Curso EAD: Religiões da China e Negócios

Escola de Negócios EENI & Universidade HA

Curso à distância (EAD) - Confucionismo, Taoismo e Negócios

O Curso de Especialização On-line «Confucionismo, Taoismo e Negócios» (5 ECTS) ministrado pela EENI Business School & HA University é composto por 4 módulos:

  1. Taoismo e Negócios
  2. Confucionismo e Negócios
  3. Outras religiões na China: Islão, cristianismo e budismo
  4. Espaço Económico da Civilização Sínica

Doutoramentos e mestrados:

  1. Doutoramento em Ética Global, Religiões e Negócios Internacionais
  2. Mestrado em Religiões, Negócios e Relações Económicas Internacionais

Por que estudar este curso?. Publico-alvo

Este curso é destinado principalmente aos executivos e as empresas que desejam fazer negócios na China (país BRICS, o maior mercado do mundo), um mercado onde a influência do taoismo e do confucionismo (assim como o budismo) é fundamental.

O taoismo e o confucionismo, o yin e o yang, responsabilidade e liberdade, representam os dois polos da sociedade chinesa, como o yin e o yang, o confucionismo não existiria sem o taoismo e vice-versa. Essas duas tradições de sabedoria, juntamente com o budismo e o xamanismo, fazem parte da civilização sínica e de toda a sua área de influência: o espaço económico sínico.

As multinacionais chinesas (HAIER, COSCO, Galanz, Huawei, Chint...) tornaram-se protagonistas da economia mundial, estando presentes nos cinco continentes e controlando empresas importantes em todo o mundo. 70% dos brinquedos no mundo, 40% das micro-ondas, 20% das geladeiras, 25% das lavadoras ou 30% dos aparelhos de ar condicionado são fabricados por empresas chinesas. A Zona Económica do Delta do Rio das Pérolas (53.000 fábricas) são a maior região exportadora e importadora da China, graças ao Acordo de Parceria Económica Mais Próxima (CEPA) com Hong Kong.

Para melhor entender a idiossincrasia das empresas chinesas, analisa-se o perfil de várias empresas e empreendedores chineses, onde será analisada a influência do confucionismo e do taoismo em sua estratégia de negócios e políticas de responsabilidade social corporativa. O GUANXI, baseado no confucionismo, é fundamental para entender a importância das relações pessoais na China.

Portanto, este curso também é recomendado para quem quer fazer negócios com empresas chinesas de qualquer lugar do mundo ou que queira trabalhar em uma empresa de origem chinesa.

Também será analisada a influência muito forte da China na África (a sinização da África, controle de matérias-primas), e o crescente peso da Coreia e do Japão no continente africano.

O curso também é voltado para todos aqueles que desejam fazer negócios nos mercados do Espaço Económico Sínico (China, Coreia do Sul, Hong Kong, Japão, Macau, Singapura, Taiwan e Vietname.

Educação continuada à distância (comércio exterior)

Informação EENI Se inscrever / Solicitação de informação

Módulos do curso - Confucionismo, Taoismo e Negócios

1- Confucionismo, Ética e Negócios

Confucionismo Ética e Negócios (Doutoramento EAD)

«A benevolência... Consiste em não fazer a outros o que não quer que te façam a ti». Analectos Livro XII-1, Confúcio

  1. Introdução ao confucionismo
  2. A figura de Confúcio
  3. Os Analectos (livros confucionistas)
  4. Os fundamentos do confucionismo
    1. As artes da paz
    2. A educação e o ritual
    3. A humanidade
    4. O poder
  5. Os princípios da ética do confucionismo
    1. O homem de moralidade superior
    2. O Justo Médio confuciano
    3. As palavras corretas
    4. A regra de ouro confucionista
  6. A importância da hierarquia confuciana
  7. A influência do confucionismo nos negócios
  8. O confucionismo hoje

Empresas e valores confucionistas

  1. Zhang Ruimin: empresário confucionista (China) «a essência da globalização é a localização»
  2. Empresas chinesas: Menglan, COSCO, KONKA, Guanxi Sanhuan, Jindie, Tianfa, Hong Qing Ting, Jiangsu Changfa

