Convenção relativa ao Transporte Marítimo de Mercadorias (Hamburgo)

Escola de Negócios EENI & Universidade HA

Conteúdo programático da unidade curricular - Convenção das Nações Unidas relativa ao Transporte Marítimo de Mercadorias (Regras de Hamburgo)

  1. Introdução à Convenção das Nações Unidas relativa ao Transporte Marítimo de Mercadorias (Regras de Hamburgo)
  2. Características principais das Regras de Hamburgo
  3. Responsabilidades do transportador e do carregador
  4. Cargas no convés do navio
  5. Documento de transporte (Conhecimento de embarque)
  6. Reivindicações e ações. Perdas e danos
  7. Antecedentes das Regras de Hamburgo: Regras da Haia

A unidade curricular «Convenção das Nações Unidas relativa ao Transporte Marítimo de Mercadorias (Regras de Hamburgo)» estuda-se nos seguintes programas de ensino superior à distância (EAD) da Escola de Negócios EENI & Universidade HA:
  1. Cursos de Logística: Transporte marítimo, multimodal, Transporte na África
  2. Cursos: Transporte Internacional, Comércio Exterior
  3. Mestrados: Transporte Internacional, Transporte na África, Negócios Internacionais, Comércio Exterior e Marketing, Back Office Exportação
  4. Doutoramentos: Logística Internacional, Comércio Mundial

Educação continuada à distância (comércio exterior)

Língua de estudo: Cursos e Mestrados à distância em Portugués + Mestrado negócios comércio EAD em Espanhol Reglas de Hamburgo Estudar mestrado comércio exterior em Inglês Hamburg Rules Estudar mestrado negócios internacionais em Francês Règles de Hambourg.

Área de Conhecimento: comércio exterior - Incoterms.

Exemplo da unidade curricular online - Convenção das Nações Unidas relativa ao Transporte Marítimo de Mercadorias (Regras de Hamburgo):
Transporte Marítimo de Mercadorias (Regras de Hamburgo)





Tweter.png Tweet 
Envie para um amigo:

/ / Envie-nos um WhatsApp / Contactar Skype / Contato por telefone / Print /
Info EENI Voltar

Descrição da unidade curricular (EAD) - Convenção das Nações Unidas relativa ao Transporte Marítimo de Mercadorias (Regras de Hamburgo)

A Convenção das Nações Unidas relativa ao Transporte Marítimo de Mercadorias (Regras de Hamburgo) define um marco jurídico para os contratos de transporte marítimo internacional de produtos entre dois ou mais países.

Nas Regras de Hamburgo, as obrigações e os direitos dos agentes logísticos (consignatários, carregadores e estivadores) são claramente especificados

A Convenção das Nações Unidas relativa ao Transporte Marítimo de Mercadorias (Regras de Hamburgo) entrou em vigor em 1992

O documento utilizado é o Conhecimento de embarque (admite ser apresentado eletronicamente)

Responsabilidade do transportador: a partir do momento em que recebe a mercadoria (sob a sua custódia) no porto de carga, durante a fase de transporte até o porto de descarga.

Organismo: Comissão das Nações Unidas para o Direito Comercial Internacional (CNUDCI)

Países membros da Convenção das Nações Unidas relativa ao Transporte Marítimo de Mercadorias (Regras de Hamburgo): Albânia, Alemanha, Áustria, Barbados, Botsuana, Brasil, Burkina Faso, Burundi, Camarões, República Checa, Chile, Dinamarca, Equador, Egito, Eslováquia, Estados Unidos da América, Filipinas, Finlândia, França, Gâmbia, Geórgia, Gana, Guiné, Hungria, Jordânia, Cazaquistão, Quénia, Lesoto, Líbano, Libéria, Madagáscar, Malawi, Marrocos, México, Nigéria, Noruega, Paquistão, Panamá, Paraguai, Portugal, República Árabe da Síria, República Democrática do Congo, República Dominicana, República Unida da Tanzânia, Roménia, Santa Sé, São Vicente e Granadinas, Senegal, Serra Leoa, Singapura, Suécia, Tunísia, Uganda, Venezuela, Zâmbia.

Documentos da FIATA para o transporte marítimo:

  1. Conhecimento de Embarque Multimodal Negociável (FIATA FBL)
  2. Conhecimento de Embarque Multimodal não-negociável (FIATA FWB)
  3. Conhecimento de embarque eletrónico FIATA (eFBL Bill of Lading)


(c) Escola de Negócios EENI & Universidade HA (1995-2019). Não usamos cookies.