Curso Negócios no Magrebe

EENI- Universidade Hispano-Africana - Escola de Negócios

Início EENI

Curso «Fazendo negócios no Magrebe» (Marrocos, Argélia, Tunísia...) (educação à distância EaD, 9 ECTS)

O objetivo principal do curso de especialização Fazendo negócios no Magrebe ministrado pela EENI (Escola de Negócios) e pela Universidade Hispano-Africana de Negócios Internacionais, é oferecer uma visão global sobre a economia da região e as oportunidades de negócio para desenvolver um plano de negócios para o Magrebe.

Curso: Fazendo negócios no Magrebe

  1. Créditos do curso «Negócios no Magrebe»: 9 ECTS
  2. Preço total do curso: 256 Euros (política de preços)
  3. Duração estimada: 2 meses

Educação continuada, EENI (Escola de Negócios) e Universidade HA

Procedimento de inscrição continuo:

Procedimento de inscrição

Informação EENI Solicitação de informação do curso

Vantagens do ensino EENI / Universidade HA

A estrutura do curso «Fazendo negócios no Magrebe».

  1. O Espaço Económico Magrebino
  2. A integração no Magrebe. A União do Magrebe Árabe (UMA)
  3. Fazendo negócios nos países magrebinos (Argélia, Líbia, Marrocos, Mauritânia, Tunísia)
  4. Homens de negócios do Magrebe
  5. A logística no Magrebe
    1. Os corredores transafricanos
    2. Os maiores portos do Magrebe
  6. Outras instituições económicas regionais e acordos comerciais relacionados com o Magrebe
  7. O plano de negócios para os mercados magrebinos

Materiais de estudo do curso bilíngue em Ensino superior em Português + Educação superior em Inglês Maghreb (ou Cursos à distância EaD em Francês Maghreb ou Educação superior em Espanhol Magreb). O estudante tem livre aceso aos materiais nestas línguas.

Objetivos

Os objetivos específicos do curso são::

  1. Aprender a fazer negócios no Marrocos, na Argélia, na Tunísia, na Líbia e na Mauritânia. Conhecer a forma de negociar nestes mercados
  2. Conhecer as oportunidades de negócio nos países da região
  3. Analisar o comércio exterior e o investimento direto estrangeiro (IDE) nos principais polos do investimento
  4. Compreender a importância de uma (União do Magrebe Árabe)
  5. Conhecer os acordos de comércio livre que afetam ao Magrebe
  6. Conhecer os principais portos e corredores transafricanos de transporte do Magrebe
  7. Conhecer os principais empresários magrebinos
  8. Desenhar um plano de negócios para o Magrebe (exportação, importação, implantação...)

Público-alvo: todas aquelas pessoas que desejem especializar-se em todos os aspetos relacionados com os negócios nos mercados magrebinos.

Exemplo do curso - Negócios no Magrebe
União do Magrebe Árabe (UMA)

Oussama Bouaziz (estudante do Mestrado e Doutoramento em negócios internacionais da Tunísia)
Oussama Bouaziz (Tunisia), Doutoramento em negócios internacionais EENI

Conteúdo programático do curso «Negócios no Magrebe».

1- A integração no Magrebe.

  1. O Espaço Económico magrebino (1 ECTS) como parte da civilização islâmica e da Civilização Africana
    1. As principais línguas do Magrebe: o francês e ao árabe
    2. O Islão no Magrebe
  2. A União do Magrebe Árabe (UMA) (0,7 ECTS)
  3. A Comunidade dos Estados Sahelo-Saarianos (CEN-SAD) (0,1 ECTS)
  4. O Acordo de Comércio Livre do Mediterrâneo árabe (Acordo de Agadir)
  5. A Grande Área de livre comércio árabe (GAFTA)

A Líbia pertence a:

  1. O Acordo Tripartido COMESA-EAC-SADC
  2. O Mercado Comum da África Oriental e Austral (COMESA)
    1. O Acordo Marco de comércio e investimentos COMESA-Estados Unidos

Acordos comerciais relacionados com o Magrebe:

  1. O Sistema de Comércio Preferencial entre os Estados-membros da Organização para a Cooperação Islâmica (TPS-OCI)
  2. O Acordo de Comércio Livre Estados Unidos-Marrocos
  3. O Acordo de Comércio Livre Turquia-Marrocos
  4. O Acordo de Comércio Livre (ACL) Turquia-Tunísia
  5. Os acordos de comércio livre da Associação Europeia de Livre Comércio (AELC) com o Marrocos e a Tunísia

Magrebe-União Europeia

  1. A Parceria estratégica União Europeia-África (Cotonou)
  2. A Parceira Euro-Mediterrânica (EUROMED)
  3. A Política Europeia de Vizinhança
  4. O Acordo de Associação União Europeia (UE)-Argélia
  5. O Acordo de Associação União Europeia-Marrocos
  6. O Acordo de Associação Tunísia-União Europeia
  7. O Sistema de preferências generalizadas (GSP)

2- Fazendo negócios nos países magrebinos.

