Escola Negócios EENI Business School
Negócios no Uganda, Kampala

Conteúdo programático da unidade curricular. Comércio exterior e negócios no Uganda - Kampala

  1. Introdução à República do Uganda (África Oriental)
  2. A economia do Uganda
    1. O setor de floricultura no Uganda
    2. As oportunidades de negócios no setor do agronegócio: peixe, frutas, legumes...
    3. As tecnologias de informação e comunicações no Uganda
  3. O comércio exterior (exportações, importações) ugandense
    1. Os acordos de livre-comércio (ALC) do Uganda
    2. Incentivos à exportação
  4. Investir no Uganda
  5. Fazendo negócios em Kampala, Mbarara, Gulu
  6. Casos de estudo:
    1. Madhvani
    2. A Associação de Exportadores de flores do Uganda
    3. A Companhia Rosebud
    4. Mehta
    5. AYA
    6. BIDCO refinarias de petróleo
  7. Acesso ao mercado ugandense
  8. Plano de negócios para o Uganda

Os objetivos da unidade curricular «Comércio exterior e negócios no Uganda» são os seguintes:

  1. Analisar a economia e o comércio exterior (exportações, importações, investimentos IED) ugandense
  2. Avaliar as oportunidades de negócio no Uganda
  3. Analisar as relações comerciais do Uganda com o país do estudante
  4. Conhecer os acordos de livre-comércio do Uganda
  5. Analisar o perfil de empresas ugandesas
  6. Desenvolver um plano de negócios para o mercado ugandense
A unidade curricular «Negócios no Uganda» estuda-se nos seguintes programas de ensino superior online ministrados pela EENI Global Business School (Escola de Negócios):
  1. Mestrados: Negócios em África, Negócios Internacionais, Comércio Exterior
  2. Doutoramentos (Doutorados): Negócios Africanos, Comércio Mundial
  3. Curso Superior: Negócios na África Oriental

Estudante mestrado em comércio exterior e negócios

Línguas de estudo: Ensino superior à distância (Cursos, Mestrados, Doutoramentos) em Português ou Estudar mestrado comércio exterior online em Inglês Uganda Estudar mestrado negócios internacionais em Francês Ouganda Mestrado negócios comércio EAD em Espanhol Uganda.

  1. Créditos da unidade curricular «Comércio exterior e negócios no Uganda»: 2 ECTS
  2. Duração estimada: 2 semanas

Shule ya biashara.

Exemplo da unidade curricular - Comércio exterior e o Negócios no Uganda:

Comunidade da África Oriental (EAC) Quénia, Uganda, Tanzânia, Burúndi, Ruanda, Sudão do Sul





Tweter.png Tweet 
Envie para um amigo:

/ / Envie-nos um WhatsApp / Contactar Skype / Contato por telefone / Print /
Info EENI Voltar

Descrição da unidade curricular: Comércio exterior e negócios no Uganda:

O Uganda: um dos mercados fronteiriços africanos de maior crescimento e aberto ao investimento externo (IED).

Transporte e logística no Uganda

  1. Corredores transafricanos:
    1. Corredor do Norte
    2. Corredor Lagos-Mombaça
    3. Corredor Central
  2. Portos mais próximos:
    1. Porto de Dar es Salaam (Tanzânia)
    2. Porto de Mombaça (Quénia) - Caminho de Ferro

Acesso preferencial e acordos de livre-comércio do Uganda

  1. O Uganda e o Espaço Económico da África Oriental
  2. Autoridade Intergovernamental para o Desenvolvimento (IGAD)
  3. Comunidade da África Oriental (EAC)
  4. Mercado Comum da África Oriental e Austral (COMESA)
  5. Acordo Tripartido COMESA-EAC-SADC
  6. Área de livre-comércio Continental Africana (CFTA)
  7. Conferência Internacional sobre a região dos Grandes Lagos (ICGLR)
  8. Sistema de Comércio Preferencial (TPS-OCI)
  9. Parceria estratégica União Europeia-África (Cotonou)
  10. Uganda - Estados Unidos
    1. Acordo-quadro de comércio e investimentos COMESA-Estados Unidos
    2. Lei de Crescimento e Oportunidades para a África (AGOA)
    3. Acordo Comercial Comunidade da África Oriental-Estados Unidos

