Acordo Comercial Ásia-Pacífico (APTA), Curso

Escola de Negócios EENI & Universidade HA

Conteúdo programático da unidade curricular (EAD) - Acordo Comercial Ásia-Pacífico (Bangladesh China Índia) APTA

  1. Introdução ao acordo Comercial Ásia-Pacífico (APTA)
  2. O perfil económico dos membros do acordo (APTA): o Bangladesh, a China, a Índia, a República da Coreia, a República Democrática Popular Lau, a Mongólia e o Sri Lanka
  3. As concessões tarifárias do APTA
  4. As regras de origem do Acordo Comercial Ásia-Pacífico
  5. Os indicadores de rendimento para os membros do Acordo Comercial Ásia-Pacífico

O Acordo MERCOSUL-Índia


A unidade curricular «O Acordo Comercial Ásia-Pacífico (APTA)» estuda-se nos seguintes programas de ensino superior à distância (EAD) da Escola de Negócios EENI & Universidade HA:
  1. Mestrados: Ásia, Mercados Muçulmanos, Negócios Internacionais, Comércio Exterior, Relações Económicas
  2. Doutoramentos: Comércio Mundial, Negócios na Ásia

Materiais de estudo em Ensino superior à distância em Português ou Estudar mestrado comércio exterior em Inglês Asia Pacific Trade Agreement  Mestrado negócios comércio EAD em Espanhol Acuerdo Comercial Ásia-Pacífico Estudar mestrado negócios internacionais em Francês Accord commercial Asie-Pacifique APTA.

Estudante doutoramento / mestrado EAD comércio exterior

Exemplo da unidade curricular online - O Acordo Comercial Ásia-Pacífico (APTA):
Acordo Comercial Ásia-Pacífico (Curso)





Tweter.png Tweet 
Envie para um amigo:

/ / Envie-nos um WhatsApp / Contactar Skype / Contato por telefone / Print /
Info EENI Voltar

Descrição da unidade curricular (EAD): o Acordo Comercial Ásia-Pacífico (APTA):

O Acordo Comercial Ásia-Pacífico (APTA), anteriormente chamado Acordo de Banguecoque, foi assinado em 1975 baixo a iniciativa da Comissão Económica e Social para a Ásia e o Pacífico (CESAP).

O Acordo Comercial Ásia-Pacífico (APTA) é um regime tarifário preferencial que tem como objetivo promover o comércio exterior intrarregional através do intercâmbio das concessões mutuamente acordadas entre os países-membros.

Os Estados-membros do Acordo Comercial Ásia-Pacífico (APTA) são o Bangladesh, a China, a Índia, a República da Coreia, a República Democrática Popular Lau, a Mongólia e o Sri Lanka.

O Acordo Comercial Ásia-Pacífico é o único acordo comercial operativo que inclui a China e a Índia, os mercados de mais rápido crescimento do mundo, com uma base de clientes de 2,4 bilhões de pessoas, bem como outros grandes mercados asiáticos como a República da Coreia.

A declaração final da reunião do Acordo Comercial Ásia-Pacífico reiterou o acordo dos integrantes de prolongar esse bloco comercial para convertê-lo em um «verdadeiro acordo de toda a região Ásia-Pacífico».

O comércio internacional entre os seis países do Acordo Comercial Ásia-Pacífico (APTA) atingiu 3,1 bilhões de dólares.

Em fevereiro de 2009 celebrou-se em Banguecoque a trigésima primeira reunião do Comité Permanente do Acordo Comercial Ásia-Pacífico; segundo as autoridades, chegou-se a um consenso sobre as questões tais como o comércio de serviços, o investimento, os acordos-quadro sobre a facilitação do comércio exterior, e as normas de origem.

Nota. Os temas seguintes só estão disponíveis em inglês:
- Concessões tarifárias. As regras de origem.
- Indicadores de rendimento para os membros do Acordo Comercial Ásia-Pacífico.

O Acordo Comercial Ásia-Pacífico (APTA) pertence ao Espaço Económico da Eurásia Central da Civilização Islâmica, a Civilização Budista, a Civilização Hindu e a civilização sínica.



(c) Escola de Negócios EENI & Universidade HA (1995-2019). Não usamos cookies.