Aliança Bolivariana América (ALBA)

EENI- Escola Superior de Negócios Internacionais

Conteúdo programático - A Aliança Bolivariana para os Povos da Nossa América (ALBA).

  1. Introdução à Aliança Bolivariana para os Povos da Nossa América (ALBA)
  2. Os tratados de comércio dos povos
  3. Os projetos grande-nacionais
  4. Petro- Caribe
  5. O Banco da Aliança Bolivariana (ALBA)
  6. O Sistema Unitário de Compensação Regional de Pagamentos (SUCRE)

Os objetivos da unidade curricular a «A Aliança Bolivariana para os Povos da Nossa América (ALBA)» são os seguintes:

  1. Compreender os objetivos e as funções da Aliança Bolivariana para os Povos da Nossa América (ALBA)
  2. Analisar o processo de integração económica e as relações comerciais entre os países da ALBA
  3. Conhecer os tratados comerciais dos povos e o Sistema Unitário de Compensação Regional de Pagamentos (SUCRE)
  4. Avaliar o papel do Banco da ALBA
A unidade curricular «A Aliança Bolivariana para os Povos da Nossa América» estuda-se:
  1. Mestrados profissionais à distância: América, Mercados Fronteiriços, Relações Económicas, Negócios Internacionais
  2. Doutoramento Negócios na América

Língua de estudo: Português ou Espanhol Alianza Bolivariana Inglês ALBA Francês ALBA.

Créditos da unidade curricular «ALBA»: 0,3 ECTS

Exemplo da unidade curricular - Aliança Bolivariana para os Povos da Nossa América (ALBA)
Aliança Bolivariana para os Povos de Nossa América (ALBA)

Descrição da unidade curricular: a Aliança Bolivariana para os Povos da Nossa América (ALBA):

A ALBA (Aliança Bolivariana para os Povos da Nossa América) é o «espaço de encontro dos povos e dos governos que entendem que à América Latina e o Caribe conforma uma Grande Nação, que os seus países devem unir-se para enfrentar-se conjuntamente aos desafios do presente e do futuro». Igualmente a ALBA conhece-se como o Tratado de Comércio dos Povos.

A Aliança Bolivariana para os Povos da nossa América (ALBA) tem uma estrutura orgânica.

A máxima autoridade é o Conselho de presidentes da ALBA- Tratado de comércio dos Povos.

Os países-membros da Aliança Bolivariana para os Povos da Nossa América (ALBA) são a República Bolivariana da Venezuela, a República de Cuba, a República da Bolívia, a República da Nicarágua, a Dominica, a República de Honduras, a República do Equador, São Vicente e as Granadinas e Antiga e Barbuda.

Os países da Aliança Bolivariana para os Povos da Nossa América (ALBA) representam uma população de 74 milhões de pessoas, uma área de 2.625.829 quilómetros quadrados e um produto interno bruto (Paridade de Poder Aquisitivo) de 669.906 bilhões de dólares.

Os acordos de comércio dos povos, são acordos de intercâmbio de produtos de exportação e serviços para satisfazer as necessidades dos povos.

O conceito de companhias grande nacionais na ALBA surge em oposição ao das companhias transnacionais, portanto, a sua dinâmica económica vai ser orientada para privilegiar a produção de produtos de exportação e dos serviços para a satisfação das necessidades humanas.

Os Projetos grande nacionais da Aliança Bolivariana (ALBA) estão em diferentes períodos de amadurecimento. Alguns com importantes avanços, como o Banco da Aliança Bolivariana (ALBA), o Alba Cultural, Albamed, entre outros.

O PetroCaribe é um Acordo de Cooperação Energética proposto pelo Governo Bolivariano da Venezuela, com o fim de resolver as assimetrias no acesso aos recursos energéticos.

O SUCRE é o primeiro passo para a moeda comum dos países da Aliança Bolivariana para os Povos da Nossa América (ALBA).

Devido à complexidade da tarefa, a Aliança Bolivariana começou a partir da construção da uma Área Monetária que inclua inicialmente aos países-membros da ALBA (a Dominica participaria em qualidade da observadora), através o estabelecimento da Unidade de Conta Comum, o SUCRE (Sistema Unitário de Compensação Regional) e da uma Câmara de Compensação de Pagamentos.

A Aliança Bolivariana para os Povos da Nossa América (ALBA) é uma organização pertencente à Civilização Cristã Ocidental (Espaço Económico americano - Latino-Americano).

Sucre ALBA Pagamentos



Universidade U-EENIPaz, Não Terrorismo