Facilitação do comércio exterior

  1. Organização Mundial do Comércio (OMC)
    1. Acordo Geral sobre o Comércio de Serviços (AGCS)
    2. Acordo de Facilitação do Comércio (AFC)
    3. Acordo de Aplicação de Medidas Sanitárias e Fitossanitárias (MSF)
    4. Acordo de Inspeção Pré-embarque (PSI)
    5. Acordo de Barreiras Técnicas ao Comércio (OTC)
    6. Acordo de Salvaguardas (SG)
  2. Organização Mundial das Alfândegas (OMA)
    1. Convenção de Quioto Revisada (CQR)
  3. Oficina Internacional de Contentores e Transporte Intermodal (BIC)
  4. Organização da Aviação Civil Internacional (Convenção de Chicago, OACI)
  5. Organização Marítima Internacional (IMO)
    1. Convenção Internacional relativa à Seguridade dos contentores (CSC)
    2. Convenção relativa à Admissão Temporária (Convenção de Istambul) - Não membro
  6. Convenção relativa ao Transporte Marítimo de Mercadorias (Regras de Hamburgo, NU)

Corredor Africano Multimodal do Norte: o Uganda, o Ruanda e o Burúndi com o porto marítimo de Mombasa, no Quénia. Curso transporte rodoviário

Organizações económicas e comerciais africanas

  1. União Africana (UA)
    1. Agência de Desenvolvimento da União Africana (AUDA-NEPAD)
    2. Convenção sobre a Prevenção e Luta contra a corrupção (UA)
    3. Programa integrado para o desenvolvimento da agricultura em África (CAADP)
  2. Comissão Económica das Nações Unidas para a África (CEA)
  3. Banco Africano de Desenvolvimento (BAfD)
  4. África-Países BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China, África do Sul)
  5. Fórum de Diálogo Índia-Brasil-África do Sul
  6. Cúpula América do Sul (Brasil)-África (ASA)
  7. Fórum de Cooperação China-África (FOCAC)
  8. Acordo para a cooperação África-Índia
  9. Associação África-Turquia
  10. Nova Parceria Estratégica África-Ásia (NAASP)
  11. Associação África-Coreia do Sul
  12. Relações África-Japão (TICAD)

Organizações islâmicas

  1. Cooperação África-Países árabes (ASA)
  2. Banco Árabe para o desenvolvimento económico de África (BADEA)
  3. Organização para a Cooperação Islâmica (OCI)
  4. Banco Islâmico de Desenvolvimento (BIsD)

Organizações económicas globais

  1. Nações Unidas (NU)
    1. Conferência sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD)
    2. Organização Mundial da Propriedade Intelectual (OMPI)
    3. Centro de Comércio Internacional (INTRACEN)
    4. Comissão para o Direito Comercial Internacional (CNUDCI)
  2. Banco Mundial (BM)
  3. Organização Mundial do Comércio (OMC)
  4. Fundo Monetário Internacional (FMI)

República do Uganda

O Uganda desfruta da uma localização privilegiada no coração da África Subsariana, na região da África oriental.

  1. O Uganda faz fronteira com o Sudão do Sul, o Quénia, a Tanzânia, o Ruanda e a República Democrática do Congo
  2. As principais línguas do Uganda: inglês e suaíli
  3. A população ugandesa: 42 milhões de habitantes
  4. A área ugandesa: 236.040 quilómetros quadrados
  5. A capital ugandesa: Kampala (Nansana, Kira, Makindye-Ssabagabo, Mukono)
  6. As maiores cidades ugandesas: Kampala, Mbarara e Gulu
  7. Tipo de governo do Uganda: República presidencialista
  8. A independência do Uganda do Reino Unido: outubro de 1962
  9. A moeda ugandesa: Shilling do Uganda

Mais informação: Uganda (Portal Africano da EENI Global Business School)

Portal África (Angola, Moçambique, Cabo Verde, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe), Escola de Negócios EENI

As principais religiões no Uganda:

  1. O cristianismo (Protestantismo e catolicismo: 15 milhões de habitantes) - Islão (12%).
    1. Os cristãos representam 84% da população do Uganda
    2. A Igreja Católica Romana tem o maior número de seguidores (41,9%), seguida da Igreja Anglicana do Uganda (35,9%)
  2. Os muçulmanos representam 10-12% da população ugandesa. A população muçulmana é principalmente sunita
  3. As religiões tradicionais africanas

O Uganda pertence ao Espaço Económico da África Oriental da Civilização Africana.

