EENI-Escola de Negócios

Corredor Transafricano Beira-Lobito

EENI- Escola Superior de Negócios Internacionais

Conteúdo programático da subunidade curricular: O Corredor de transporte Africano Beira-Lobito (Angola)

  1. Introdução ao Corredor Beira-Lobito (Rodovia Transafricana 9)
  2. As principais características da Rodovia Beira-Lobito
  3. O acesso a cinco mercados da África Central, do leste e Austral: Angola, a República Democrática do Congo, Moçambique, a Zâmbia e o Zimbábue
A subunidade curricular «O Corredor de transporte Africano Beira-Lobito» estuda-se:
  1. Mestrados: Negócios Internacionais, África Subsariana, Países CPLP
  2. Doutoramento em Negócios na África educação à distância
  3. Curso Transporte na África
  4. Licenciatura: Negócios Interafricanos

Língua de estudo Inglês Beira-Lobito ou Francês Afrique Corridors. Resumo em Português Espanhol Corredor Beira-Lobito.

Confiamos na África

Descrição da subunidade curricular: O Corredor Beira-Lobito.

O Corredor Transafricano Beira-Lobito, ou Rodovia Transafricana 9, enlaça:

  1. A África Central: Angola, a República Democrática do Congo
  2. A África Oriental: Moçambique
  3. A África Austral: o Zimbábue, a Zâmbia

As principais características do Corredor Transafricano Beira-Lobito:

  1. Cidades do Corredor Transafricano Beira - Lobito (3.523 quilómetros): Angola (1.157 quilómetros), a República Democrática do Congo (823 quilómetros), Zimbábue (655 quilómetros), a Zâmbia (606 quilómetros), Moçambique (282 quilómetros)
  2. Secções faltantes estimados: 1.351 quilómetros (principalmente no Congo e Angola)
  3. As principais cidades enlaçadas.
    - Moçambique: Beira, Nhandue, Fr. Dongo, Fr Nhamatan, Tica, Nhamatanda, Inchope, Maforga, Chimoio, Chipata, Bandula, Vila de Manica, Machipanda.
    - Zimbábue: Mutare, Nyazura, Macheke, Harare, Chirundu
    - Zâmbia: Lusaca, Chisamba, Kabwe, Kapiri, Ndola, Kitwe, Chingola
    - República Democrática do Congo: Kasumbalesa, Lubumbashi, Likasi, Nguba, Kolwezi, Dilolo
    - Angola: Dilolo, Luena, Kuito, Cachiungo, Alto Hama, Lobito (Acesso ao Porto de Luanda)
  4. A principal religião da região: o Cristianismo
  5. Os portos mais importantes do Corredor Transafricano Beira-Lobito: o Porto do Lobito e o Porto de Luanda (Angola), o Porto de Beira e Maputo (Moçambique)
  6. As línguas principais: português, francês e inglês

O Corredor Transafricano Beira-Lobito enlaça com os seguintes corredores transafricanos.

  1. Na Zâmbia (Kapiri Mposhi e Kafue) compartilha a rota com a Rodovia Cidade do Cabo (África do Sul) - Gaborone-O Cairo (Egito)
  2. Em Angola (Alto Hama) enlaça com o Corredor Trípoli (Líbia)-Windhoek (Namíbia)

O Corredor Transafricano Beira-Lobito pertence à Civilização Africana.

  1. O Espaço Económico da África Central
  2. O Espaço Económico da África Austral
  3. O Espaço Económico da África Oriental

Exemplo da subunidade curricular: o Corredor Transafricano Beira-Lobito:
Corredor Transafricano Beira-Lobito

As comunidades económicas regionais implicadas:

  1. A Comunidade Económica dos Estados da África Central (CEEAC)
  2. A Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC)
  3. O Mercado Comum da África Oriental e Austral (COMESA)
  4. A União Aduaneira da África Austral (SACU)
  5. A Comunidade dos Estados Sahel-Saarianos (CEN-SAD)

(c) EENI- Escola Superior de Negócios Internacionais