Escola de Negócios EENI Business School

Comércio e Negócios no Uganda, Kampala


Compartilhar por Twitter

Conteúdo programático da unidade curricular (UC). Comércio exterior e negócios no Uganda - Kampala.

  1. Introdução à República do Uganda (África Oriental);
  2. A economia do Uganda
    1. O setor de floricultura no Uganda;
    2. As oportunidades de negócios no setor do agronegócio: peixe, frutas, legumes..;
    3. As tecnologias de informação e comunicações no Uganda.
  3. O comércio exterior ugandense
    1. Os acordos de livre-comércio (ALC) do Uganda;
    2. Incentivos à exportação.
  4. Investir no Uganda;
  5. Fazendo negócios em Kampala, Mbarara, Gulu;
  6. Casos de estudo:
    1. Madhvani;
    2. A Associação de Exportadores de flores do Uganda;
    3. A Companhia Rosebud;
    4. Mehta;
    5. AYA;
    6. BIDCO refinarias de petróleo.
  7. Acesso ao mercado ugandense;
  8. Plano de negócios para o Uganda.

Os objetivos da UC «Comércio exterior e negócios no Uganda» são os seguintes:

  1. Analisar a economia e o comércio exterior (exportações, importações, investimentos IED) ugandense;
  2. Avaliar as oportunidades de negócio no Uganda;
  3. Analisar as relações comerciais do Uganda com o país do estudante;
  4. Conhecer os acordos de livre-comércio do Uganda;
  5. Analisar o perfil de empresas ugandesas;
  6. Desenvolver um plano de negócios para o mercado ugandense.

Exemplo:
Comunidade da África Oriental (EAC) Quénia, Uganda, Tanzânia, Burúndi, Ruanda, Sudão do Sul

Formação online (Curso, Mestrado, Doutoramento: Negócios na África Oriental

Estudante mestrado em comércio exterior e negócios internacionais

A UC «Comércio Exterior e Negócios no Uganda» é estudada nos seguintes programas de ensino superior online ministrados pela EENI Global Business School (Escola de Negócios):

Mestrados (MIB): Negócios em África, Negócios Internacionais, Comércio Exterior.

Mestrados em Comércio Exterior e Negócios Internacionais - Formação online

Doutoramento (Doutorado DIB): Negócios Africanos, Comércio Mundial.

Doutorados (Doutoramentos) Profissionais em Negócios Internacionais - Formação online

Curso Superior: Negócios na África Oriental.

Línguas: Ensino superior à distância (Cursos, Mestrados, Doutoramento) em Português, comércio exterior ou Estudar em Inglês online, curso mestrado doutoramento, comércio exterior, negócios internacionais Uganda Estudar mestrado negócios internacionais e comércio exterior em Francês Ouganda Mestrado negócios internacionais comércio exterior EAD em Espanhol Uganda.

  1. Créditos da UC «Comércio exterior e negócios no Uganda»: 2 ECTS;
  2. Duração: 2 semanas.

Shule ya biashara.

Confiamos em áfrica. Ensino superior a preços acessíveis para os africanos. Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé

Comércio exterior e negócios no Uganda.

O Uganda: um dos mercados fronteiriços africanos de maior crescimento e aberto ao investimento externo (IED).

Formação online (Curso, Mestrado, Doutoramento: Transporte e logística em África

Transporte e logística no Uganda.

  1. Corredores transafricanos:
    1. Corredor do Norte;
    2. Corredor Lagos-Mombaça;
    3. Corredor Central.
  2. Portos mais próximos:
    1. Porto de Dar es Salaam (Tanzânia);
    2. Porto de Mombaça (Quénia) - Caminho de Ferro.

Exemplo:
Corredor Africano Multimodal do Norte: o Uganda, o Ruanda e o Burúndi com o porto marítimo de Mombasa, no Quénia. Curso transporte rodoviário

Formação online (Curso, Mestrado, Doutoramento: Integração regional africana

Exemplo:
Autoridade Intergovernamental para o desenvolvimento (IGAD) o Jibuti, a Etiópia, o Quénia, a Somália, o Sudão e o Uganda

Formação online (Curso, Mestrado, Doutoramento: Facilitação do Comércio

Exemplo:
União Aduaneira COMESA (Mercado Comum da África Oriental e Austral)

Formação online (Curso, Mestrado, Doutoramento: Instituições africanas (UA, AFDB, AUDA-NEPAD, UNECA)

Organizações económicas e comerciais africanas.

  1. União Africana (UA)
    1. Agência de Desenvolvimento da União Africana (AUDA-NEPAD);
    2. Convenção sobre a Prevenção e Luta contra a corrupção (UA);
    3. Programa integrado para o desenvolvimento da agricultura em África (CAADP).
  2. Comissão Económica das Nações Unidas para a África (CEA);
  3. Banco Africano de Desenvolvimento (BAfD);
  4. África-Países BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China, África do Sul);
  5. Fórum de Diálogo Índia-Brasil-África do Sul;
  6. Cúpula América do Sul (Brasil)-África (ASA);
  7. Fórum de Cooperação China-África (FOCAC);
  8. Acordo para a cooperação África-Índia;
  9. Associação África-Turquia;
  10. Nova Parceria Estratégica África-Ásia (NAASP);
  11. Associação África-Coreia do Sul;
  12. Relações África-Japão (TICAD).

Formação online (Curso, Mestrado, Doutoramento: Organizações islâmicas

Organizações islâmicas.

  1. Cooperação África-Países árabes (ASA);
  2. Banco Árabe para o desenvolvimento económico de África (BADEA);
  3. Organização para a Cooperação Islâmica (OCI);
  4. Banco Islâmico de Desenvolvimento (BIsD).

