Escola de Negócios EENI Business School

Acordo AELC-Tunísia


Compartilhar por Twitter

Conteúdo programático da unidade curricular (UC): Acordo de Livre-Comércio Tunísia-Associação Europeia de Livre-Comércio.

  1. Introdução ao Acordo de Livre-Comércio Tunísia-Associação Europeia de Livre-Comércio (AELC);
  2. As questões incluídas no acordo comercial (ALC) Tunísia-Associação Europeia de Livre-Comércio;
  3. O comércio exterior (exportações, importações) entre a Associação Europeia de Livre-Comércio (a Islândia, o Liechtenstein, a Noruega, e a Suíça) e a República Tunisina.

Exemplo:
Acordo de Livre-Comércio Associação Europeia de Livre-Comércio (AELC)-Tunísia:
Associação Europeia de Livre-Comércio -Tunísia Acordo de Livre-Comércio (curso mestrado doutoramento)

Formação online (Curso, Mestrado, Doutoramento): Acesso preferencial / Acordos comerciais

Formação online (Curso, Mestrado, Doutoramento: Negócios nos mercados AELC / EFTA

Estudantes Negócios Internacionais, Curso Mestrado Doutoramento

A UC «Acordo de Livre Comércio Tunísia-Associação Europeia de Livre-Comércio» é estudada nos seguintes programas de ensino superior online ministrados pela EENI Global Business School (Escola de Negócios):

Mestrados (MIB): Negócios na Europa, África, Países Muçulmanos, Negócios Internacionais.

Mestrados em Comércio Exterior e Negócios Internacionais - Formação online

Cursos: Negócios nos países da AELC, Magrebe.

Doutoramento (Doutorado DIB): Negócios Europeus, Negócios Islâmicos, Negócios Africanos, Comércio Mundial.

Doutorados (Doutoramentos) Profissionais em Negócios Internacionais - Formação online

Línguas: Ensino superior à distância (Cursos, Mestrados, Doutoramento) em Português, comércio exterior + Mestrado negócios internacionais comércio exterior EAD em Espanhol AELC-Túnez Estudar em Inglês online, curso mestrado doutoramento, comércio exterior, negócios internacionais EFTA-Tunisia Estudar mestrado negócios internacionais e comércio exterior em Francês AELE-Tunisie.

Formação online (Curso, Mestrado, Doutoramento: Negócios no Magrebe

Acordo de Livre-Comércio (ALC) Associação Europeia de Livre-Comércio (AELC)-Tunísia.

A entrada em vigor do Acordo de Livre-Comércio (ALC) AELC-Tunísia: Junho 2005 (assinado em Dezembro de 2004).

O principal objetivo do Acordo de Livre-Comércio (ALC) Associação Europeia de Livre-Comércio-Tunísia é criar uma Área de Livre-Comércio através de liberalização do comércio bilateral.

O Acordo de Livre-Comércio Associação Europeia de Livre-Comércio-Tunísia inclui:

  1. O comércio de mercadorias (produtos industriais, incluídos os da pesca e os outros produtos marinhos, e os produtos agrícolas processados);
  2. O comércio de serviços;
  3. A contratação pública;
  4. A eliminação de barreiras técnicas ao comércio;
  5. Os direitos de propriedade intelectual;
  6. Os investimentos (IED);
  7. A solução de controvérsias;
  8. As regras de concorrência;
  9. As ajudas estatais;
  10. Os monopólios estatais;
  11. Os movimentos de capitais;
  12. A cooperação económica;
  13. O Comité Conjunto e a solução de controvérsias;
  14. ...

Os acordos separados sobre os produtos agrícolas básicos Estados da AELC (a Islândia, o Liechtenstein, a Noruega, a Suíça)-Tunísia.

As regras de origem: baseadas no modelo Euro-Mediterrânico.

A Associação Europeia de Livre-Comércio pertence ao Espaço Económico Europeu e a República Tunisina ao Espaço Económico magrebino.

Acordos de Livre-Comércio da Tunísia: União do Magrebe Árabe, CEN-SAD, União Europeia, Acordo de Agadir, Turquia...

Acordos de Livre-Comércio da Associação Europeia de Livre-Comércio (AELC): Canadá, Colômbia, Chile, México, Peru, América Central, Singapura, Índia, Coreia do Sul, Filipinas, Albânia, Bósnia e Herzegovina, Geórgia, Macedónia, Montenegro, Sérvia, Turquia, Ucrânia, Egito, Marrocos, União Aduaneira da África Austral (SACU), Conselho de Cooperação do Golfo, Jordânia, Líbano...

Mais informação: Tunísia (Portal Negócios em África da EENI).

  1. Tunes;
  2. Sfax;
  3. Sousse.

Confiamos em áfrica. Ensino superior a preços acessíveis para os africanos. Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé


(c) Escola de Negócios EENI Global Business School (1995-2022)
Não usamos cookies
Topo da página