Política Europeia de Vizinhança

EENI- Escola Superior de Negócios Internacionais

Conteúdo Conteúdo programático da subunidade curricular: Política Europeia de Vizinhança.

  1. Introdução à Política de Vizinhança Europeia (União Europeia).
  2. O papel do Serviço Europeu para a Ação Externa (Política externa da UE)
  3. A Parceria Oriental da UE
  4. As relações da UE com a Arménia, o Azerbaijão, a Geórgia e a Ucrânia
  5. A Parceria Euromediterránea (EUROMED)
  6. A política europeia de vizinhança com o Marrocos e a Tunísia.
  7. Os Acordos de Associação entre a UE e a Argélia, a Jordânia e o Egito

Os objetivos da subunidade curricular «a Política Europeia de Vizinhança» são:

  1. Conhecer a importância estratégica da Política Europeia de Vizinhança
  2. Analisar as relações comerciais entre a UE e a Arménia, o Azerbaijão, a Jordânia, o Egito...

Créditos

A subunidade curricular «Política Europeia de Vizinhança» estuda-se:
  1. Mestrados educação à distancia: Negócios Internacionais, Europa, África Subsariana
  2. Doutoramento em Negócios na África (EaD)
  3. Curso: Relações internacionais da África

Créditos da subunidade curricular «Política Europeia de Vizinhança»: 0,5 ECTS

Idioma de estudo: Português + Inglês EU Neighbourhood Espanhol UE Francês UE.

Descrição Descrição da subunidade curricular - Política Europeia de Vizinhança.

  1. A política Europeia de Vizinhança (PEV) da União Europeia foi desenvolvida no contexto do alargamento da União Europeia de 2004.
  2. O objetivo da Política Europeia de Vizinhança é evitar a emergência de novas divergências entre os países da União Europeia ampliada e os seus países vizinhos, além disso de consolidar a estabilidade, a seguridade e o bem-estar para todos.
  3. A União Europeia oferece a seus países vizinhos um relacionamento comercial e de comércio exterior privilegiado, baseado em valores comuns (democracia e os direitos humanos, bom governo, princípios de Economia de mercado e desenvolvimento Sustentável).
  4. A política Europeia de Vizinhança abrange não só as relações existentes sino que também oferece um relacionamento político e uma integração económica mais profundas. O grado de ambição do relacionamento buscada dependerá essencialmente de até que ponto se compartilham estes valores.
  5. É importantes assinalar que a Política Europeia de Vizinhança é diferente do Processo de ampliação da União Europeia (UE).
  6. A política Europeia de Vizinhança abrange a Argélia, a Arménia, o Azerbaijão, a Bielorrússia, do Egito, a Geórgia, Israel, a Jordânia, o Líbano, a Líbia, a Moldávia, o Marrocos, Território palestino ocupado, a Síria, a Tunísia e a Ucrânia.
  7. Em 2004, a política Europeia de Vizinhança foi estendida também aos países do Cáucaso do Sul: Arménia, o Azerbaijão e a Geórgia.
  8. NOTA: Embora a Rússia é também um vizinho da União Europeia (UE), as relações desenvolvem-se através de uma Associação Estratégica.
  9. O elemento central da Política Europeia de Vizinhança são os Planes de ação bilaterais convindos mutuamente entre a União Europeia e cada um dos países parceiros. Estes planes estabelecem uma agenda de reformas políticas e económicas.
  10. A Política Europeia de Vizinhança pertence ao espaço económico europeu da civilização ocidental.

Exemplo da subunidade curricular - Política Europeia de Vizinhança

Acordo de Associação UE-Argélia

Acordo de Associação União Europeia-Líbano

Acordo de Associação União Europeia-Egito

Acordo de Associação União Europeia-Tunísia

Acordo de Associação União Europeia-Marrocos

Parceria Oriental da UE

Acordo de Associação União Europeia-Jordânia

Acordo de Associação União Europeia-Moldávia

Acordo de Associação União Europeia-Ucrânia



Universidade U-EENI