Parceria Estratégica África-Ásia

EENI- Escola Superior de Negócios Internacionais

Conteúdo programático da unidade curricular: A Nova Parceria Estratégica África-Ásia (NAASP):

  1. Introdução a Nova Parceria Estratégica África-Ásia (NAASP)
  2. Comércio exterior Ásia-África
  3. Conferência Afro-Asiática (Conferência de Bandung)
  4. Declaração sobre a nova Parceria Estratégica entre a Ásia e a África (*)

(*) Só disponível em inglês.

Os objetivos da unidade curricular "Nova Parceria Estratégica África-Ásia" são os seguintes:

  1. Compreender os objetivos da Nova Parceria Estratégica África-Ásia
  2. Avaliar as vantagens para os países africanos
  3. Conhecer os pilares da cooperação afro-asiática.
  4. Analisar o comércio exterior entre os países asiáticos e os africanos
A unidade curricular "Nova Parceria Estratégica África-Ásia (NAASP)" estuda-se:
  1. Mestrados profissionais à distancia: Negócios Internacionais, África Subsariana, Ásia
  2. Doutoramentos (e-learning): África, Ásia
  3. Curso: Relações internacionais da África

Idioma de estudo: Português ou En África-Ásia Fr Afrique Es África-Ásia.

Créditos da unidade curricular "Nova Parceria Estratégica África-Ásia": 0,2 ECTS

Exemplo da unidade curricular - Nova Parceria Estratégica África-Ásia:
Comércio África-Ásia

Confiamos na África

Descrição da unidade curricular: Parceria África-Ásia.

A cooperação Afro-asiática entrou em um novo capítulo depois da Cúpula Ásia. África do 22-23 de abril de 2005 realizada em Jacarta, no cinquenta aniversário da primeira conferência, os líderes dos países asiáticos e africanos reuniram-se em Jacarta e declararam a Nova Parceria Estratégica África-Ásia (NAASP) como um projeto original para reforçar a cooperação Afro-asiática no futuro.

O objetivo principal é construir uma ponte entre a Ásia e a África. A Parceria África-Ásia tem centrado sua cooperação nos três grandes pilares:

  1. A solidariedade e a política
  2. A cooperação económica e
  3. As relações socioculturais.

As oito áreas principais da cooperação são: a luta contra o terrorismo, o crime organizado transnacional, a segurança alimentaria, a segurança energética, as pequenas e médias empresas, o turismo, as redes universitária para o desenvolvimento da África e da Ásia bem como a igualdade de género e o empoderamento da mulher.

Comércio exterior Ásia-África (Civilização africana)

O recente auge no desenvolvimento do comércio exterior entre a África e a Ásia personifica a explosão do comércio Sul-Sul. Estes fluxos comerciais são impulsionados pelas crescentes classes médias nos gigantes emergentes da Ásia, da China e da Índia, cuja demanda de produtos básicos da África está crescendo e também pelo acréscimo do crescimento económico na África Subsariana (SSA), que está aumentando a demanda de mercadorias asiáticas.

- A Ásia é o terceiro mercado de exportação continental da África (26% do comércio exterior total da África)
- A África é o quarto mercado continental de exportação da Ásia (3% do comércio exterior total da Ásia).

 Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe, entre outros, fazem parte da Nova Parceria Estratégica África-Ásia (NAASP).

A Nova Parceria Estratégica África-Ásia a civilização islâmica e a civilização africana.

Relações internacionais da África.

  1. Associação África-Coreia
  2. Associação da Bacia do Oceano Índico
  3. África-Japão
  4. Acordo para a cooperação África-Índia
  5. Fórum China-África


EENI Escola de Negócios