Curso Fazendo negócios na Eurásia Central

EENI- Escola Superior de Negócios Internacionais

Curso (educação à distância EaD) "Comércio exterior e negócios na Eurásia Central": Irão, Paquistão, Turquia...

Negócios na Eurásia Central

O objetivo principal do Diploma de especialização à distância "Comércio Exterior e Negócios na Eurásia Central" é oferecer uma visão global sobre a economia euro-centro-asiática e as oportunidades de negócio na região para poder desenvolver um plano de negócio para a Eurásia Central.

  1. Entender a importância dos principais acordos de integração na região da Eurásia Central: a Comunidade dos Estados Independentes (CEI), a Organização de Cooperação Económica (OCE), a União Económica Euroasiática (UEE), a Comunidade Económica Euroasiática (EurAsEC)...
  2. Aprender a fazer negócios nos países de Eurásia Central (Irão, Paquistão, Azerbaijão, Uzbequistão, Turcomenistão, Cazaquistão, Tajiquistão, Quirguistão, Turquia, Geórgia, Arménia, Mongólia...)
  3. Conhecer as oportunidades de negócios nos mercados da Eurásia Central
  4. Conhecer os tratados de livre comércio (TLC) da região.
  5. Analisar o comércio exterior e o investimento direto estrangeiro (IDE).
  6. Desenhar um plano de negócios para a Eurásia Centra

Solicitar informação do curso Negócios na Eurásia Central.

Materiais de estudo do curso bilíngue em Pt e En Central Ásia ou Es Asia Central. O aluno tem livre aceso aos materiais nestes idiomas.

  1. Créditos do curso "Negócios na Eurásia Central": 22 ECTS (11 Créditos AC)
  2. Preço total do curso: 685 Euros
  3. Desconto do 20% para os alunos (as) africanos e do 10% para os alunos (as) da diáspora africana
  4. Duração estimada: 4 meses

O curso "Negócios na Eurásia Central" estuda-se:

  1. Doutoramento DIB Países Muçulmanos
  2. Doutoramento (Doutorado) Negócios na Ásia
  3. Mestrados profissionais à distancia (EaD): Negócios na Ásia, Países Emergentes, Países muçulmanos, Negócios Internacionais, Relações Económicas

O curso “Negócios na Eurásia Central” têm os seus exercícios de modo evolutivo, assim ao terminar os exercícios e a ser aprovados o aluno recebe o certificado de conclusão ("Curso Fazendo negócios na Eurásia Central"), e mais o estudante que já realizou o curso poderá validá-los e matricular-se no Mestrado / Doutoramento da EENI (Escola Superior de Negócios Internacionais).

Modalidade. O curso se apresenta em formato de educação à distância (EaD).

Público-alvo: todas aquelas pessoas que desejem se especializarem em todos os aspetos relacionados com os negócios na Eurásia Central.

Área de conhecimento: Ásia.

Exemplo do curso - Negócios na Eurásia Central
Organização para a Cooperação Xangai

Conteúdo programático do curso "Negócios na Eurásia Central".

1- Introdução a região da Eurásia Central.

  1. Principal religião da Eurásia central: islão.
  2. Outras religiões: o budismo e a ortodoxia.
  3. Profunda influência da cultura e dos idiomas iraniano e turco
  4. Os países da Eurásia Central:
    1. Europa: Turquia, Azerbaijão, Geórgia e Arménia
    2. Ásia Central: Turcomenistão, Cazaquistão, Uzbequistão, Tajiquistão e Quirguistão
    3. Outros países da Ásia: Irão, Paquistão e Mongólia.
  5. Espaço económico da Eurásia Central da civilização islâmica (2 ECTS)

Negócios na Arménia (1 ECTS).

Negócios no Azerbaijão (1 ECTS).

Negócios no Cazaquistão (1 ECTS).

Negócios na Geórgia (1 ECTS).

Negócios no Irão (2 ECTS).

  1. Guarda Revolucionária islâmica
  2. Bonyads

Negócios no Paquistão (2 ECTS).

  1. Acordo China-Paquistão
  2. Mian Muhammad Mansha
  3. Dewan Farooqui

Negócios no Quirguistão (1 ECTS).

Negócios na Mongólia (1 ECTS).

Negócios no Tajiquistão (1 ECTS).

Negócios na Turquia (3 ECTS).

  1. União Aduaneira Turquia-União Europeia
  2. Associação África-Turquia
  3. Conselho de Cooperação dos Estados de Língua Túrquica

Negócios no Turquemenistão (1 ECTS).

Negócios no Uzbequistão (1 ECTS).

Instituições e acordos na Eurásia Central.

  1. Conselho de Cooperação dos Estados de Língua Túrquica (0,1 ECTS)
  2. Organização para a Cooperação Económica (OCE) (0,1 ECTS)
  3. Comunidade dos Estados Independentes (CEI) (0,4 ECTS)
  4. Organização para a Cooperação de Xangai (SCO) (0,1 ECTS)
  5. Comunidade Económica Euro-Asiática (EurAsEC) (0,5 ECTS)
  6. União Económica Euroasiática (0,2 ECTS)
  7. Programa de Cooperação económica Regional da Eurásia Central (CAREC)
  8. Organização para a Cooperação Islâmica (OCI) (2 ECTS)
    1. Sistema de Comércio Preferencial (TPS-OCI)

12- Outras instituições regionais na Eurásia Central (Resumo):

  1. Fórum Boao para a Ásia
  2. Plano Colombo
  3. Banco Asiático de Desenvolvimento
  4. União de Compensação Asiática (ACU)
  5. Reunião Económica Ásia-Europa (ASEM)
  6. Comissão Económica e Social para a Ásia e o Pacífico (ESCAP)
  7. Diálogo de Cooperação da Ásia
  8. Banco Islâmico de Desenvolvimento
  9. Liga dos Estados Árabes
  10. Associação da Bacia do Oceano Índico (IORA)

12 - Plano de negócios para a Eurásia Central.

Acesso a mercados:
Acesso a Mercado  Eurásia Central

A Comunidade Económica Euro-Asiática é uma organização económica internacional criada para a promoção com eficácia o processo empreendido pelos países membros para criar uma União Aduaneira e um Espaço económico Comum, bem como para a realização de outras metas e objetivos relacionados com uma melhor integração nas áreas económica e humanitária. Membros da Comunidade Económica Euro-Asiática (EurAsEC): a Bielorrússia, Cazaquistão, Quirguistão, Rússia, o Tajiquistão. Uzbequistão foi suspenso em 2008. Os países observadores: Arménia, a Moldávia e a Ucrânia.

Exemplos - Negócios na Eurásia Central

União de Compensação Asiática

ECO Acordo de comércio

Bonyads Irão

Dewan Yousuf Farooqui

Negócio no Irão

Comunidade Económica Euroasiática (EurAsEC)

Organização para a Cooperação Económica

Cursos Fazendo negócios...



EENI Escola de Negócios