China-Comunidade Andina

EENI- Unviersidade e Escola de Negócios


Início EENI

Conteúdo programático da subunidade curricular - A China e a Comunidade Andina

  1. O comércio exterior China-Comunidade Andina
  2. As relações comerciais Comunidade Andina-China
A subunidade curricular «China-Comunidade Andina» estuda-se nos seguintes programas de ensino superior à distância da EENI (Escola de Negócios) e da Universidade Hispano-Africana de Negócios Internacionais:
  1. Mestrados profissionais (EaD): América, Mercados Fronteiriços, Relações Económicas, Negócios Internacionais, Ásia, Países BRICS
  2. Doutoramentos profissionais à distância: Ásia, América
  3. Cursos: Países andinos, China

Língua de estudo: Ensino superior em Português + Educação superior em Espanhol Comunidad Andina-China Cursos à distância EaD em Francês Communauté Andine Formação superior em Inglês Andean Community.

Descrição da subunidade curricular: China-Comunidade Andina.

Em 2000, a Comunidade Andina e a China subscreveram o Acordo para o Estabelecimento de um Mecanismo de Consulta Política e de Cooperação com o objetivo de reforçar os laços de cooperação, empresarial e tecnológico e o diálogo nos campos multilaterais internacionais.

Em 2004, celebrou-se a II Reunião de Consulta entre a República Popular China e a Comunidade Andina.

O principal exportador andino para a China é o Peru (membros da Cooperação Económica Ásia-Pacífico).

As exportações deste país para a China atingiram 4.000 milhões de dólares, quantidade que representou 78% das exportações andinas para dito país. Segue-lhe a Colômbia, a Bolívia e o Equador com 18, 2 e 2% respetivamente

O comércio internacional entre a Comunidade Andina (a Bolívia, a Colômbia, o Equador e Peru) e a China atingiu 14.284 milhões de dólares, que representa uma redução do 11% com respeito ao comércio exterior do ano anterior (16.048 milhões de dólares).

Exemplo da subunidade curricular - China-Comunidade Andina:
Comércio Exterior China-Comunidade Andina



(c) EENI- Escola de Negócios & Universidade Hispano-Africana de Negócios Internacionais (1995-2018)