Escola de Negócios EENI Business School

Corredor de Transporte Europa-Cáucaso-Ásia (TRACECA)



Compartilhar por Twitter

Conteúdo programático da unidade curricular (UC): Corredor de Transporte Europa-Cáucaso-Ásia (TRACECA).

  1. Introdução ao Corredor de Transporte Europa-Cáucaso-Ásia (TRACECA);
  2. O corredor TRACECA como a Rota da Seda do século XXI;
  3. Países-membros do corredor: Azerbaijão, Arménia, Bulgária, Geórgia, Irão, Cazaquistão, Quirguistão, Moldávia, Roménia, Tajiquistão, Turquia, Ucrânia e o Uzbequistão;
  4. Principais características do Corredor de Transporte Europa-Cáucaso-Ásia (TRACECA);
  5. O Corredor Internacional de Transporte do Acordo de Asgabate;
  6. O Corredor de Transporte Trans-Caspiano (Corredor Central);
  7. Principais acordos relacionados com o Corredor TRACECA:
    1. Acordo Multilateral Básico de Transporte Internacional para o Desenvolvimento do Corredor Europa-Cáucaso-Ásia ”(MLA TRACECA);
    2. Iniciativa de Bacu;
    3. Acordo sobre o Desenvolvimento do Transporte Multimodal TRACECA.
  8. Guia TRACECA para a travessia de fronteiras;
  9. Estratégia 2016-2026 do Corredor de Transporte Europa-Cáucaso-Ásia.

Exemplo:
o Corredor de Transporte Europa-Cáucaso-Ásia (TRACECA)
Corredor de Transporte Europa-Cáucaso-Ásia (TRACECA) Curso

Formação online (Curso, Mestrado, Doutoramento): Iniciativa Eurasiática de transporte terrestre (Rota da Seda China-Europa)

Estudante Mestrado e Doutoramento Online em negócios internacionais

A UC «O Corredor de Transporte Europa-Cáucaso-Ásia (TRACECA)» é estudada nos seguintes programas de ensino superior online ministrados pela EENI Global Business School (Escola de Negócios):

Cursos de Transporte: Rodovia, ferroviário, multimodal.

Formação online (Curso, Mestrado, Doutoramento): Transporte rodoviário

Formação online (Curso, Mestrado, Doutoramento: Negócios na Eurásia Central

Curso Superior: Transporte Internacional.

Formação online (Curso, Mestrado, Doutoramento): Curso Superior de Especialização em Transporte Internacional

Mestrados (MIB): Transporte Internacional, Negócios Internacionais.

Mestrados em Comércio Exterior e Negócios Internacionais - Formação online

Doutoramento (Doutorado DIB): Logística Global, Negócios Asiáticos, Negócios Europeus, Comércio Mundial.

Doutorados (Doutoramentos) Profissionais em Negócios Internacionais - Formação online

Línguas: Mestrados e Doutoramentos Negócios em Inglés Transport Corridor Europe-Caucasus-Asia (TRACECA). Resumo em Cursos e Mestrados à distância em Portugués Mestrado negócios internacionais comércio exterior EAD em Espanhol Corredor de Transporte Europa-Cáucaso-Asia (TRACECA) Mestrado Comércio Exterior em Francés Corridor de Transport Europe-Caucase-Asie (TRACECA).

Curso Mestrado: Negócios na Europa Oriental e Turquia

Exemplo:
Corredor ferroviário-rodoviário Islamabade-Teerão-Istambul: Turquia, Irão e Paquistão

Formação online (Curso, Mestrado, Doutoramento: Negócios nos países do ACELC

Formação online (Curso, Mestrado, Doutoramento): Transporte Multimodal

Corredor de Transporte Europa-Cáucaso-Ásia (TRACECA).

O Corredor Internacional de Transporte Europa-Cáucaso-Ásia (TRACECA) compreende um complexo sistema de transporte multimodal de treze países da Europa e da Eurásia: Azerbaijão, Arménia, Bulgária, Geórgia, Irão, Cazaquistão, Quirguistão, Moldávia, Roménia, Tajiquistão, Turquia, Ucrânia e Uzbequistão.

Nota: o Turquemenistão  não é membro do TRACECA, mas solicitou o acesso.

  1. O corredor começa na Europa do Leste (Moldávia, Roménia, Ucrânia);
  2. Atravessa a Turquia;
  3. Rota que passa pelo Mar Negro até os portos de Poti e Geórgia, através da rede de transporte do Cáucaso meridional;
  4. O Cáucaso meridional tem uma ligação terrestre com a Turquia;
  5. Desde o Azerbaijão, por meio dos transbordadores do Cáspio (Bacu - Turkmenbashi, Bacu - Aktau), a Rota TRACECA chega às redes ferroviárias dos estados do Turquemenistão e do Cazaquistão na Ásia Central;
  6. As redes de transporte desses estados estão conectadas com o Uzbequistão, o Quirguistão e o Tajiquistão;
  7. Desde esses três países pode ser alcançado até as fronteiras com a China e o Afeganistão..

