Escola de Negócios EENI Business School

Acordo de Livre-Comércio Turquia-Marrocos


Compartilhar por Twitter

Conteúdo programático da unidade curricular (UC): o Acordo de Livre-Comércio (ALC) Turquia-Marrocos

  1. Introdução ao Acordo de Livre-Comércio Turquia-Marrocos
  2. As vantagens do acordo
  3. O comércio exterior Turquia-Marrocos

Exemplo - O Acordo Marrocos-Turquia:
Acordo de Livre-Comércio Marrocos-Turquia

A UC «O Acordo Marrocos-Turquia» é estudada nos seguintes programas de ensino superior online ministrados pela EENI Global Business School (Escola de Negócios):
  1. Mestrados: Negócios Internacionais, Países Muçulmanos
  2. Doutoramentos (Doutorados): Negócios Africanos, Negócios Islâmicos, Negócios Europeus
  3. Cursos: Negócios na Eurásia Central, Turquia, Magrebe

Estudante Mestrado e Doutoramento Online em negócios internacionais

Línguas: Ensino superior à distância (Cursos, Mestrados, Doutoramentos) em Português, comércio exterior + Mestrado negócios internacionais comércio exterior EAD em Espanhol Turquia Marruecos Em Morocco Estudar mestrado negócios internacionais e comércio exterior em Francês Maroc Turquie.

Portal África (Angola, Moçambique, Cabo Verde, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe), Escola de Negócios EENI

Descrição: o Acordo de Livre-Comércio Turquia-Marrocos.

O Acordo de Livre-Comércio Turquia-Marrocos entrou em vigor em 2006. A liberalização é iminente para a República da Turquia, enquanto o Reino do Marrocos tem um período de transição de dez anos.

  1. Para o Reino do Marrocos e para a República da Turquia a liberalização é importante para os produtos de exportação industriais, enquanto uma grande parte dos produtos agrícolas permanecem parcialmente protegidos
  2. A República da Turquia liberalizou 82% das linhas tarifárias (97% das suas importações do Marrocos) e 2.160 linhas permanecem gravadas (produtos de exportação agrícolas)
  3. O comércio exterior entre a República da Turquia e o Reino do Marrocos representa 0,4% das importações totais (500 milhões de dólares)
  4. A balança comercial entre o Reino do Marrocos e a República da Turquia é fortemente enviesada em favor do Marrocos (que importa 400 milhões de dólares e exporta 100 milhões de dólares)
  5. Os principais produtos de exportação entre o Reino do Marrocos e a República da Turquia são os metais, os têxteis e os produtos químicos de exportação
  6. O Reino do Marrocos tem uma cláusula NMF (nação mais favorecida) com uma tarifa média do 23%, (43% para as mercadorias de exportação agrícolas)

O Acordo de Livre-Comércio Turquia-Marrocos não inclui nenhuma disposição sobre a eliminação da proibição dos direitos de aduanas nem sobre restrições quantitativas a exportação para as mercadorias de exportação agrícolas.

O Acordo de Livre-Comércio (ALC) Turquia-Marrocos pertence ao Espaço Económico Magrebino da Civilização Islâmica.

Acordos de Livre-Comércio da Turquia: Associação África-Turquia, União Europeia, EUROMED, Chile, Egito, Tunísia, AELC, Sistema de Comércio Preferencial (TPS-OCI)...

Acordos de Livre-Comércio do Marrocos: União do Magrebe Árabe, CEN-SAD, Acordo de Agadir, União Europeia (EUROMED), AELC, Estados Unidos...

Mais informação: Marrocos (Portal Africano da EENI)

  1. Rabat, Casablanca, Tânger
  2. Fez, Mequinez, Oujda, Agadir
  3. Transporte e logística no Marrocos
  4.  Porto de Casablanca
  5. Othman Benjelloun
  6. Maomé Hassan Bensalah
  7. Anas Sefrioui
  8. Miloud Chaabi
  9. Aziz Akhannouch


(c) Escola de Negócios EENI Global Business School (1995-2021)
Não usamos cookies
Topo da página