Escuela de Negocios EENI Business School
Preferências Comerciais - Países em Desenvolvimento (SGPC)

Conteúdo programático da unidade curricular (UC): Sistema Global de Preferências Comerciais entre os Países em Desenvolvimento (SGPC)

  1. Introdução ao Sistema Global de Preferências Comerciais entre os Países em Desenvolvimento (SGPC)
  2. Tarifas preferenciais sob o SGPC
  3. Protocolo da Rodada de São Paulo (SRP) - não está em vigor
A UC «Sistema Global de Preferências Comerciais entre os Países em Desenvolvimento (SGPC)» é estudada nos seguintes programas de ensino superior online ministrados pela EENI Global Business School (Escola de Negócios):
  1. Cursos: Técnicas de exportação, Assistente de Comércio Exterior
  2. Curso Superior: Comércio Exterior
  3. Mestrados: Negócios Internacionais, Comércio Exterior, Back Office Exportação
  4. Doutoramento (Doutorado): Comércio Mundial

Estudante Mestrado e Doutoramento Online em negócios internacionais

Línguas: Cursos e Mestrados à distância em Português + Mestrado negócios comércio exterior EAD em Espanhol Sistema Global de Preferencias Comerciales entre Países en Desarrollo (SGPC) Mestrados e Doutoramentos Negócios em Inglês Global System of Trade Preferences among Developing Countries (GSTP) Mestrado comércio exterior em Francês Système global de préférences commerciales entre pays en développement (SGPC).

Área de conhecimento: comércio exterior.





Tweter.png Tweet 
Envie para um amigo:

/ / Envie-nos um WhatsApp / contatar Skype / Contato por telefone / Print /
Info EENI Voltar

Descrição - Sistema Global de Preferências Comerciais entre os Países em Desenvolvimento (SGPC)

O objetivo do Sistema Global de Preferências Comerciais entre os Países em Desenvolvimento (SGPC) é promover o comércio exterior e o crescimento económico entre 42 países em desenvolvimento, incluindo 7 países menos desenvolvidos (LDCs). Atualmente, o SPGC cobre apenas tarifas preferenciais. Na prática, poucas concessões foram implementadas sob o GSTP. As exportações Sul-Sul cresceram 12% ao ano entre 1995 e 2017.

O Sistema Global de Preferências Comerciais entre os Países em Desenvolvimento (SGPC) foi criado em 1989 pelo G-77 como uma plataforma para colaboração Sul-Sul. O SGPC é administrado pela Conferência sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD).

Os países membros do GSTP são: Argélia, Argentina, Bangladeche, Benim, Bolívia, Brasil, Camarões, Chile, Cuba, Coreia do Norte, Coreia do Sul, Equador, Egito, Filipinas, Gana, Guiné, Guiana, Índia, Indonésia, Irão, Iraque, Líbia, Malásia, México, Marrocos, Moçambique, Mianmar, Nicarágua, Nigéria, Paquistão, Peru, Singapura, Sri Lanka, Sudão, Tailândia, Trindade e Tobago, Tunísia, Tanzânia, Venezuela, Vietname, Zimbábue e o MERCOSUL.

Burquina Faso, Burúndi, Haiti, Madagáscar, Mauritânia, Ruanda, Suriname, Uganda e Uruguai solicitaram acesso ao Sistema Global de Preferências Comerciais entre os Países em Desenvolvimento (GSTP).

O Sistema Global de Preferências Comerciais entre os Países em Desenvolvimento (GSTP) cobre:

  1. Medidas preferenciais, regras de origem e reduções tarifárias a favor dos Países Menos Desenvolvidos (PMDs) do GSTP: Bangladesh, Benin, Guiné, Moçambique, Mianmar, Sudão e Tanzânia.
  2. Tarifas preferenciais
  3. Medidas não-tarifárias
  4. Medidas comerciais diretas

No GSTP não há obrigação de conceder concessões recíprocas.

Em dezembro de 2010, foi realizada a Terceira Rodada de Negociações Comerciais do SGOC (Rodada de São Paulo), que até hoje não entrou em vigor, com o objetivo de ampliar e aprofundar as concessões tarifárias. Foi aprovado o Protocolo da Rodada de São Paulo (SRP) assinado pela Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai (formando o MERCOSUL), República da Coréia, Índia, Indonésia, Malásia, Egito, Marrocos e Cuba.



(c) EENI Global Business School (Escola de Negócios, 1995-2021)
Devido à pandemia COVID, a EENI implementou o teletrabalho. Favor entrar em contato somente por e-mail, WhatsApp ou pelo formulário de solicitação de informações.
Não usamos cookies.
Voltar ao topo da página