O Corredor de Transporte Europa-Cáucaso-Ásia (TRACECA) é uma parte essencial no comércio exterior entre a Europa, o Cáucaso, a Ásia Central e a região da Ásia e o Pacífico.

O quadro jurídico do TRACECA está definido pelo "Acordo Multilateral Básico de Transporte Internacional para o Desenvolvimento do Corredor Europa-Cáucaso-Ásia" (MLA TRACECA, 1998) cujos objetivos são:

  1. Facilitar o acesso a os mercados regionais através do desenvolvimento do transporte rodoviário, aéreo, ferroviário e marítimo;
  2. Facilitar o transporte internacional de mercadorias;
  3. Garantir a seguridade do transporte, dos produtos e da proteção do meio ambiente;
  4. Harmonizar as políticas de transporte e os quadros legais relacionados com o transporte na região TRACECA.

O Corredor Internacional de Transporte Europa-Cáucaso-Ásia (TRACECA) é um complexo sistema de transporte multimodal nos países da região, cujo objetivo é desenvolver as relações económicas e comerciais assim como as ligações de transporte entre os países-membros.

A União Europeia apoia o desenvolvimento do Corredor Internacional de Transporte Europa-Cáucaso-Ásia (TRACECA), embora não faz parte do Acordo.

Este corredor busca a reativação de uma das rotas históricas mais famosas: a Rota da Seda.

Países da área de influência do Corredor de Transporte Europa-Cáucaso-Ásia (TRACECA):

A área de influência económica do Corredor de Transporte Europa-Cáucaso-Ásia (TRACECA) engloba.

  1. Afeganistão;
  2. China;
  3. Rússia;
  4. Bielorrússia;
  5. Bulgária;
  6. Síria;
  7. Iraque;
  8. Paquistão;
  9. Mongólia;
  10. Turquemenistão.

Comunidades económicas regionais asiáticas relacionadas ao Corredor de Transporte Europa-Cáucaso-Ásia (TRACECA).

  1. Programa de Cooperação Económica Regional da Ásia Central (CAREC): Afeganistão, Azerbaijão, China, Cazaquistão, Quirguistão, Mongólia, Paquistão, Tajiquistão, Turquemenistão e o Uzbequistão. Irão é país observador;
  2. União Económica Eurasiática (EAEU): Arménia, Bielorrússia, Cazaquistão, Quirguistão e a Rússia;
  3. Organização para a Cooperação de Xangai (SCO): Cazaquistão, China, Quirguistão, Rússia, Tajiquistão e o Uzbequistão;
  4. Organização para a Cooperação Económica (OCE): Afeganistão, Azerbaijão, Irão, Cazaquistão, Quirguistão, Paquistão, Tajiquistão, Turquia, Turquemenistão e Uzbequistão;
  5. Comunidade dos Estados Independentes (CEI): Arménia, Azerbaijão, Bielorrússia, Cazaquistão, Quirguistão,Moldávia, Rússia, Ucrânia, Tajiquistão, Turquemenistão e Uzbequistão;
  6. Conselho de Cooperação dos Estados de Língua Túrquica: Azerbaijão, Cazaquistão, Quirguistão e Turquia;
  7. Organização para Cooperação entre Ferrovias (OSJD): Azerbaijão, Albânia, Afeganistão, Bielorrússia, Bulgária, Hungria, Vietname, Geórgia, Irão, Cazaquistão, China, Coreia do Norte, Coreia do Sul, Cuba, Quirguistão, Letónia, Lituânia Moldávia, Mongólia, Polónia, Rússia, Roménia, Eslováquia, Tajiquistão, Turquemenistão, Uzbequistão,Ucrânia, República Checa e a Estónia;
  8. Organização Regional Desenvolvimento Económico (GUAM): Azerbaijão, Geórgia, Moldávia e a Ucrânia;
  9. Cooperação Económica do Mar Negro (BSEC): Albânia, Arménia, Azerbaijão, Bulgária, Geórgia, Grécia, Moldávia, Roménia, Rússia, Turquia e Bielorrússia;
  10. Associação Oriental da UE: Arménia, Azerbaijão, Bielorrússia, Geórgia, Moldávia e a Ucrânia;
  11. Relações União Europeia-Sul do Cáucaso: Arménia, Azerbaijão e a Geórgia;
  12. Política Europeia de Vizinhança: Argélia, Arménia, Azerbaijão, Bielorrússia, Egito, Geórgia, Israel, Jordânia, Líbano, Líbia, Moldávia, Marrocos, o Território palestino ocupado, Síria, Tunísia e a Ucrânia;
  13. Sinergia do Mar Negro: Arménia, Azerbaijão, Geórgia, Moldávia, Rússia, Turquia e a Ucrânia;
  14. Moldávia, Roménia e a Ucrânia são membros da Iniciativa da Europa Central (CEI);
  15. Irão é membro de:
    1. União Asiática de Compensação (ACU);
    2. Associação da Bacia do Oceano Índico (IORA);
    3. Associação para a Cooperação Regional da Ásia do Sul (país observador).
  16. Turquia é membro de:
    1. Associação Euro-Mediterrânica;
    2. União Aduaneira com a União Europeia;
    3. Organização para a Seguridade e a Cooperação na Europa (OSCE);
    4. Associação África-Turquia;
    5. Turquia é um país observador na Associação dos Estados das Caraíbas (AEC).

