMC).

Entre outros acordos, o 29 de abril de 2006, a Bolívia ingresso na Aliança Bolivariana para os Povos da Nossa América (ALBA) em ocasião da assinatura do tratado de comércio dos Povos, na Habana, Cuba.

Em 2004, foi criada a COMUNIDADE SUL AMERICANA das Nações participando desta iniciativa os países do MERCOSUL (a Argentina, o Brasil, o Paraguai, o Uruguai), os andinos (a Bolívia, a Colômbia, o Equador, o Peru, a Venezuela), o Chile, a Guiana e o Suriname. Este esquema de integração mudou seu nome a «União de Nações Sul-Americanas» (UNASUL) em 2007.

A Bolívia tem subscrito Acordos do comércio exterior bilaterais com uma quinzena dos países e é beneficiária do Sistema de preferências generalizadas. Ao amparo deste esquema unilateral, a Bolívia recebe tratamento preferencial de diversos países, entre os que destacam pela sua profundidade os Estados Unidos da América e a União Europeia (UE). O resto dos países que concedem SGP ao país: o Canadá, o Japão, a Nova Zelândia, a Noruega, a Rússia, a Turquia e a Suíça.

Fórum FOCALAL América Latina-Ásia

Organização dos Estados Americanos (OEA)

Comércio exterior América do Sul-África

ALADI Associação Latino-Americana de Integração

Universidade U-EENICatalunña es España