Acordos Comunidade Andina-MERCOSUL

EENI- Escola Superior de Negócios Internacionais

Conteúdo Conteúdo programático da subunidade curricular - Os acordos Comunidade Andina-MERCOSUL.

  1. O comércio exterior de bens entre a Comunidade Andina e o MERCOSUL
  2. O comércio dos países da Comunidade Andina com o Brasil, a Argentina, o Uruguai e o Paraguai
  3. O comércio Comunidade Andina-Chile
  4. Acordo MERCOSUL-Comunidade Andina
  5. Os acordos de complementação económica
    1. MERCOSUL-Comunidade Andina-Colômbia e o Equador
    2. MERCOSUL-Peru
    3. MERCOSUL-Bolívia

Créditos

A subunidade curricular «Os Acordos Comunidade Andina-MERCOSUL» estuda-se:
  1. Doutoramento Negócios na América (EaD)
  2. Mestrados profissionais: América, Países BRICS, Mercados Fronteiriços, Relações Económicas, Negócios Internacionais, Países CPLP
  3. Cursos: América do Sul, Países andinos

Idioma de estudo: Português ou Espanhol CAN MERCOSUL Inglês MERCOSUL CAN Francês MERCOSUR.

Mestrado em Comércio Exterior Brasil

Acordos de comércio livre (ACL) do MERCOSUL

Acordos MERCOSUL-Comunidade Andina

Descrição Descrição da subunidade curricular - comércio exterior entre a Comunidade Andina e o MERCOSUL:

O comércio exterior entre a Comunidade Andina (a Bolívia, a Colômbia, o Equador e o Peru) e o Brasil atingiu 11.263 milhões de dólares, o que representa um aumento do 27% com respeito ao comércio exterior do ano anterior (8.906 milhões de dólares).

  1. As importações da Comunidade Andina originárias do Brasil, atingiram 6.651 milhões de dólares
  2. Durante os últimos dez anos as importações andinas cresceram com uma taxa acumulada média anual de 22%.
  3. O Peru é o país andino que regista o maior nível das importações originárias do Brasil
  4. As compras deste país totalizaram 2.521 milhões de dólares, que representam 38% das importações andinas desde o mercado do Brasil. Segue-lhe a Colômbia com 34%, a Bolívia e o Equador com 14%
  5. O comércio exterior entre a Comunidade Andina e o MERCOSUL atingiu 16.430 milhões de dólares, que representa um aumento do 27% com respeito ao comércio exterior do ano anterior (12.923 milhões de dólares)
  6. As exportações andinas para o MERCOSUL totalizaram 5.586 milhões de dólares, cifra superior em um 41% da registada no ano anterior
  7. Durante os últimos dez anos as exportações andinas cresceram com uma taxa acumulada média anual de 25%
  8. O principal exportador andino para o MERCOSUL é a Bolívia. As exportações deste país para o MERCOSUL atingiram 3.573 milhões de dólares, quantidade que representou o 64% das exportações andinas para dito bloco de integração regional. Segue-lhe o Peru, a Colômbia e finalmente o Equador com 19, 14 e 3% respetivamente
  9. As negociações entre a Comunidade Andina e o MERCOSUL tiveram início em 1995. A entrada em vigor do acordo de Complementação Económica (ACE-59), em fevereiro de 2005, constituiu um passo histórico e significativo para a conformação da Comunidade Sul-Americana das Nações

Todos os países da Comunidade Andina têm a condição do Estados Associados ao MERCOSUL.

Todos os estados membros do MERCOSUL gozam de igual condição na Comunidade Andina.

O MERCOSUL: a Argentina, o Brasil, o Paraguai, o Uruguai, a Venezuela.

Exemplo da subunidade curricular - Comunidade Andina-MERCOSUL:
Acordos Comunidade Andina-MERCOSUL



Universidade U-EENI