Escola Negócios EENI Business School Universidade
Parceria Estratégica África-Ásia

Conteúdo programático da unidade curricular: A Nova Parceria Estratégica África-Ásia (Mestrado)

  1. Introdução à Nova Parceria Estratégica África-Ásia (NAASP)
  2. O comércio exterior Ásia-África
  3. A Conferência Afro-Asiática (Conferência de Bandung)
  4. A Declaração sobre a nova Parceria Estratégica entre a Ásia e a África (*)

(*) Só disponível em inglês.

Os objetivos da unidade curricular «A Nova Parceria Estratégica África-Ásia» são os seguintes:

  1. Compreender os objetivos da Nova Parceria Estratégica África-Ásia
  2. Avaliar as vantagens para os países africanos
  3. Conhecer os pilares da cooperação afro-asiática
  4. Analisar o comércio exterior entre os países asiáticos e os africanos

Cursos Mestrados Doutoramentos Escola Negócios EENI

A unidade curricular «A Nova Parceria Estratégica África-Ásia (NAASP)» estuda-se nos seguintes programas de ensino superior online ministrados pela EENI Global Business School (Escola de Negócios):
  1. Mestrados: Negócios em África, Negócios Internacionais, Comércio Exterior, Ásia
  2. Doutoramentos (Doutorados): Negócios Africanos, Negócios Asiáticos
  3. Curso: Relações internacionais africanas

Estudante Mestrado / Doutoramento em negócios à distância online

Línguas de estudo: Ensino superior à distância online em Português ou Estudar mestrado comércio exterior online em Inglês Africa-Asia Estudar mestrado negócios internacionais em Francês Afrique-Asie Mestrado negócios comércio EAD em Espanhol África-Ásia.

Créditos da unidade curricular «A Nova Parceria Estratégica África-Ásia»: 0,2 ECTS

Exemplo da unidade curricular - A Nova Parceria Estratégica África-Ásia:

Parceria Estratégica África-Ásia (Mestrado)





Tweter.png Tweet 
Envie para um amigo:

/ / Envie-nos um WhatsApp / Contactar Skype / Contato por telefone / Print /
Info EENI Voltar

Portal Africano da EENI Global Business School

Portal África, EENI Global Business School

Descrição da unidade curricular: Parceria África-Ásia.

A cooperação Afro-asiática entrou em um novo capítulo depois da Cúpula Ásia-África do 22-23 de abril de 2005 realizada em Jacarta, no cinquenta aniversário da primeira conferência, os líderes dos países asiáticos e dos africanos reuniram-se em Jacarta e declararam a Nova Parceria Estratégica África-Ásia (NAASP) como um projeto original para reforçar a cooperação Afro-asiática no futuro.

O objetivo principal é construir uma ponte entre a Ásia e a África. A Parceria África-Ásia tem centrada a sua cooperação em três grandes pilares:

  1. A solidariedade e a política
  2. A cooperação económica
  3. As relações socioculturais.

As oito áreas principais da cooperação são a luta contra o terrorismo, o crime organizado transnacional, a segurança alimentaria, a segurança energética, as pequenas e médias empresas, o turismo, as redes universitária para o desenvolvimento de África e da Ásia bem como a igualdade de género e o empoderamento da mulher.

Comércio exterior Ásia-África

O recente auge no desenvolvimento do comércio exterior entre a África e a Ásia personifica a explosão do comércio Sul-Sul. Estes fluxos comerciais são impulsionados pelas crescentes classes médias nos gigantes emergentes da Ásia, da China e da Índia, cuja demanda de mercadorias básicas de África está crescendo e também pelo acréscimo do crescimento económico na África Subsariana (SSA), que está aumentando a demanda de mercadorias asiáticas.

  1. A Ásia é o terceiro mercado de exportação continental de África (26% do comércio exterior total de África)
  2. A África é o quarto mercado continental de exportação da Ásia (3% do comércio exterior total da Ásia)

Estados-membros da Nova Parceria Estratégica África-Ásia: a República Popular e Democrática da Argélia, Angola, o Benim, o Botsuana, o Burquina Faso, Burúndi, os Camarões, Cabo Verde, a República Centro-Africana, o Chade, as Comores, o Congo, a Costa do Marfim, a República Democrática do Congo, Jibuti, Egito, a Eritreia, a Etiópia, a Guiné Equatorial, o Gabão, a Gâmbia, o Gana, a Guiné, a Guiné-Bissau, o Quénia, o Lesoto, a Libéria, a Líbia, Madagáscar, o Maláui, o Mali, a Mauritânia, Maurícia, Moçambique, a Namíbia, o Níger, a Nigéria, Ruanda, a República Árabe Saharaui Democrática, São Tomé e Príncipe, o Senegal, as Seicheles, a Serra Leoa, a Somália, a África do Sul, o Sudão, o Sudão do Sul, a Suazilândia, a Tanzânia, o Togo, a Tunísia, o Uganda, a Zâmbia e o Zimbábue.

A Nova Parceria Estratégica África-Ásia pertence à Civilização Islâmica e à Civilização Africana.

Mestrados e Doutoramentos em Negócios Internacionais Online da EENI adaptados para os estudantes de Angola estudar Mestrado Doutoramento em Negócios Angola, de Cabo Verde estudar Doutoramento Mestrado Negócios Cabo Verde, da Guiné-Bissau estudar Mestrado Doutoramento Negócios Guiné-Bissau, de Moçambique (Mestrado negócios) Moçambique e de São Tomé e Príncipe, estudar mestrado negócios São Tomé e Príncipe.

As Relações internacionais africanas.

  1. Associação África-Coreia
  2. Associação da Bacia do Oceano Índico
  3. África-Japão
  4. Acordo para a cooperação África-Índia
  5. Fórum China-África


(c) EENI Global Business School (Escola de Negócios, 1995-2020)
Ensino superior para todos a preços acessíveis
Não usamos cookies.
Voltar ao topo da página