Escola Negócios EENI Business School
Cooperação Económica da Ásia Central



Conteúdo programático da unidade curricular: Programa de Cooperação Económica Regional da Ásia Central

  1. Introdução ao Programa de Cooperação Económica Regional da Ásia Central (CAREC)
  2. O Marco Estratégico CAREC 2020
  3. O desenvolvimento dos corredores económicos
    1. Os seis corredores CAREC
  4. A facilitação do comércio exterior na Ásia Central
    1. A cooperação alfandegária
    2. A facilitação do comércio integrado
A unidade curricular «Programa de Cooperação Económica Regional da Ásia Central» estuda-se nos seguintes programas de ensino superior online ministrados pela EENI Global Business School (Escola de Negócios):
  1. Mestrados: Negócios Internacionais, Comércio Exterior, Países Muçulmanos, Ásia
  2. Doutoramentos (Doutorados): Negócios Islâmicos, Negócios Asiáticos, Comércio Mundial
  3. Curso: Negócios na Ásia Central

Línguas: Estudar mestrado comércio exterior online em Inglês Central Ásia Regional Cooperação económica (CAREC) Mestrado negócios comércio EAD em Espanhol CAREC Estudar mestrado negócios internacionais em Francês Programme de coopération économique régionale pour l’Asie centrale.

Estudantes, Mestrado Negócios Internacionais, Comércio Exterior

Exemplo da unidade curricular - Programa de Cooperação Económica Regional da Ásia Central (CAREC):

Programa de Cooperação Económica Regional da Ásia Central (CAREC) o Afeganistão, o Azerbaijão, a China, o Cazaquistão, o Quirguistão, a Mongólia, o Paquistão, o Tajiquistão, o Turquemenistão e o Uzbequistão





Tweter.png Tweet 
Envie para um amigo:

/ / Envie-nos um WhatsApp / Contactar Skype / Contato por telefone / Print /
Info EENI Voltar

Descrição da unidade curricular: Programa de Cooperação Económica Regional da Ásia Central (CAREC).

Em 2001, dez países da Ásia Central (o Afeganistão, o Azerbaijão, a China, o Cazaquistão, o Quirguistão, a Mongólia, o Paquistão, o Tajiquistão, o Turquemenistão e o Uzbequistão) com o apoio de seis organismos multilaterais (ADB...) formaram o Programa para a cooperação económica Regional da Ásia Central (CAREC).

Corredor Económico China-Mongólia-Rússia, Nova Rota da Seda

O objetivo principal do Programa de Cooperação Económica Regional da Ásia Central (CAREC) é encorajar o desenvolvimento regional, o crescimento económico e a redução da pobreza na Ásia Central através de cooperação regional do comércio exterior (a facilitação do comércio exterior, as políticas comuns...), o transporte internacional e a energia.

Corredores de transporte:

  1. O Corredor Económico Almaty-Bisqueque
  2. A Nova Rota da Seda (China-Europa)
  3. O Corredor Económico Bangladeche-China-Índia-Mianmar
  4. O Corredor Índia-Chabahar (Irão)-Afeganistão
  5. O Corredor Económico Nanning (China)-Singapura
  6. O Corredor Internacional de Transporte do Acordo de Asgabate
  7. O Corredor de Transporte Trans-Caspiano (Corredor Central)
  8. O Caminho de ferro Transiberiano (Rússia, Mongólia, China, Coreia do Norte)
  9. O Corredor de Transporte Quirguistão-Tajiquistão-Afeganistão-Irão (KTAI -ECO)
  10. A Zona Económica do Pan-Golfo de Beibu
  11. O Corredor de Transporte Afeganistão-Turquemenistão-Azerbaijão-Geórgia-Turquia (Lápis-lazúli)
  12. O Corredor Internacional de Transporte Norte-Sul (Índia-Rússia)
  13. O Corredor ferroviário-rodoviário Islamabade-Teerão-Istambul (ITI-ECO)
  14. O Corredor Económico Leste-Oeste (Mianmar-Tailândia-Laos-Vietname)
  15. O Corredor Económico China-Mongólia-Rússia
  16. O Corredor Económico China-Paquistão
  17. O Corredor Económico China-Ásia Central-Ásia Ocidental
  18. O Corredor de Transporte Europa-Cáucaso-Ásia (TRACECA)

Corredor Económico Almaty (Cazaquistão)-Bisqueque (Quirguistão)

Corredor Índia-Chabahar (Irão)-Afeganistão. Caminho de ferro Mashhad-Herat-Mazar-el-Sharif

Corredor de Transporte, Acordo de Asgabate: Índia, Irão, Cazaquistão, Omã, Paquistão, Turquemenistão, Uzbequistão

Com o objetivo de promover o comércio regional, para melhorar a facilitação do comércio exterior, para desenvolver os corredores de transporte e o setor energético do Programa de Cooperação económica Regional da Ásia Central (CAREC), foi lançado o Marco Estratégico CAREC 2020.

Corredor Económico Bangladeche-China-Índia-Mianmar rodovia (Curso, Mestrado)

156 projetos foram desenvolvidos no âmbito do programa CAREC com 24 mil milhões de dólares em investimentos nos setores como a energia, o comércio exterior e o transporte.

Corredor Económico China-Ásia Central-Ásia Ocidental, Cazaquistão, Quirguistão, Uzbequistão, Tajiquistão, Turquemenistão, Irão e a Turquia

Corredor ferroviário-rodoviário Islamabade-Teerão-Istambul: Turquia, Irão e Paquistão

Corredor de Transporte Europa-Cáucaso-Ásia TRACECA Azerbaijão, Arménia, Geórgia, Irão, Cazaquistão, Quirguistão, Moldávia, Roménia, Tajiquistão, Turquia, Ucrânia e o Uzbequistão

Corredor Internacional de Transporte Norte-Sul (Índia-Rússia) Azerbaijão, Arménia, Cazaquistão, Quirguistão, Tajiquistão...

Corredor Económico Nanning (China)-Singapura, ASEAN Área de Livre-Comércio

O desenvolvimento dos corredores económicos da região é uma prioridade para o Programa de Cooperação económica Ásia Central Regional (CAREC): o Transporte multimodal, a logística, as zonas económicas...

Corredor de Transporte Afeganistão-Turquemenistão-Azerbaijão-Geórgia-Turquia (Lápis-lazúli)

O Programa de Cooperação Económica Regional da Ásia Central pertence ao Espaço Económico da Eurásia Central da Civilização Islâmica, a Civilização Budista e a civilização sinica.

Corredor Económico China-Paquistão, Tajiquistão, Quirguistão (Rota da Seda)

Corredor de Transporte Trans-Caspiano (Central): Afeganistão, Azerbaijão, Geórgia, Cazaquistão, Quirguistão, Tajiquistão, Turquia, Turquemenistão e o Uzbequistão

Caminho de ferro Transiberiano (Rússia, Mongólia, China, Coreia do Norte) Curso



(c) EENI Global Business School (Escola de Negócios, 1995-2021)
Devido à pandemia COVID, a EENI implementou o teletrabalho. Favor entrar em contato somente por e-mail, WhatsApp ou pelo formulário de solicitação de informações.
Não usamos cookies.
Voltar ao topo da página