Fazendo negócios no Peru Lima

EENI- Escola Superior de Negócios Internacionais

Conteúdo programático da unidade curricular - comércio exterior e negócios no Peru. Economia peruana.

  1. Introdução a República do Peru (Países andinos)
  2. Fazendo negócios no Lima é Arequipa
  3. Perfil económico das regiões peruanas
  4. Economia peruana
  5. Comércio exterior peruano
  6. Investimento direto estrangeiro (IDE) no Peru
  7. Agronegócios no Peru
  8. Oportunidades no setor serviços, tecnologias, infraestrutura, turismo.
  9. Setor têxtil peruano
  10. Casos de estudo:
      - Centros de chamadas no Peru
      - Camposol
      - Creditex.
      - Transporte e a logística no Peru.
      - Eixo Interoceânico Sul
  11. Introdução ao espanhol
  12. Acesso ao mercado peruano
  13. Plano de negócios para o Peru

Objetivos da unidade curricular "Fazendo negócios na República do Peru":

  1. Analisar a economia e o comércio exterior peruano
  2. Avaliar as oportunidades de negócio no Peru
  3. Analisar as relações comerciais do Peru com o país do aluno
  4. Conhecer os tratados de livre comércio (TLC) do Peru
  5. Analisar o perfil de empresas peruanas
  6. Desenvolver um plano de negócios para o mercado peruano
A unidade curricular "Negócios no Peru" estuda-se:
  1. Mestrados profissionais: América, Mercados Fronteiriços, Negócios Internacionais
  2. Doutoramento Profissional Negócios na América (à distancia)

Idioma de estudo: Pt ou Es Perú ou En Peru Fr Perou.

  1. Créditos da unidade curricular "Fazendo negócios no Peru": 3 ECTS
  2. Duração estimada: 3 semanas

Exemplo da unidade curricular - Negócios no Peru
Peru Negócios

Camposol Peru

Descrição da unidade curricular: Fazendo negócios no Peru:

A República do Peru.

O Peru é o terceiro país de maior extensão na América do Sul (1.285.215 quilómetros quadrados), depois do Brasil e da Argentina, situando-se assim entre os mais vinte países extensos do planeta.

  1. A República do Peru tem uma população de 30,8 milhões de pessoas.
  2. Fronteiras do Peru: o Brasil, Bolívia, Chile, a Colômbia e o Equador
  3. A capital peruana: Lima (8,5 milhões de pessoas - Fonte: INEI)
  4. Principais idiomas do Peru: o espanhol é o idioma oficial, enquanto o quéchua e o aimara são co-oficiais.
  5. Superfície: 1.285.216 quilómetros quadrados
  6. Religião no Peru:  cristianismo (31 milhões): Católicos (24 milhões) e protestantismo
  7. O Peru pertence ao espaço económico latino-americano da civilização cristã ocidental
  8. Independência peruana: 1821 (da Espanha)
  9. Abolição da escravatura no Peru: 1854
  10. População afro-americana no Peru: meio milhão de pessoas (2 % da população peruana).
  11. Departamentos do Peru: Amazonas, Ancash, Apurímac, Arequipa, Ayacucho, Cajamarca, Cusco, Huancavelica, Huánuco, Ica, Junín, a Liberdade, Lambayeque, Lima-províncias, Loreto, Mãe de Deus, Moquegua, Pasco, Piura, Puno, São Martín, Tacna, Tumbes e Ucayali) e Callao.

A capital peruana, Lima, tem aproximadamente 8,5 milhões de pessoas, concentra 35% da produção industrial e é o centro financeiro peruano. É a sede das grandes empresas tanto peruanas como multinacionais. Estima-se que Lima representa 53% do PIB do Peru.

