Escola de Negócios EENI Business School

Espaço Económico Magrebino



Compartilhar por Twitter

Conteúdo programático da unidade curricular (UC): Espaço Económico Magrebino.

  1. Introdução ao Espaço Económico Magrebino como parte da Civilização Islâmica e da Civilização Africana;
  2. O Islão no Espaço Económico Magrebino;
  3. O perfil económico dos países magrebinos (Marrocos, Mauritânia, Argélia, Tunísia, Líbia);
  4. Mulheres e homens de negócios do Espaço Económico Magrebino;
  5. A logística no Magrebe;
  6. As interações do Espaço Económico Magrebino com os outros espaços económicos africanos (África Ocidental, África Central, África Austral e África Oriental);
  7. As interações do Espaço Económico Magrebino com os espaços económicos das outras civilizações;
  8. As instituições económicas relacionadas ao Espaço Económico Magrebino.

Os objetivos da UC «Espaço Económico Magrebino»:

  1. Definir as características económicas do Espaço Económico Magrebino;
  2. Compreender a influência do Islão no Espaço Económico Magrebino;
  3. Conhecer o perfil económico dos países do Magrebe;
  4. Compreender os processos de integração económica no Espaço Económico Magrebino;
  5. Analisar os perfis dos principais homens de negócios;
  6. Conhecer as relações económicas com os outros espaços económicos das diferentes civilizações;
  7. Analisar as principais organizações económicas relacionadas ao Espaço Económico Magrebino.

Exemplo:
União do Magrebe Árabe (UMA): a Argélia, a Líbia, o Marrocos, a Mauritânia e a Tunísia

Formação online (Curso, Mestrado, Doutoramento: Negócios no Magrebe

Estudante Mestrado e Doutoramento Online em negócios internacionais

A UC «Espaço Económico Magrebino» é estudada nos seguintes programas de ensino superior online ministrados pela EENI Global Business School (Escola de Negócios):

Curso: Islão, Ética e Negócios.

Doutoramento (Doutorado DIB): Ética, Religiões e Negócios, Negócios Islâmicos, Negócios Africanos, Comércio Mundial.

Doutorados (Doutoramentos) Profissionais em Negócios Internacionais - Formação online

Mestrados (MIB): Negócios Internacionais, Comércio Exterior, Religiões e Negócios.

Mestrados em Comércio Exterior e Negócios Internacionais - Formação online

Línguas: Ensino superior à distância (Cursos, Mestrados, Doutoramento) em Português, comércio exterior ou Estudar em Inglês online, curso mestrado doutoramento, comércio exterior, negócios internacionais Maghrebian Economic Area Estudar mestrado negócios internacionais e comércio exterior em Francês Espace économique maghrébin Mestrado negócios internacionais comércio exterior EAD em Espanhol Espacio Económico Magrebí.

  1. Créditos da UC «Espaço Económico Magrebino»: 1 ECTS;
  2. Duração: 1 semana.

Curso Mestrado: Comércio Exterior e negócios no Magrebe (Marrocos, Argélia, Tunísia...)

Formação online (Curso, Mestrado, Doutoramento: Islão, Ética e Negócios. Espaços Económicos Islâmicos

Espaço Económico Magrebino.

O Espaço Económico Magrebino é formado pelos cinco países da União do Magrebe Árabe:

  1. Marrocos;
  2. Mauritânia;
  3. Argélia;
  4. Tunísia;
  5. Líbia;
  6. Além do Saara Ocidental.

O Islão sunita (Maliki) é a religião principal do Espaço Económico Magrebino.

Culturalmente poderíamos considerar ao norte de África como parte da Civilização Islâmica (Sunita), mas desde o ponto de vista de integração económica também da Civilização Africana.

  1. O árabe e o francês são as línguas mais usados no Magrebe;
  2. O tamazight é a língua dos berberes;
  3. 87 milhões de habitantes vivem no Magrebe;
  4. O país mais povoado é a Argélia (40 milhões de habitantes) seguido pelo Marrocos (33);
  5. A maior economia (em términos do PIB) é a Argélia, seguida pelo Marrocos e pela Tunísia;
  6. Todos os países do Magrebe foram ex-colónias de potências europeias (a França, a Espanha e a Itália);
  7. Consideráveis efeitos da primavera árabe;
  8. Instabilidade absoluta na Líbia;
  9. A influência do Saara é muito importante no Magrebe;
  10. Importante diáspora magrebina na França e na Espanha;
  11. Hichem Djaït é um importante historiador muçulmano tunisiano.

Dez principais cidades magrebinas são (dados em milhões de habitantes).

