Escola de Negócios EENI Business School

Acordo de Livre-Comércio Turquia-Marrocos


Compartilhar por Twitter

Conteúdo programático da unidade curricular (UC): Acordo de Livre-Comércio (ALC) Turquia-Marrocos.

  1. Introdução ao Acordo de Livre-Comércio Turquia-Marrocos;
  2. As vantagens do acordo;
  3. O comércio exterior Turquia-Marrocos.

Exemplo:
Acordo Marrocos-Turquia:
Acordo de Livre-Comércio Marrocos-Turquia

Formação online (Curso, Mestrado, Doutoramento: Negócios no Magrebe

Formação online (Curso, Mestrado, Doutoramento): Acesso preferencial / Acordos comerciais

Estudante Mestrado e Doutoramento Online em negócios internacionais

A UC «Acordo Marrocos-Turquia» é estudada nos seguintes programas de ensino superior online ministrados pela EENI Global Business School (Escola de Negócios):

Mestrados (MIB): Negócios Internacionais.

Mestrados em Comércio Exterior e Negócios Internacionais - Formação online

Doutoramento (Doutorado DIB): Negócios Africanos, Negócios Islâmicos, Negócios Europeus.

Doutorados (Doutoramentos) Profissionais em Negócios Internacionais - Formação online

Cursos: Negócios na Eurásia Central, Turquia, Magrebe.

Línguas: Ensino superior à distância (Cursos, Mestrados, Doutoramento) em Português, comércio exterior + Mestrado negócios internacionais comércio exterior EAD em Espanhol Turquia Marruecos Em Morocco Estudar mestrado negócios internacionais e comércio exterior em Francês Maroc Turquie.

Curso Mestrado: Negócios na Europa Oriental e Turquia

Acordo de Livre-Comércio Turquia-Marrocos.

O Acordo de Livre-Comércio Turquia-Marrocos entrou em vigor em 2006. A liberalização é iminente para a República da Turquia, enquanto o Reino do Marrocos tem um período de transição de dez anos.

  1. Para o Reino do Marrocos e para a República da Turquia a liberalização é importante para os produtos de exportação industriais, enquanto uma grande parte dos produtos agrícolas permanecem parcialmente protegidos;
  2. A República da Turquia liberalizou 82% das linhas tarifárias (97% das suas importações do Marrocos) e 2.160 linhas permanecem gravadas (produtos de exportação agrícolas);
  3. O comércio exterior entre a República da Turquia e o Reino do Marrocos representa 0,4% das importações totais (500 milhões de dólares);
  4. A balança comercial entre o Reino do Marrocos e a República da Turquia é fortemente enviesada em favor do Marrocos (que importa 400 milhões de dólares e exporta 100 milhões de dólares);
  5. Os principais produtos de exportação entre o Reino do Marrocos e a República da Turquia são os metais, os têxteis e os produtos químicos de exportação;
  6. O Reino do Marrocos tem uma cláusula NMF (nação mais favorecida) com uma tarifa média do 23%, (43% para as mercadorias de exportação agrícolas).

O Acordo de Livre-Comércio Turquia-Marrocos não inclui nenhuma disposição sobre a eliminação da proibição dos direitos de aduanas nem sobre restrições quantitativas a exportação para as mercadorias de exportação agrícolas.

O Acordo de Livre-Comércio (ALC) Turquia-Marrocos pertence ao Espaço Económico Magrebino da Civilização Islâmica.

Acordos de Livre-Comércio da Turquia: Associação África-Turquia, União Europeia, EUROMED, Chile, Egito, Tunísia, AELC, Sistema de Comércio Preferencial (TPS-OCI)...

Acordos de Livre-Comércio do Marrocos: União do Magrebe Árabe, CEN-SAD, Acordo de Agadir, União Europeia (EUROMED), AELC, Estados Unidos...

Mais informação: Marrocos (Portal Negócios em África da EENI).

  1. Rabat, Casablanca, Tânger;
  2. Fez, Mequinez, Oujda, Agadir;
  3. Transporte e logística no Marrocos;
  4.  Porto de Casablanca;
  5. Othman Benjelloun;
  6. Maomé Hassan Bensalah;
  7. Anas Sefrioui;
  8. Miloud Chaabi;
  9. Aziz Akhannouch.

Confiamos em áfrica. Ensino superior a preços acessíveis para os africanos. Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé


(c) Escola de Negócios EENI Global Business School (1995-2022)
Não usamos cookies
Topo da página