2- Taoismo, Ética e Negócios

Taoismo Ética e Negócios (Doutoramento EAD)

 «Quantas mais leis e regulações, mais ladrões» Tao LVII

  1. Introdução ao taoismo
  2. Lao Zi (fundador do taoismo)
  3. O Tao Te Ching: o Tao (Sentido) e o Te (Virtude)
  4. O Yin e o Yang
  5. Princípios éticos taoistas
    1. Wu Wei: o princípio de não agir
    2. A não-violência e taoismo
    3. O controle dos sentidos
    4. A sabedoria
    5. O desapego
  6. O taoismo hoje
  7. Taoistas famosos
  8. Governo e Taoismo
  9. Casos de empresas com influência taoista. Chang Yung-fa (I-Kuan Tao). Diretor da Evergreen (Taiwan)

3- Outras religiões na China: islão, cristianismo e budismo

  1. O budismo na China: a religião mais importante da China (embora a China seja um país secular)
  2. O cristianismo na China (67 milhões)
  3. O Islã na China
  4. O xamanismo

Nota: a análise do budismo não é feita neste curso, mas no curso sobre o budismo

4- Espaço Económico Sínico

  1. As religiões da China (taoismo, confucionismo e budismo) e sua relação com a civilização sínica
  2. O Espaço Económico Sínico
    1. A China como o estado central da civilização sínica
    2. Os países da área de influência da civilização sínica: a China, a Coreia do Sul, Hong Kong, o Japão, Macau, Singapura, Taiwan e o Vietname
      1. Embora o budismo seja a religião majoritária no Japão, a influência do taoismo e do confucionismo é muito significativa na cultura japonesa, assim como no xintoísmo.
      2. A Coreia do Norte tem sido historicamente um país de influência da Civilização Sínica. No entanto, a ditadura comunista impede a liberdade de religião
    3. A expansão da Civilização Sínica na África (sinização da África)
    4. A diáspora da civilização sínica
  3. Empresários e empresas chinesas
  4. Integração económica do espaço económico sínico
  5. Interações com outras civilizações
  6. Organizações económicas do espaço económico sínico

Exemplo do curso de especialização:

Zhang Ruimin, empresário confucionista (Mestrado)

Os objetivos do curso de especialização «Taoismo, Confucionismo e Negócios» são os seguintes:

  1. Conhecer os pilares do taoismo e do confucionismo
  2. Entender os princípios éticos dessas religiões
  3. Estudar a sua influência nos negócios e no espaço económico sínico
  4. Analisar os perfis de empresários e empresas confucionistas e taoistas
  5. Definir as características do espaço económico sínico
  6. Analisar as relações económicas e políticas da Civilização Sínica com as outras civilizações (ocidental, hindu, budista, islâmica e africana)
  7. Compreender os processos de integração económica e as principais organizações relacionadas com o espaço económico sínico
  8. Conhecer o perfil económico dos países de influência da civilização sínica

O curso «Confucionismo, Taoismo e Negócios» estuda-se nos seguintes programas de ensino superior à distância (EAD) da Escola de Negócios EENI & Universidade HA:
  1. Doutoramentos: Ética, Religiões e Negócios, Ásia, Comércio Global
  2. Mestrados: Negócios Internacionais, Comércio Exterior, Ásia
  3. Cursos: Negócios na China

Língua de estudo (curso bilíngue): Ensino superior à distância em Português + Mestrado negócios comércio EAD em Espanhol Religiones de China Estudar mestrado comércio exterior em Inglês Chinese Religions Estudar mestrado negócios internacionais em Francês Religions de la Chine

  1. Créditos do curso de especialização «Religiões da China»: 5 ECTS
  2. Duração estimada: 5 semanas
  3. Preço total do curso: 120 Euros (política de preços)
  4. Organização: EENI Business School & HA University
  5. Faça o download da estrutura curricular do módulo «Confucionismo, Taoismo e Negócios» (PDF)

O curso de especialização online tem os seus exercícios de modo evolutivo, assim ao terminar os exercícios e a ser aprovados o estudante recebe o diploma do curso de especialização «Confucionismo, Taoismo e Negócios» emitido pela EENI Business School & HA Independent University da Espanha (União Europeia)

Estudantes da África (mestrado negócios)

Por que estudar Religiões e Negócios Internacionais?