  1. Casablanca (3,3);
  2. Argel (2,3);
  3. Fes (1,1);
  4. Nuaquechote (0,9);
  5. Tânger (0,9);
  6. Trípoli (0,9);
  7. Marraquexe (0,9);
  8. Salé (0,8);
  9. Oran (0,8);
  10. A Tunísia (0,6).

Os principais portos magrebinos são o Porto de Casablanca, o Porto de Argel e o Porto da Goulette.

Quatro corredores Transaarianos que atravessam o Magrebe: a Rodovia Transafricana Argel-Lagos, o Corredor Dacar-Lagos, a Rodovia Transafricana Trípoli-Windhoek, o Corredor Cairo-Dacar (Mauritânia).

Os principais homens de negócios do Espaço Económico Magrebino são: Othman Benjelloun, Anas Sefrioui, Maomé Hassan Bensalah, Ali Haddad, Issad Rebrab, Aziz Akhannouch, Miloud Chaabi, Maomé Ali Harrath.

O principal projeto de integração magrebino é a União do Magrebe Árabe (UMA).

  1. A Mauritânia e a Tunísia têm um acordo comercial.

Formação online (Curso, Mestrado, Doutoramento: Integração regional africana

Principais acordos de integração económica e os acordos de livre-comércio com os outros espaços económicos.

Formação online (Curso, Mestrado, Doutoramento): Acesso preferencial / Acordos comerciais

  1. A Comunidade dos Estados do Sahel-Saara (CEN-SAD) (o Marrocos, a Mauritânia e a Tunísia);
  2. O Marrocos e a Tunísia pertencem ao Acordo de Livre-Comércio (ALC) do Mediterrâneo árabe (Agadir);
  3. O Sistema de Comércio Preferencial Islâmico (OCI-TPS);
  4. O Acordo Estados Unidos-Marrocos;
  5. O Marrocos e a Tunísia têm um Acordo de Livre-Comércio com a Turquia;
  6. A Jordânia tem um Acordo de Livre-Comércio com a Argélia, a Líbia e a Tunísia;
  7. O Irão tem um Acordo de Livre-Comércio (ALC) com a Argélia;
  8. A Mauritânia tem um acordo com a Comunidade económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO);
  9. A Líbia é membro do Mercado Comum do Leste e Sul de África (COMESA), do Acordo Tripartido COMESA-EAC-SADC e do Acordo COMESA-Estados Unidos;
  10. A União Europeia e o Magrebe
    1. A Associação Euro-Mediterrânica (EUROMED) (a Argélia, o Marrocos, a Tunísia, a Mauritânia);
    2. A Política Europeia de Vizinhança (a Argélia, a Líbia, o Marrocos e Tunísia);
    3. Acordo de Associação Argélia-União Europeia;
    4. A Mauritânia é beneficiária do Parceria estratégica União Europeia-África (Acordo de Cotonu).
  11. A Associação Europeia de Livre-Comércio (AELC) tem um acordo comercial com o Marrocos;
  12. A Grande Área Árabe de Livre-Comércio (GAFTA).

As organizações económicas relacionadas ao Espaço Económico Magrebino.

  1. A Organização para a Cooperação Islâmica (OCI)
    1. O Comité Permanente para a Cooperação económica e Comercial da OCI;
    2. O Centro Islâmico para o Desenvolvimento do Comércio Exterior;
    3. A Câmara de Comércio e Indústria Islâmica;
    4. O Centro de Investigação Económica - Social.
  2. Banco Islâmico de Desenvolvimento (BIsD);
  3. A Liga dos Estados Árabes (LEA);
  4. A Cooperação Afro-Árabe;
  5. Os Fundos Árabes para o Desenvolvimento;
  6. A Parceria Estratégica África-Ásia;
  7. A Comissão Económica e Social para a Ásia Ocidental (CESPAO) (a Líbia, o Marrocos, a Mauritânia, a Tunísia);
  8. Todos os países do Magrebe fazem parte da União Africana (exceto o Marrocos), da Comissão Económica para a África, do Banco Africano de Desenvolvimento, da Cúpula América do Sul- África (ASA) e do Diálogo Ásia-Médio Oriente (AMED).

Portal Negócios em África da EENI.

Confiamos em áfrica. Ensino superior a preços acessíveis para os africanos. Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé

Exemplo:
Othman Benjelloun empresário (Mestrado Curso, Negócios)

Exemplo:
Ali Haddad: Homem de negócios argelino muçulmano, grupo de construção ETRHB Haddad, Argélia

Exemplo:
Anas Sefrioui, empresário marroquino muçulmano, expansão do grupo Addoha (Marrocos) em África

Exemplo:
Portos marroquinos: Casablanca, Mohammedia. Zona Franca de Tânger. Curso Transporte Marítimo


(c) Escola de Negócios EENI Global Business School (1995-2022)
Não usamos cookies
Topo da página