Formação online (Curso, Mestrado, Doutoramento: Globalização e organizações

Organizações económicas globais.

  1. Nações Unidas (NU)
    1. Conferência sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD);
    2. Organização Mundial da Propriedade Intelectual (OMPI);
    3. Centro de Comércio Internacional (INTRACEN);
    4. Comissão para o Direito Comercial Internacional (CNUDCI).
  2. Banco Mundial (BM);
  3. Organização Mundial do Comércio (OMC);
  4. Fundo Monetário Internacional (FMI).

Exemplo:
Acordo Tripartido COMESA-EAC-SADC África, facilitação do comércio, do transporte (corredores...), da eliminação de barreiras técnicas ao comércio não-tarifárias

República do Uganda.

O Uganda desfruta da uma localização privilegiada no coração da África Subsariana, na região da África oriental.

  1. O Uganda faz fronteira com o Sudão do Sul, o Quénia, a Tanzânia, o Ruanda e a República Democrática do Congo;
  2. As principais línguas do Uganda: inglês e suaíli;
  3. A população ugandesa: 42 milhões de habitantes;
  4. A área ugandesa: 236.040 quilómetros quadrados;
  5. A capital ugandesa: Kampala (Nansana, Kira, Makindye-Ssabagabo, Mukono);
  6. As maiores cidades ugandesas: Kampala, Mbarara e Gulu;
  7. Tipo de governo do Uganda: República presidencialista;
  8. A independência do Uganda do Reino Unido: outubro de 1962;
  9. A moeda ugandesa: Shilling do Uganda.

Mais informação: Uganda (Portal Negócios em África da EENI).

As principais religiões no Uganda:

  1. O cristianismo (Protestantismo e catolicismo: 15 milhões de habitantes) - Islão (12%).
    1. Os cristãos representam 84% da população do Uganda;
    2. A Igreja Católica Romana tem o maior número de seguidores (41,9%), seguida da Igreja Anglicana do Uganda (35,9%).
  2. Os muçulmanos representam 10-12% da população ugandesa. A população muçulmana é principalmente sunita;
  3. As religiões tradicionais africanas.

O Uganda pertence ao Espaço Económico da África Oriental da Civilização Africana.

Formação online (Curso, Mestrado, Doutoramento: Cristianismo e Negócios (catolicismo, protestantismo)

Exemplo:
Iniciativa da Bacia do Nilo: Burúndi, Congo, Egito, Quénia,...

Comércio Exterior (exportações, importações) Formação online (Curso, Mestrado, Doutoramento)

A economia do Uganda.

  1. O Uganda é o segundo maior produtor de café de África;
  2. A economia do Uganda tem um grande potencial;
  3. O Uganda oferece uma oportunidade excecional para os negócios no coração de África;
  4. O Uganda já é o pais preferido de várias corporações e organizações económicas internacionais;
  5. O Uganda é uma das economias de mais rápido crescimento (6%) e um dos países mais liberais para o investimento estrangeiro em África;
  6. Um lugar onde as oportunidades de negócio são muitas, é um lugar ideal para criar uma ponte para o acesso à África;
  7. Dotada de importantes recursos naturais, incluindo a terra fértil, as precipitações regulares ou os depósitos minerais, o Uganda é preparado para um rápido crescimento económico;
  8. No entanto, a instabilidade política crónica e o gerenciamento económico errático produziram um recorde negativo persistente;
  9. As exportações de mercadorias não-tradicionais (vestuário, o couros e peles, baunilha, legumes, frutas, flores, peixes...) estão crescendo, enquanto as exportações tradicionais (algodão, chá, o tabaco) continuarão serem os pilares da economia.

O desempenho do setor agrícola no Uganda tem melhorado continuamente. O Uganda tem uns bons solos agrícolas (terras aráveis) e climáticos, como grandes oportunidades de investimento e negócio nos seguintes subsetores:

  1. Peixes;
  2. Café;
  3. Flores;
  4. Frutas e legumes;
  5. Silvicultura.

O Conselho para a Promoção de Exportações do Uganda é uma organização de promoção pública de comércio internacional, trabalhando baixo a superintendência do Ministério de turismo, indústria e comércio do Uganda.

Principais oportunidades de negócio no Uganda.

  1. O setor agroalimentar: peixe, frutas, verduras..;
  2. As tecnologias de informação e comunicação;
  3. A floricultura.

Tecnologias de informação e comunicação no Uganda.

  1. É um setor dinâmico e vibrante, o setor registou um crescimento de dois dígitos desde 2000 e cresceu um 33%;
  2. Os fluxos de investimento estrangeiro direto foram muito fortes, o setor atraiu a mais de 73 milhões de dólares;
  3. O emprego direto situa-se em 6.000 pessoas, enquanto mais de 350.000 pessoas são empregadas indiretamente;
  4. O dinamismo do setor é o resultado do bom enquadramento jurídico e regulamentar das TIC no Uganda, um meio económico estável, bem como as reformas económicas aplicadas desde princípios de 1990;
  5. O subsetor de telecomunicações, anteriormente dominada por um único operador nacional, foi-se liberando gradualmente nos últimos dez anos.

Exemplo:
Conferência Internacional sobre a região dos Grandes Lagos (ICGLR): Angola, Burúndi, a República Centro-Africana, a República do Congo...

Exemplo:
Uganda empresas

Uganda coomercio Exterior (Doutoramento Mestrado Curso)


(c) Escola de Negócios EENI Global Business School (1995-2022)
Não usamos cookies
Topo da página