Tratados de livre comércio (TLC) da União Europeia

EENI- Escola Superior de Negócios Internacionais

Conteúdo programático da subunidade curricular: os tratados de livre comércio (TLC) da União Europeia (UE).

  1. Tratados de livre comércio (TLC) da União Europeia (UE)
  2. Acordos comerciais regionais da União Europeia (UE):
  3. Tratados comerciais da UE
  4. Uniões Aduaneiras
  5. Integração económica regional
  6. Negociações bilaterais e regionais em processo
A subunidade curricular "Tratados de livre comércio (TLC) da União Europeia" estuda-se:
  1. Mestrados profissionais: Negócios Internacionais, Europa

Idioma de estudo: Português + En Agreements EU Es UE Fr UE.

Exemplo da subunidade curricular - Acordos da União Europeia
:Sistema Preferências Generalizadas

Descrição da unidade curricular - Tratados de livre comércio (TLC) da União Europeia:

A União Europeia é a maior potencia de comércio exterior do mundo, representando o 20% das importações e das exportações totais mundiais.

A China é o segundo maior parceiro comercial da União Europeia depois dos Estados Unidos. O Livre Comércio entre seus membros foi a base do crescimento da União Europeia (UE).

Os tratados de livre comércio estão desenhados para criar oportunidades de:

  1. Abertura de novos mercados para os produtos e os serviços
  2. Aumento das oportunidades de investimento direto estrangeiro (IDE)
  3. Conseguir que o comércio exterior seja mais produtivo, através da supressão de todos os direitos aduaneiros
  4. Conseguir que o comércio exterior seja mais ágil para facilitar o trânsito de produtos mediante as aduanas e a criação de normas comuns sobre as normas técnicas e sanitárias
  5. Fazer que o ambiente político seja mais previsível através da adoção de compromissos conjuntos nas áreas que afetam ao comércio exterior (os direitos da propriedade intelectual, as normas da concorrência e as compras públicas)

A União Europeia adapta sua estratégia à cada situação de cada país parceiro. Como regra geral, quanto mais ambicioso seja um tratado de livre comércio, mais benefícios vão a ser obtidos de tais Acordos. A política comercial da União Europeia (UE) é estreitamente vinculada a sua política de desenvolvimento.

A União Europeia outorgou um acesso livre das tarifas aduaneiras ou recorte dos direitos de importação ao mercado interno para a maioria das importações dos países em desenvolvimento através do Sistema Generalizado de Preferências (SPG).

A União Europeia desenvolveu uma nova estratégia comercial e de desenvolvimento com seus 78 parceiros da África, o Caribe e o Pacífico (Países ACP), cujo objetivo é conseguir sua integração na Economia mundial.

A União Europeia também tem um acordo comercial com a África do Sul, que conduzirá ao livre comércio, e estão-se negociando um tratado de livre comércio (TLC) com os seis membros do Conselho de Cooperação do Golfo ( Barém, Kuwait, Omã, Catar, Arábia Saudita e os Emirados Árabes Unidos).

A União Europeia tem acordos com o México e o Chile, tem estado tratando de negociar um acordo para liberalizar o comércio bilateral com o MERCOSUL (Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai).

  1. União Europeia-Países andinos
  2. União Europeia-MERCOSUL Tratado de Livre Comércio
  3. União Europeia-Chile Tratado de Livre Comércio
  4. México-União Europeia Tratado de Livre Comércio
  5. União Europeia-América Central Acordo de Associação
  6. Acordo Comercial União Europeia-Rússia
  7. União Europeia-Associação Europeia de Livre Comércio (AELC)
  8. União Europeia-Coreia do Sul Tratado de Livre Comércio
  9. ASEAN-União Europeia (UE)
  10. União Europeia-Conselho de Cooperação do Golfo (CCG)
  11. Acordo de Parceria Económica CARIFORUM-União Europeia
  12. União Aduaneira Turquia-União Europeia (UE)
  13. Índia-União Europeia (UE)
  14. Acordo de Associação União Europeia-Argélia
  15. União Europeia-Costa do Marfim
  16. União Europeia-Líbano
  17. CARIFORUM

CARIFORUM-União Europeia

Acordo América Central-União Europeia

SADC União Europeia
SADC-União Europeia



EENI Escola de Negócios