Fazendo negócios na República Centro-Africana

EENI- Escola Superior de Negócios Internacionais

Conteúdo programático da unidade curricular: comércio exterior e negócios na República Centro-Africana. Bangui

  1. Introdução a República Centro-Africana (África Central)
  2. Fazendo negócios em Bangui
  3. Economia da República Centro-Africana
  4. Comércio exterior centro-africano
  5. Introdução ao francês
  6. Acesso ao mercado centro-africano
  7. Plano de negócios para a República Centro-Africana

Objetivos da unidade curricular "Fazendo negócios na República Centro-Africana":

  1. Analisar a economia e o comércio exterior centro-africano
  2. Avaliar as oportunidades de negócio na República Centro-Africana
  3. Analisar as relações comerciais da República Centro-Africana com o país do aluno
  4. Conhecer os tratados de livre comércio (TLC) da República Centro-Africana
  5. Desenvolver um plano de negócios para o mercado centro-africano
A unidade curricular "Comércio exterior e negócios na República Centro-Africana" estuda-se:
  1. Mestrados profissionais à distancia (EaD): Negócios Internacionais, África Subsariana
  2. Doutoramento profissional Negócios na África (EaD)
  3. Curso: África Central

Idioma de estudo: Pt + En Central African Rep. Fr Centrafricaine Es Centroafricana.

  1. Créditos da unidade curricular "Fazendo negócios na República Centro-Africana": 1 ECTS
  2. Duração estimada: 1 semana

Exemplos da unidade curricular - Fazendo negócios na República Centro-Africana
CEMAC África Central

Confiamos na África

Descrição da unidade curricular - Negócios na República Centro-Africana.

A República Centro-Africana (África) alcançou o limite da Iniciativa dos Países Pobres Altamente Endividados.

A República Centro-Africana: um país em transição.

  1. Principais cidades da República Centro-Africana: Bangui (Capital), Bimbo, Berberati, Carnot, Bambari Bouar...
  2. Idiomas oficiais da República Centro-Africana: o francês e o sargo
  3. População centro-africana: 3.895.139 de pessoas
  4. A pobreza é um fenómeno real na República Centro-Africana: 67% da população (2.618.000 pessoas) vivem por debaixo do limite de pobreza
  5. Países vizinhos da República Centro-Africana: o Sudão, Sudão do Sul, Chade, Camarões, a República do Congo e a República Democrática do Congo

Religião na República Centro-Africana: Cristianismo

  1. Catolicismo (0.9 milhões de pessoas) e Protestantes (0.9 milhões).
  2. Islão.

A República Centro-Africana pertence ao espaço económico da África Central da civilização africana.

Economia da República Centro-Africana:

  1. A agricultura representa o 55% do PIB centro-africano
  2. Principais cultivos são a iúca, a banana, o milho, o café, o algodão e o tabaco
  3. A região do noroeste e do centro da República Centro-Africana representa uma importante região agrícola para os cultivos agrícolas de algodão e da cana-de-açúcar
  4. A exploração florestal na República Centro-Africana contribui de maneira significativa ao produto interno bruto, com grandes recursos de madeira tropical
  5. A mineração (ouro e os diamantes) representa outro importante recurso da República Centro-Africana em termos de rendimentos de exportação: a produção oficial de joias de diamantes (em sua maioria artesanal) foi de 500.000 quilates anuais
  6. A base industrial centro-africana é quase inexistente e não foi suficientemente desenvolvida em comparação com os países vizinhos (como por exemplo, os Camarões)
  7. Grave crise política centro-africana: Enquadramento de Transição (presidente autoproclamado)
  8. Crescimento do PIB centro-africano (2014): -34,2%. 2015: 1,5%
    - Setor primário: 50% do PIB
    - Setor secundário: 20%
    - Setor terciário: 30%
  9. Inflação centro-africana: 6,5%
  10. Moeda: o CFA
  11. Setor mais dinâmico: novas tecnologias da informação
  12. Potencial mineiro: diamantes, ouro, urânio, ferro, petróleo

CEEAC África Central

Portos mais próximos:

  1. Porto de Duala (Camarões), é o principal porto do comércio internacional da República Centro-Africana (Corredor Mombaça - República Centro-Africana - Lagos)
  2. Porto de Pointe Noire (República do Congo): pelo Caminho-de-ferro Congo - Oceano e pela via fluvial

Corredores transafricanos:

  1. Corredor Lagos-Mombaça
  2. Corredor Trípoli-Windhoek

A República Centro-Africana tem acesso preferencial...

  1. Comunidade Económica dos Estados da África Central (CEEAC)
  2. Comunidade Económica e Monetária da África Central (CEMAC)
  3. Comunidade dos Estados Sahel-Saarianos (CEN-SAD)
  4. Sistema de Preferências Generalizadas (SGP)
  5. Acordo de Cotonou
  6. AGOA - Lei de Crescimento e Oportunidades para a África

A República Centro-Africana é membro:

  1. Conferência Internacional sobre a região dos Grandes Lagos
  2. Nova Parceria para o Desenvolvimento da África (NEPAD)
  3. África-América do Sul (ASA)
  4. Fórum China-África
  5. Fórum África-Índia
  6. Banco Africano de Desenvolvimento
  7. Organização Internacional da Francofonia...
  8. Comissão Económica para a África (CEA)
  9. União Africana (UA)
  10. Organização para a Harmonização em África do Direito dos Negócios (OHADA)

Grandes Lagos África

CEN-SAD Comunidade Estados Sahelo-Saarianos

Trípoli-Windhoek Corredor



EENI Escola de Negócios