Escola Negócios EENI Business School Universidade
China-Paquistão Acordo de Livre-Comércio

Conteúdo programático da unidade curricular: o Acordo de Livre-Comércio (ALC) China-Paquistão (Curso).

  1. Introdução ao Acordo de Livre-Comércio Paquistão-China
  2. O Acordo sobre o comércio de serviços
  3. O certificado de origem do Acordo de Livre-Comércio China-Paquistão
  4. O Corredor Económico China-Paquistão
  5. O Corredor Económico Almaty-Bisqueque
  6. O Corredor Económico China-Ásia Central-Ásia Ocidental
  7. O Corredor Económico Nanning (China)-Singapura

Cursos Mestrados Doutoramentos Escola Negócios EENI

A unidade curricular «O Acordo de Livre-Comércio (ALC) Paquistão-China» estuda-se nos seguintes programas de ensino superior online ministrados pela EENI Global Business School (Escola de Negócios):
  1. Mestrados: Negócios na Ásia, Países Muçulmanos, Negócios Internacionais, Comércio Exterior
  2. Doutoramentos (Doutorados): Negócios Asiáticos, Negócios Islâmicos, Comércio Mundial
  3. Cursos: Negócios na China, Ásia Central, Confucionismo, Taoismo e Negócios

Estudante Mestrado / Doutoramento em Negócios Internacionais

Línguas de estudo: Ensino superior à distância online em Português + Estudar mestrado comércio exterior online em Inglês China-Pakistan Mestrado negócios comércio EAD em Espanhol China-Pakistan Estudar mestrado negócios internacionais em Francês Chine.

Portugal estudar Doutoramento Mestrado Negócios Mestrados e Doutoramentos em Negócios Internacionais Online da EENI adaptados para os estudantes de Portugal

Brasil (estudar mestrado doutorado negócios) Mestrados e Doutoramentos em Negócios Internacionais da EENI Global Business School para os estudantes do Brasil

全球营销及国际化硕士.

Descrição da unidade curricular - O Acordo de Livre-Comércio (ALC) China-Paquistão.

Em abril de 2005, a China e o Paquistão anunciaram o início das negociações sobre uma área de livre-comércio durante a visita do Premier Wen Jiabao ao Paquistão

  1. Os dois países criaram o Acordo de Livre-Comércio em novembro de 2006.
  2. O Acordos de Livre-Comércio da China-Paquistão entrou em vigor em julho de 2007.
  3. Em fevereiro de 2009, o conselheiro de Estado chinês Dai Bingguo e o presidente paquistanês Asif Ali Zardari foram testemunhos da assinatura do acordo sobre o Comércio exterior de serviços do Acordo de Livre-Comércio (ALC) entre a China e o Paquistão, que entrou em vigor em outubro de 2009.
  4. Segundo o Acordo de Livre-Comércio China-Paquistão começarão a reduzir ou eliminar as tarifas aduaneiras sobre tudos os produtos em duas fases
  5. O Acordo de Livre-Comércio (ALC) também cobre os investimentos (promoção, proteção, expropriações, a indemnização por danos e prejuízos) bem como a solução de controvérsias
  6. As exportações do Paquistão para a China têm aumentado um 17,7% anual durante os últimos quatro anos, ainda que a sua participação no mercado chinês reduziu-se de 0,14% a 0,12%.
  7. A participação na composição das exportações do Paquistão, no entanto, tem aumentado de 4,82% a 6,19%.

Corredor Económico China-Paquistão Curso

O Acordo de Livre-Comércio China-Paquistão pertence ao Espaço Económico da Eurásia Central da Civilização Islâmica e a civilização sinica

Acordos de Livre-Comércio (ALC) da China: Brasil-BRICS, África-Países BRICS, África-China, União Europeia, Chile, Peru, Costa Rica, ASEAN, Nova Zelândia, Singapura, APEC, Organização para a Cooperação de Xangai, Acordo Comercial Ásia-Pacífico, Comunidade Andina, Sub-região do Grande Mekong, União Económica Eurasiática...





Tweter.png Tweet 
Envie para um amigo:

/ / Envie-nos um WhatsApp / Contactar Skype / Contato por telefone / Print /
Info EENI Voltar

Exemplo da unidade curricular - O Acordo de Livre-Comércio (ALC) China-Paquistão:

Curso: Acordo de Livre-Comércio (ALC) China-Paquistão

China-Paquistão Acordo



(c) EENI Global Business School (Escola de Negócios, 1995-2020)
Ensino superior para todos a preços acessíveis
Não usamos cookies.
Voltar ao topo da página