  1. Negócios na Argélia (1 ECTS)
  2. Negócios na Líbia (0,5 ECTS)
  3. Negócios no Marrocos (2 ECTS)
  4. Negócios na Mauritânia (0,5 ECTS)
    1. O G5 Sahel
  5. Negócios na Tunísia (2 ECTS)
    1. Hichem Djaït

3- Homens de negócios do Magrebe (0,1 ECTS).

Argélia.

  1. Ali Haddad
  2. Issad Rebrab

Marrocos.

  1. Othman Benjelloun
  2. Maomé Hassan Bensalah
  3. Miloud Chaabi
  4. Anas Sefrioui
  5. Aziz Akhannouch

Tunísia.

  1. Maomé Ali Harrath

4- A logística no Magrebe (1,1 ECTS).

4.1- Os corredores transafricanos de transporte

  1. A Rodovia transafricana Argel-Lagos
  2. O Corredor Dakar-Lagos
  3. O Corredor Cairo-Dakar
  4. A Rodovia transafricana Trípoli-Windhoek

4.2- Os portos magrebinos

  1. O Porto de Casablanca
  2. O Porto da Goulette
  3. O Porto de Argel

5- Outras instituições económicas regionais e acordos relacionados com o Magrebe (Resumo).

  1. A Nova Parceria para o Desenvolvimento da África (NEPAD)
  2. O Banco Africano de Desenvolvimento
  3. A União Africana (UA)
  4. A Comissão Económica para a África (CEA)
  5. A Cúpula América do Sul-África
  6. A Cooperação África-Países Árabes
  7. A Liga dos Estados Árabes
  8. O Banco Islâmico de Desenvolvimento
  9. A Organização para a Cooperação Islâmica (OCI)
  10. O Fundo de Abu Dabi para o Desenvolvimento

6- Plano de negócios para os mercados magrebinos.

Universidade Hispano-Africana de Negócios Internacionais
Visão U-EENI: Universidade Hispano-Africana de Negócios Internacionais

Faça o download do programa do curso: «Negócios no Magrebe» (PDF)

O curso os negócios no Magrebe estuda-se nos seguintes programas de ensino superior (Doutoramentos, Mestrados, Licenciaturas) à distância da EENI (Escola de Negócios) e da Universidade Hispano-Africana de Negócios Internacionais:

  1. Doutoramento em Negócios na África (EaD)
  2. Doutoramento Profissional Negócios nos Mercados Muçulmanos (EaD)
  3. Mestrados profissionais: Negócios Internacionais, Comércio Exterior, Países Muçulmanos, Mercados Fronteiriços
  4. Licenciatura em Negócios Interafricanos à distância
  5. Licenciatura em Comércio Internacional (à distância)

O curso «Negócios no Magrebe» tem os seus exercícios de modo evolutivo, assim ao terminar os exercícios e ao ser aprovados o estudante recebe o Diploma «Fazendo negócios no Magrebe». O estudante que já realizou o curso poderá validá-los e matricular-se na licenciatura, no mestrado ou no doutoramento da EENI (Escola de Negócios) e da Universidade Hispano-Africana de Negócios Internacionais.

Professores da EENI (Escola de Negócios) e da Universidade Hispano-Africana de Negócios Internacionais no Magrebe:

Mohamed Ali Ould Lemrabott, Mauritânia (Professor Universidade HA) Mauritânia: Maomé Ali LEMRABOTT

Oussama Bouazizi, Tunísia (Professor Universidade HA) Tunísia: Oussama Bouazizi

Modalidade. O curso apresenta-se em formato de educação à distância (EaD).

Confiamos na África

Área de conhecimento: África.

O curso «Negócios no Magrebe» inclui a ferramenta de Acesso aos mercados:
Acesso aos mercados

Estudantes da EENI no Magrebe e no Médio Oriente
Estudantes da EENI Médio Oriente

Estudantes da EENI (Escola de Negócios) e da Universidade Hispano-Africana de Negócios Internacionais na África
Estudantes da África da EENI (Escola de Negócios) e da Universidade Hispano-Africana

Exemplos - Negócios no Magrebe

Maomé Hassan Bensalah, empresário marroquino

Miloud Chaabi empresário

Curso: Fazendo negócios no Marrocos

Ali Haddad: Homem de negócios argelino

Cinco pilares Islão

Othman Benjelloun empresário marroquino

Aziz Akhannouch empresário marroquino

Comunidade dos Estados Sahel-Saarianos (CEN-SAD)

Anas Sefrioui empresário marroquino

Issad Rebrab (empresário argelino)

Conferência Islâmica (em árabe)

África - Cursos Fazendo negócios...

(c) EENI- Escola de Negócios & Universidade Hispano-Africana de Negócios Internacionais (1995-2018)