Economia peruana:

  1. Lima é o centro económico, de comércio exterior e financeiro do Peru.
  2. Arequipa é a "Cidade com maior crescimento económico na América Latina" (Fonte: América Economia)
  3. O setor do agronegocios peruano (Alimentos e produção agrária) cresceu de forma importante devido ao dinamismo na exportação de produtos agroalimentares nos últimos quatro anos (crescimento anuais de 20%).
  4. O setor das telecomunicações peruano é um do mais rápido crescimento económico no Peru.
  5. A República do Peru tem uma das taxas de penetração de Internet mais altas na América Latina.
  6. O Peru orienta-se a cada vez mais para a região da Ásia-Pacífico (APEC e TPP)
  7. A moeda peruana é o Novo Sol (PEN)

Peru Brasil Bolivia

O setor serviços há experimentado um alto crescimento no Peru: a distribuição (o comércio, os transportes e as comunicações, os serviços de produção -assessoria, os serviços legais, os bancos e finanças, os serviços sociais (saúde e educação), e os serviços pessoais (hotéis e catering).

O setor telecomunicações, é um dos mais dinâmicos no Peru, concentra a dois grandes operadores de telefonia fixa e três de telefonia celular. Além disso, o Peru tem uma das mais altas taxas de penetração da Internet na América Latina.

Os serviços de software aumentaram sua produtividade, existem pelo menos 300 empresas formais e a taxa média de crescimento anual neste rubro é de 40%, alcançando exportações por 23 milhões de dólares. Tem como principais empresas no rubro a COM S. A. E GMD S. A., que tem o 23 e 20% da participação do mercado. Além disso, existe um grande interesse de investidores estrangeiros em estabelecer-se no Peru, pela disponibilidade e custos de mão-de-obra.

O desenvolvimento de Centros de chamadas no Peru foi progredindo, estimava-se quase 4.000 posições de atenção, hoje em dia estima-se que esta cifra se aumentou a 20.000 que gerariam até 50 mil postos de trabalho.

Comércio exterior peruano.

O setor Agronegócios (alimentos e produção agrária) se viu impulsionado pelo dinamismo que tido a agro- exportação nos últimos quatro anos, conseguindo taxas de crescimento anuais de 20% e com uma projeção sustentável no médio prazo.

O Peru se projeta como o novo líder regional de produção de alimentos de alto preço, depois de ter aumentado em menos de quatro anos suas exportações, devido basicamente às exportações de alto valor acrescentado na sua maioria frutas e vegetais e sustentadas pelos investimentos executados em exercícios anteriores.

O Peru é o principal país exportador de aspargo fresco.

O Peru tornou-se em um grande abastecedor de produtos agrícolas de qualidade para a Europa, a América e a Ásia.

  1. Primeiro exportador mundial em aspargos e segundo exportador de paprica
  2. Primeiro em produtividade em cana-de-açúcar e terceiro em aspargos a nível mundial, bem como em azeitonas e em alcachofras.

CAMPOSOL é o maior exportador de aspargos do mundo. A companhia possui todos os campos nos que se semeia e cultiva, tendo o controlo total das fases de crescimento, cultivo e embalagem dos seus produtos finais.

Tratados de livre comércio (TLC) do Peru:

  1. Comunidade Andina
  2. Cooperação Económica Ásia-Pacífico (APEC)
  3. Acordo Estratégico Transpacífico de Associação Económica (TPP)
  4. Tratado de Livre Comércio (TLC) Associação Europeia de Livre Comércio-Peru
  5. Acordo Peru-MERCOSUL
  6. Aliança do Pacífico
  7. Acordo Comunidade Andina-MERCOSUL
  8. União Europeia-CAN - Sistema Generalizado de Preferências (SGP+)
  9. Associação Latino-Americana de Integração (ALADI)
  10. União de Nações Sul-Americanas (UNASUL)

ALADI Associação Latino-Americana de Integração

Comunidade Andina

Peru-Estados Unidos Acordo:
Peru-Estados Unidos Acordo

Creditex é o resultado da fusão e consolidação de quatro empresas têxteis peruanas, adquiridas pela Corporação Cervesur. Creditex é a empresa têxtil com maior integração vertical no país e oferece a seus clientes produtos "full package" garantindo desde o desmotado do algodão até a confeção de prenda-as que comercializa no exterior baixo marcas de prestígio internacional.

Negócios em Lima Peru:
Negócios Lima Peru



EENI Escola de Negócios