Fazendo negócios em Angola

EENI - Escola de Negócios

Conteúdo programático da unidade curricular - O Comércio Exterior e os Negócios em Angola. A Economia angolana. O Porto Luanda.

Angola: O segundo exportador de petróleo da África (após Nigéria)

Angola é um mercado fronteiriço africano e o mercado mais importante da África Central.

  1. Introdução à República de Angola (África Central)
  2. A população angolana
  3. A economia angolana
  4. Isabel dos Santos (a mulher mais rica da África)
  5. As indústrias angolanas
  6. Os recursos Minerais, os Diamantes e o Petróleo
  7. O Comércio exterior da Angola (Exportações e Importações)
  8. O Transporte e a logística
  9. O Porto de Luanda
  10. O Porto de Lobito
  11. O Investimento estrangeiro direto em Angola
  12. As Sociedades Comerciais
  13. Os Negócios em Luanda
  14. Casos de estudo:
       - Angola Telecom.
       - SONANGOL.
       - A Empresa Nacional de Diamantes de Angola
  15. O Acesso ao mercado angolano
  16. O Plano de Negócios para o Angola

Exemplo da unidade curricular - O Comércio Internacional e os Negócios em Angola:
Isabel dos Santos (Angola)

A unidade curricular "Os Negócios em Angola" faz parte do:
  1. Doutorado DIB África
  2. Mestrado em Negócios na África Subsaariana
  3. Curso: Negócios na África Central
  4. Mestrado em Comércio Exterior especialização África - Países CPLP

Recomendações para alunos e alunas da Angola

Idioma de estudo: Português ou En Angola Fr Angola Es Angola

Resumo da unidade curricular - Os negócios em Angola:

A República de Angola:

Angola é uma das economias de mais rápido crescimento na África.

  1. A Angola é localizada na costa ocidental da África Austral, sendo limitado pela República do Congo, República Democrática do Congo, Zâmbia e Namíbia
  2. A população (20 milhões de pessoas) é um dos componentes fundamentais do crescimento econômico angolano
  3. A República de Angola (África subsaariana), é o quinto país africano de maior dimensão, com uma área de 1.246.700 Km² e com uma linha marinha atlântica de 1.650 quilômetros
  4. Angola, foi uma colônia portuguesa. O 11 de novembro de 1975 conseguiu a independência

A principal religião de Angola: o Cristianismo (16 milhões de pessoas), Católicos: 7 milhões.

A economia angolana:

A economia da República de Angola caracteriza-se por ser sobretudo agrícola, sendo o café, cana-de-açúcar, sisal, milho, óleo de coco e amendoim as sua maiores fontes de cultivo.

A República de Angola é muito rica em minerais sobretudo diamantes, o petróleo (maior exportador da África), minério de ferro, etc. Tendo igualmente depósitos de cobre, chumbo, fosfato, sal, ouro, a prata e platina. Importantes depósitos de petróleo foram descobertas em 1996, ao largo de Cabinda.

As maiores indústrias da República de Angola são as de melhoramento de oleaginosas, cereais, carnes, o algodão e tabaco, a produção de açúcar, cerveja, o cimento e madeira.

Com um dos crescimentos econômicos mais rápidos do mundo, Angola está a ponto de converter em um membro ativo da comunidade econômica mundial. O crescimento dos rendimentos do petróleo aumentou o PIB em um 20%. Excluindo o petróleo e os diamantes, estima-se que a taxa de crescimento anual foi de 14%.

Os Setores-chave para o governo angolano:
- Agricultura, Pecuária e os produtos alimentícios;
- Mineração;
- Pesca;
- Indústria ligeira;
- Materiais industriais para a construção e as obras públicas.

Exportação de Peixe a Angola

A República de Angola importa 5.000 milhões de dólares em produtos e os serviços.

As Maiores importações:
- Maquinaria e equipamento elétrico
- Veículos
- Medicamentos
- produtos de exportação alimentares
- Os Têxteis
- Cana de açúcar
- Café
- Sisal
- Milho
- Algodão
- Mandioca
- Tabaco
- produtos de exportação hortícolas
- Gado
- Peixe e derivados da pesca

Angola exporta 14.000 milhões de dólares (FOB).

As Maiores exportações:
- O Petróleo e derivados
- Diamantes
- Gás
- Café
- Sisal
- Peixe e derivados da pesca
- Madeira
- Algodão

O PETRÓLEO
Produzindo mais de 750.000 barris/dia, a República de Angola é o segundo maior produtor africano (depois da Nigéria).

O Governo, por intermédio da Agência Nacional para o investimento Privado, promove ativamente o investimento estrangeiro Direto

Os portos mais importantes são os de Luanda, Benguela, Lobito, Moçâmedes e Cabinda.

Os portos internacionais mais próximos:

  1. Províncias do Sul da Angola (Lubango, Santa Clara): O Porto de Walvis Bay (Namíbia), via o Corredor Trans-Cunene
  2. O Porto de Pointe Noire (República do Congo)

União Aduaneira da SADC

Os Corredores Transafricanos

  1. O Corredor Lobito
  2. O Corredor Beira - Lobito (1.157 Km)
  3. A Rodovia Transafricana Trípoli - Windhoek

Os Acordos de Livre Comércio de Angola

  1. A Comunidade Econômica da África Central (CEEAC)
  2. A Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC)
  3. O Acordo Tripartido COMESA - EAC - SADC
  4. O Acordo de Cotonou
  5. A Lei do Crescimento e Oportunidades para África (AGOA)

Zona de Livre Comércio Tripartida

Angola é membro...

  1. A Conferência Internacional sobre a Região dos Grandes Lagos
  2. O Banco Árabe para o desenvolvimento econômico da África (BADEA)
  3. A Comissão Econômica Unidas para África (ECA)
  4. A Associação África - Coreia
  5. A Nova Parceria Estratégica África - Ásia (Angola)
  6. O Banco Africano de Desenvolvimento
  7. A União Africana
  8. A Nova Parceria para o Desenvolvimento da África (NEPAD)
  9. A Cúpula América do Sul - África
  10. A Comunidade dos Países de Língua Portuguesa
  11. A Cooperação África - Países Árabes
  12. A Organização Mundial do Comércio (OMC), o Fundo Monetário Internacional...

Angola Comércio

CEEAC África Central

Grandes Lagos África

Angola Negócios

Porto de Lobito

Porto de Luanda

Corredor Lobito


EENI Escola de Negócios