Acordo Tripartido COMESA-EAC-SADC África, facilitação do comércio, do transporte (corredores...), da eliminação de barreiras técnicas ao comércio não-tarifárias

A economia do Uganda

  1. O Uganda é o segundo maior produtor de café de África
  2. A economia do Uganda tem um grande potencial.
  3. O Uganda oferece uma oportunidade excecional para os negócios no coração de África.
  4. O Uganda já é o pais preferido de várias corporações e organizações económicas internacionais
  5. O Uganda é uma das economias de mais rápido crescimento (6%) e um dos países mais liberais para o investimento estrangeiro em África.
  6. Um lugar onde as oportunidades de negócio são muitas, é um lugar ideal para criar uma ponte para o acesso à África
  7. Dotada de importantes recursos naturais, incluindo a terra fértil, as precipitações regulares ou os depósitos minerais, o Uganda é preparado para um rápido crescimento económico
  8. No entanto, a instabilidade política crónica e o gerenciamento económico errático produziram um recorde negativo persistente.
  9. As exportações de mercadorias não-tradicionais (vestuário, o couros e peles, baunilha, legumes, frutas, flores, peixes...) estão crescendo, enquanto as exportações tradicionais (algodão, chá, o tabaco) continuarão serem os pilares da economia

O desempenho do setor agrícola no Uganda tem melhorado continuamente. O Uganda tem uns bons solos agrícolas (terras aráveis) e climáticos, como grandes oportunidades de investimento e negócio nos seguintes subsetores:

  1. Peixes
  2. Café
  3. Flores
  4. Frutas e legumes
  5. Silvicultura

O Conselho para a Promoção de Exportações do Uganda é uma organização de promoção pública de comércio internacional, trabalhando baixo a superintendência do Ministério de turismo, indústria e comércio do Uganda.

Principais oportunidades de negócio no Uganda.

  1. O setor agroalimentar: peixe, frutas, verduras...
  2. As tecnologias de informação e comunicação
  3. A floricultura

Tecnologias de informação e comunicação no Uganda.

  1. É um setor dinâmico e vibrante, o setor registou um crescimento de dois dígitos desde 2000 e cresceu um 33%.
  2. Os fluxos de investimento estrangeiro direto foram muito fortes, o setor atraiu a mais de 73 milhões de dólares
  3. O emprego direto situa-se em 6.000 pessoas, enquanto mais de 350.000 pessoas são empregadas indiretamente.
  4. O dinamismo do setor é o resultado do bom enquadramento jurídico e regulamentar das TIC no Uganda, um meio económico estável, bem como as reformas económicas aplicadas desde princípios de 1990.
  5. O subsetor de telecomunicações, anteriormente dominada por um único operador nacional, foi-se liberando gradualmente nos últimos dez anos

Autoridade Intergovernamental para o desenvolvimento (IGAD) o Jibuti, a Etiópia, o Quénia, a Somália, o Sudão e o Uganda

União Aduaneira COMESA (Mercado Comum da África Oriental e Austral)

Iniciativa da Bacia do Nilo: Burúndi, Congo, Egito, Quénia, ...

Conferência Internacional sobre a região dos Grandes Lagos (ICGLR): Angola, Burúndi, a República Centro-Africana, a República do Congo...

Uganda empresas

Uganda coomercio Exterior (Mestrado Curso)

(c) EENI Global Business School (Escola de Negócios, 1995-2021)
Devido à pandemia COVID, a EENI implementou o teletrabalho. Favor entrar em contato somente por e-mail, WhatsApp ou pelo formulário de solicitação de informações.
Não usamos cookies.
Voltar ao topo da página