Principais instituições euro-asiáticas relacionadas ao corredor.

  1. Foro para a Ásia;
  2. Diálogo de Cooperação para a Ásia (ACD);
  3. Comissão Económica e Social para a Ásia e o Pacífico (ESCAP);
  4. Banco Asiático de Desenvolvimento (BAsD);
  5. Plano Colombo;
  6. Comissão Económica para Europa (UNECE).

Principais instituições islâmicas relacionadas ao corredor.

  1. Organização para a Cooperação Islâmica (OCI);
  2. Banco Islâmico de Desenvolvimento (BIsD).

As principais religiões da região do Corredor de Transporte Europa-Cáucaso-Ásia (TRACECA) são:

  1. Islão;
  2. Cristianismo Ortodoxo.

O Corredor de Transporte Europa-Cáucaso-Ásia (TRACECA) pertence ao:

  1. Espaço Económico da Eurásia Central;
  2. Espaço Económico Ortodoxo.

Exemplo:
Corredor ferroviário-rodoviário Islamabade-Teerão-Istambul

Acordos de Livre-Comércio relacionados com os países do corredor.

  1. Cazaquistão
    1. União Aduaneira com a Rússia e a Bielorrússia;
    2. Acordos de Livre-Comércio com a Arménia, a Ucrânia e a Geórgia;
    3. Acordo de colaboração e cooperação reforçado com a União Europeia.
  2. Quirguistão
    1. Acordo de cooperação económica e comercial com o Paquistão;
    2. Acordos de Livre-Comércio com a Arménia, a Moldávia, a Ucrânia e o Uzbequistão.
  3. Tajiquistão
    1. Acordos de Livre-Comércio com a Arménia, Ucrânia e com a União Económica Eurasiática.
  4. Turquemenistão
    1. Acordos de Livre-Comércio com a Arménia, Geórgia e com a União Económica Eurasiática.
  5. Arménia
    1. Acordos de Livre-Comércio (ALC) da Arménia: Geórgia, Cazaquistão, Irão, Moldávia, Rússia, Turquemenistão, Ucrânia, Tajiquistão.
  6. Azerbaijão
    1. Acordos de Livre-Comércio (ALC) com a Rússia, Ucrânia e a Geórgia;
    2. Acordo de Livre-Comércio entre a Geórgia, Ucrânia, Azerbaijão e Moldávia;
    3. Associação Oriental da UE.
  7. Geórgia
    1. Acordo de Associação Geórgia-União Europeia;
    2. Acordos de Livre-Comércio (ALC) de a Geórgia com a AELC, Turquia, Arménia, Azerbaijão, Rússia, Ucrânia, Cazaquistão, Turquemenistão, Uzbequistão;
    3. Acordo de Livre-Comércio entre a Geórgia, Ucrânia, Azerbaijão e Moldávia.
  8. Moldávia
    1. Acordo Centroeuropeo de Livre-Comércio (ACELC / CEFTA);
    2. Acordo de Associação União Europeia-Moldávia.
  9. Roménia
    1. Como um membro da União Europeia, Portugal beneficia-se dos Acordos de Livre-Comércio da UE: o MERCOSUL, o México, a Comunidade Andina, a América Central, a Coreia, a Índia, o Canadá, o Líbano a Moldávia, etc.
  10. Ucrânia
    1. Acordo de Associação e de Cooperação Ucrânia-União Europeia;
    2. Acordos de Livre-Comércio de a Ucrânia: Arménia, Azerbaijão, Bielorrússia, Geórgia, Cazaquistão, Moldávia, a Associação Europeia de Livre-Comércio (AELC), a Quirguistão, Sérvia, Tajiquistão, Turquemenistão, Uzbequistão.
  11. Irão
    1. Acordos de Livre-Comércio (ALC) do Irão: Argélia, Arménia, Síria, Venezuela, Paquistão.
  12. Turquia
    1. Acordo comercial Chile-Turquia;
    2. Acordos de Livre-Comércio com a Associação Europeia de Livre-Comércio (AELC), Israel, Macedónia, Croácia, Bósnia e Herzegovina, Tunísia, Marrocos, Palestina, Síria, Egito, Jordânia, Geórgia e Albânia..
  13. Sistema de Comércio Preferencial Islâmico (OCI-TPS);
  14. Sistema Generalizado de Preferencias (SGP).

Exemplo:
Nova Rota da Seda (China-Europa) Iniciativa Eurasiática de transporte terrestre. Curso


(c) Escola de Negócios EENI Global Business School (1995-2022)
Não usamos cookies
Topo da página