Fazendo negócios nos Camarões

EENI- Escola Superior de Negócios Internacionais

Conteúdo programático da unidade curricular - comércio exterior e negócios nos Camarões (Duala Yaoundé).

  1. Introdução a República dos Camarões (África Central)
  2. Fazendo negócios em Yaoundé (Ongole) e em Duala
  3. Economia camaronesa
  4. Comércio exterior camaronês
  5. Porto de Duala
  6. Negócios e oportunidades de investimento nos Camarões
      - Agricultura e Agronegócio
      - Construção
      - Serviços de negócios
      - Mineração
      - Turismo
  7. Estudo de caso:
      - Camarões Telecomunicações.
      - Grupo Fadil
  8. Como investir nos Camarões
  9. Agência de Promoção de Investimentos dos Camarões (CIPA)
  10. Introdução ao inglês e o francês
  11. Acesso ao mercado camaronês
  12. Plano de negócios para os Camarões

Objetivos da unidade curricular "Fazendo negócios nos Camarões":

  1. Analisar a economia e o comércio exterior camaronês
  2. Avaliar as oportunidades de negócio nos Camarões
  3. Analisar as relações comerciais dos Camarões com o país do aluno
  4. Conhecer os tratados de livre comércio (TLC) dos Camarões
  5. Desenvolver um plano de negócios para o mercado camaronês
  6. Analisar o perfil de empresas camaronesas
A unidade curricular "Comércio e negócios nos Camarões" estuda-se:
  1. Doutoramento em Negócios na África (EaD)
  2. Curso: África Central
  3. Mestrados e-learning: Negócios Internacionais, África Subsariana

Idioma de estudo: Pt + En Cameroon Fr Cameroun Es Camerun.

  1. Créditos da unidade curricular "Fazendo negócios nos Camarões": 2 ECTS
  2. Duração estimada: 2 semanas

Exemplo da unidade curricular - Fazendo negócios nos Camarões:
Fazendo negócios nos Camarões

Professores da EENI dos Camarões: Prospero Kemayou e Paterson Ngatchou

Descrição da unidade curricular - Negócios nos Camarões

A República dos Camarões (África):

Os Camarões: o 40% do PIB da CEMAC.

Os Camarões está localizado na África Central, fazendo fronteira com Chade, República Centro-Africana, Congo, Gabão, Guiné Equatorial e Nigéria.

  1. Idiomas: o francês (80% da população) e o inglês (20%)
  2. Área: 475 440 quilómetros quadrados
  3. População: 20 milhões de pessoas
  4. Independência: 1960 (França)
  5. Capital: Yaoundé (2,5 milhões de pessoas)
  6. Duala (maior cidade: 3 milhões de pessoas, Porto de Duala)

Religião nos Camarões: cristianismo

Os Camarões pertencem ao espaço económico da África Central da civilização africana.

CEMAC África Central

Os Camarões têm acesso preferencial...

  1. Comunidade Económica e Monetária da África Central (CEMAC)
  2. Comunidade Económica dos Estados da África Central (CEEAC)
  3. Os Camarões é um país beneficiário da Lei de Crescimento e Oportunidades para a África (AGOA)
  4. Acordo de Cotonou (UE)
  5. Sistema de Preferências Generalizadas (SPG)

A economia camaronesa:

  1. A economia camaronesa é baseada principalmente no setor primário (42% do PIB).
  2. Principais fontes de renda são a agricultura, a pesca, a silvicultura, a mineração e a indústria.
  3. Crescimento do PIB camaronês: 5%
    - Setor terciário (47,8% do PIB)
    - Setor primário (22,5%)
    - Setor secundário (29,7%)
  4. Os Camarões representam o 40% do PIB da CEMAC e o 39% das exportações totais da CEMAC
  5. Inflação: 2,3%
  6. Setores económicos mais dinâmicos: o comércio, a construção, a agricultura, a indústria, as indústrias extrativas (o petróleo e o gás)
  7. Moeda: o Franco CFA. A desvalorização do franco CFA, aumentando a competitividade dos setores agrícola, permitiu aos Camarões retomar o crescimento
  8. A batalha contra a corrupção e a pobreza é uma prioridade do governo
  9. Setor-chave da economia camaronesa, a agricultura emprega 70% da força de trabalho e contribui com um 42% para a formação do PIB nacional.
  10. A agricultura dos Camarões é rica e diversificada. Os principais cultivos são o cacau, café, algodão, banana, seringueira, batata e pimenta.
  11. Os Camarões tem quatro portos independentes. O Porto autónomo de Duala representa 95% do transporte de mercadorias dos Camarões.

O setor de telecomunicações sendo desenvolvido muito rapidamente nos Camarões. A Telecomunicações Camarões (CAMTEL) é uma sociedade anónima detida a 100% pelo Estado dos Camarões. Criado em 1998, Camtel é fortemente envolvido no desenvolvimento e modernização das telecomunicações nos Camarões. A empresa deve garantir uma excelente qualidade da infraestrutura nacional num setor altamente competitivo. Ela acaba de assinar uma plataforma com uma empresa chinesa para a encomenda de 5.000 linhas de aparelhos de telefone celular.

Porto de Duala

Porto internacional mais próximo: o Porto de Pointe Noire (República do Congo).

Corredores transafricanos:

  1. Rodovia Transafricana Trípoli-Windhoek
  2. Corredor Lagos-Mombaça
  3. Rodovia Transaheliana

CEEAC África Central

Os Camarões é membro...

  1. Organização para a Harmonização em África do Direito dos Negócios (OHADA)
  2. Banco dos Estados da África Central
  3. Autoridade da Bacia do Níger
  4. Banco Africano de Desenvolvimento
  5. Banco Islâmico de Desenvolvimento
  6. Comissão Económica para a África (CEA)
  7. União Africana (UA)
  8. Nova Parceria para o Desenvolvimento da África (NEPAD)
  9. Organização para a Cooperação Islâmica (OCI)
  10. Organização Internacional da Francofonia
  11. Comunidade das Nações
  12. Organização Mundial do Comércio (OMC), BM, NU...

Autoridade Bacia Níger


EENI Escola de Negócios