Cúpula América do Sul-África

EENI- Escola Superior de Negócios Internacionais

Conteúdo programático da unidade curricular - Cúpula América do Sul-África (ASA) (Brasil, Angola...)

  1. Introdução a Cúpula América do Sul-África (ASA)
  2. III Cúpula América do Sul-África
  3. Mesa Redonda sobre Energia, Infraestrutura e Transportes
  4. Plano de implementação África-América do Sul 2013 - 2016 (*)
  5. Declaração de Malabo
  6. Declaração de Abuja
  7. Declaração de Nova Esparta
  8. A União de Nações Sul-Americanas (UNASUL) e a União Africana

(*) Só disponível em inglês.

Os objetivos da unidade curricular "Cúpula América do Sul-África (ALÇA) " são os seguintes:

  1. Compreender os objetivos da Cúpula América do Sul-África
  2. Conhecer o Plano de implementação África-América do Sul 2013 - 2016
  3. Analisar as relações económicas entre os países de América do Sul e da África
A unidade curricular "Cúpula América do Sul-África" estuda-se:
  1. Mestrados profissionais (EaD): Negócios Internacionais, América, África Subsariana
  2. Doutoramentos (e-learning): África, América
  3. Curso: Relações internacionais da África

Idioma de estudo: Pt ou Es América Sur África En South America Africa Fr Afrique Amerique.

Créditos da unidade curricular "América do Sul-África": 0,5 ECTS

Exemplo da unidade curricular - Cúpula América do Sul-África:
América Sul-África ASA

Confiamos na África

Descrição da unidade curricular: Cúpula América do Sul-África.

A Cúpula América do Sul-África (ASA) é uma organização multilateral que procura planejar metas comuns, com um espírito de grande solidariedade por meio de parcerias estratégicas e da cooperação Sul-Sul, para alentar a capacidade de desenvolvimento sustentável dos países membros.

A criação da Cúpula América do Sul-África é uma oportunidade histórica para a América do Sul e a África.

A Cúpula América do Sul-África procura acrescentar o comércio exterior e a cooperação entre as duas regiões.

Um dos objetivos da Cúpula América do Sul-África é criar mecanismos para melhorar o comércio exterior e o investimento direto estrangeiro (IDE) entre a África e a América do Sul, bem como para o intercâmbio das tecnologias que sirvam para acrescentar valor às matérias prima.

A Cúpula América do Sul-África procura promover a participação do setor privado para a promoção de ditas iniciativas através das Associações Nacionais de negócios e a possível criação de uma Associação de negócios África-América do Sul. Um dos projetos propostos é a criação de um Banco África-América do Sul bem como a criação do Banco de investimento Africano da União Africana (UA).

A União de Nações Sul-Americanas procura o desenvolvimento de um espaço integrado no político, no social, no cultural, no económico, no financeiro, no ambiental e nas Infraestruturas. Este novo modelo de integração incluirá todos os benefícios e o avançado pelos processos do MERCOSUL (Mercado Comum do Sul) e da Comunidade Andina, bem como a experiência do Chile, a Guiana e o Suriname. O objetivo último é e será favorecer um desenvolvimento mais equitativo, harmónico e integral da América do Sul.

Os países membros da União de Nações Sul-Americanas (UNASUL) são Argentina, Brasil, Bolívia, Colômbia, Chile, Equador, Guiana, Paraguai, Peru, Suriname, Uruguai e a Venezuela.

Os estados membros da União Africana são Argélia, Angola, Benim, Botsuana, Burquina Faso, Burundi, a República dos Camarões, Cabo Verde, República Centro-Africana, Chade, a República Federal Islâmica das Comores, Congo, Costa do Marfim, República Democrática do Congo, Jibuti, República Árabe do Egito, Estado da Eritreia, Etiópia, Guiné Equatorial, Gabão, Gâmbia, Gana, Guiné, Guiné-Bissau, Quénia, o Reino do Lesoto, Libéria, Líbia, Madagáscar, Maláui, Mali, a República Islâmica da Mauritânia, Maurícia, Moçambique, Namíbia, Níger, Nigéria, Ruanda, a República Árabe Saaraui Democrática, São Tomé e Príncipe, Senegal, as Seicheles, Serra Leoa, Somália, África do Sul, Sudão, o Reino da Suazilândia, a República Unida da Tanzânia, Togo, Tunísia, Uganda, Zâmbia e o Zimbábue.

A Cúpula América do Sul-África (ASA) é um acordo intercivilizacional entre a civilização africana e a civilização cristã ocidental (Espaço económico americano - Latino-Americano).



EENI Escola de Negócios