Procedimento de inscrição em linha continuo:

Procedimento de inscrição Curso Online EENI

Vantagens do ensino à distância, EENI & Universidade HA

Espaço Económico Sínico

Integração económica do espaço económico sínico (organizações económicas, acordos de livre-comércio...)

  1. Singapura e o Vietname são membros da Associação das Nações do Sudeste Asiático (ASEAN)
    1. Comunidade económica da ASEAN
    2. Área de livre-comércio da ASEAN
    3. O Vietname faz parte da Estratégia de Cooperação Económica do Mekong (ACMECS)
    4. A China, o Japão, a Coreia do Sul e os países da ASEAN são membros da ASEAN mais três
    5. Acordo de Livre-Comércio China-ASEAN
    6. Acordo de Parceria Económica ASEAN-Japão
    7. Área de livre-comércio da ASEAN-Coreia
    8. Outros acordos comerciais da ASEAN com a Austrália-Nova Zelândia, o Paquistão, o Canadá, a Índia, a União Europeia, a Rússia, os Estados Unidos
  2. Acordo de Livre-Comércio China-Singapura
  3. A China tem Acordos de Associação Económica com Hong Kong e Macau
  4. A China também tem acordos comerciais com o Japão e a Coreia do Sul
  5. A China tem um acordo-quadro para cooperação económica com Taiwan
  6. Acordo comercial Singapura- Coreia
  7. A China, a Coreia do Sul, Hong Kong, o Japão, Singapura, Taiwan e o Vietname são membros da Cooperação Económica Ásia-Pacífico (APEC) e do Conselho de Cooperação Económica do Pacífico (PEEC).
  8. A China, o Vietname e a Coreia são membros do Acordo Comercial Ásia-Pacífico (APTA) e da Organização para Cooperação entre Ferrovias (OSJD)
  9. A China e o Vietname fazem parte da Sub-região do Grande Mekong
  10. O Japão tem acordos de parceria económica com Singapura, a China, o Vietname e a Coreia do Sul
  11. Singapura, o Vietname e o Japão são membros do Acordo Estratégico Transpacífico de Associação Económica (TPP)
  12. Singapura tem acordos comerciais com o Japão, a Coreia e a China

Interações político-económicas da China com outras civilizações

  1. Civilização Ocidental
    1. América Latina: a China tem acordos de livre comércio com: Chile, Peru, Costa Rica, Comunidade Andina
    2. Europa:
      1. Acordos comerciais com a Islândia, a Noruega e a Suíça.
      2. Acordo União Europeia-China
    3. Oceânia: acordo de livre comércio com a Nova Zelândia e a Austrália
  2. Civilização Islâmica:
    1. A China tem acordos de livre comércio com o Paquistão, o Conselho de Cooperação do Golfo (GCC)
    2. A China é membro do Programa de Cooperação Económica Regional da Ásia Central (CAREC), formado pelo Afeganistão, Azerbaijão, Cazaquistão, Quirguistão, Paquistão, Tajiquistão, Turcomenistão, Uzbequistão e Mongólia (país budista).
  3. Civilização Hindu: Tratado de Comércio Regional China-Índia
  4. Civilização ortodoxa: acordo China-Moldávia, acordo China-União Económica Euroasiática
  5. Civilização africana:
    1. Fórum China-África: um instrumento fundamental de política comercial para o desenvolvimento africano
    2. A China tem acordos comerciais preferenciais com praticamente todos os países africanos
    3. África-Países BRICS (a China é um dos países BRICS)
  6. Acordos com várias civilizações: a China é membro da Organização para a Cooperação de Xangai (SCO) formada por países muçulmanos (Cazaquistão, Quirguistão, Tajiquistão e Uzbequistão) e Rússia (país ortodoxo)

Interações político-económicas da Coreia do Sul com outras civilizações

  1. Civilização Africana:
    1. Associação África-Coreia do Sul
    2. Acordo comercial com a União Aduaneira da África Austral (SACU)
  2. Civilização Hindu: Acordo Índia-Coreia do Sul
  3. Civilização Ocidental:
    1. América Latina: acordos comerciais com o Peru, Chile, MERCOSUL, México, América Central, Colômbia
    2. América do Norte: acordo com os Estados Unidos e o Canadá
    3. Oceânia: acordos com a Austrália e a Nova Zelândia
    4. Europa:
      1. Acordo entre a União Europeia e a Coreia do Sul
      2. Acordo de Livre Comércio da Coreia do Sul - Associação Europeia de Livre-Comércio (AELC) (Islândia, Liechtenstein, Noruega e Suíça)
  4. Civilização islâmica: acordos com o Conselho de Cooperação do Golfo, a Indonésia, a Malásia e a Turquia
  5. Civilização ortodoxa: acordo com a Rússia

Interações político-económicas do Japão com outras civilizações

  1. Civilização Africana: a Conferência Internacional de Tóquio sobre o Desenvolvimento da África (TICAD)
  2. Civilização Hindu: Acordo de Associação Económica com a Índia
  3. Civilização Ocidental:
    1. América Latina: acordos de livre comércio com o México, o Chile e o Peru
    2. Oceânia: acordo com a Austrália
    3. Europa: acordo de parceria com a Suíça e a União Europeia
  4. Civilização Islâmica: Acordos de Associação Económica com Brunei, Indonésia, Malásia
  5. Civilização ortodoxa: acordo com a Rússia
  6. Civilização budista: acordo com a Tailândia

Interações político-económicas de Singapura com outras civilizações

  1. Civilização hindu: acordo Índia-Singapura
  2. Civilização Ocidental:
    1. América Latina: acordos com o Peru, Panamá, a Costa Rica e o México
    2. América do Norte: acordos com os Estados Unidos e o Canadá
    3. Oceânia: acordos com a Austrália e a Nova Zelândia
    4. Europa: acordo com os Estados da AELC
  3. Civilização islâmica: acordos com a Jordânia, o Paquistão e o Conselho de Cooperação do Golfo (GCC)
  4. Civilização ortodoxa: acordo com a Ucrânia
  5. Singapura também pertence à Associação da Bacia do Oceano Índico (IORA)

Interações político-económicas de Taiwan com outras civilizações

  1. Civilização ocidental (América Latina): acordos com Guatemala, Panamá, Nicarágua e El Salvador-Honduras

Interações político-económicas do Vietname com outras civilizações

  1. Civilização islâmica: zona de livre comércio com a União Económica Eurasiática
  2. Civilização ortodoxa: união aduaneira com a Rússia
  3. Civilização budista: acordo de comércio entre Laos e Vietname
  4. O Vietname faz parte da Comissão do Rio Mekong

Outras organizações económicas relacionadas com a civilização Sínica

  1. Fórum para a Ásia
  2. Diálogo de Cooperação da Ásia
  3. Reunião Económica Ásia-Europa (ASEM)
  4. Fórum de Cooperação América Latina-Ásia do Leste (FOCALAL)
  5. Diálogo Ásia-Médio Oriente (AMED)
  6. Plano Colombo
  7. Comissão Económica e Social para a Ásia e o Pacífico (ESCAP)
  8. Banco Asiático de Desenvolvimento
  9. Nova Parceria Estratégica África-Ásia (NAASP)

Harmonia entre as religiões (Doutoramento EAD) Mestrado Curso: negócios Ahimsa (Não-Violência)

Exemplos do Curso

Taoismo Wu Wei

Curso EAD: Comércio exterior China-África

Ética do confucionismo (Doutoramento)

Chang Yung-fa Empresário Taiwan (Curso)

Ética Taoista (doutoramento)

Curso EAD: Comércio exterior África-Coreia do Sul

China Marketing internacional (Mestrado EAD)

China Galanz

Alibaba China

Curso EAD: Comércio exterior Japão-África





Tweter.png Tweet 
Envie para um amigo:

/ / Envie-nos um WhatsApp / Contactar Skype / Contato por telefone / Print /
Info EENI Voltar

Religiões e negócios.



(c) Escola de Negócios EENI & Universidade HA (1995-2019). Não usamos cookies.