Corredor Africano do Norte

Escola Negócios EENI Business School Universidade

Conteúdo programático da unidade curricular (EAD): o Corredor Africano Multimodal do Norte, Curso de transporte

  1. Introdução ao Corredor do Norte (África)
  2. A rede de transporte do Corredor do Norte
  3. O marco institucional (*)
  4. As áreas programáticas do Corredor do Norte (*)

(*) Só disponíveis em inglês ou francês.

Corredores africanos de transporte


A unidade curricular «O Corredor Africano Multimodal do Norte» estuda-se nos seguintes programas de ensino superior à distância (EAD) da EENI Global Business School (Escola de Negócios):
  1. Cursos de Logística: Transporte em África, Transporte rodoviário, multimodal
  2. Mestrados: Transporte em África, Negócios Africanos, Transporte Internacional
  3. Doutoramentos: Logística Global, Negócios Africanos, Comércio Mundial

Estudante Doutoramento Mestrado Negócios à distância

Materiais de estudo em Ensino superior à distância em Português + Estudar mestrado comércio exterior em Inglês Northern Corridor ou Estudar mestrado negócios internacionais em Francês Corredor du Nord Mestrado negócios comércio EAD em Espanhol Corredor del Norte África.

Exemplo da unidade curricular online - O Corredor Africano do Norte:
Curso Mestrado: Corredor Africano do norte





Tweter.png Tweet 
Envie para um amigo:

/ / Envie-nos um WhatsApp / Contactar Skype / Contato por telefone / Print /
Info EENI Voltar

Descrição da unidade curricular (Corredor Africano Multimodal do Norte).

O Corredor do Norte é o corredor de transporte que une três países encravados africanos: o Uganda, o Ruanda e o Burundi com o porto marítimo de Mombasa, no Quénia.

Do mesmo modo, o Corredor do Norte enlaça a parte oriental da República Democrática do Congo (Kisangani), o Sudão do Sul (Juba) e o norte da Tanzânia. Portanto, a infraestrutura do Corredor do Norte conecta os cinco países da Comunidade da África Oriental (EAC) com o resto da região.

A Conferência Internacional sobre a região dos Grandes Lagos é também uma das promotoras deste projeto.

  1. Na Tanzânia, o Corredor do Norte enlaça com o Corredor Central
  2. No Uganda enlaça com o Corredor Lagos-Mombaça
  3. O Porto de Dar es Salaam (Tanzânia)

A região do Corredor do Norte: Negócios na África Oriental e África Central.

  1. O Burundi, a República Democrática do Congo, o Quénia, o Ruanda e a Uganda pertencem também a COMESA (Mercado Comum da África Oriental e Austral)
  2. O Quénia, o Sudão do Sul e a Uganda fazem parte da Autoridade Intergovernamental para o Desenvolvimento (IGAD)
  3. O Burundi, a República Democrática do Congo e a República do Ruanda pertencem ademais a Comunidade Económica dos Países dos Grandes Lagos (CEPGL)

Devido a forte dependência do Corredor do Norte para o seu Comércio exterior, bem como o comércio entre eles, o Burundi, a República Democrática do Congo, o Quénia, o Ruanda e o Uganda são parte contratantes do acordo do Corredor do Norte.

O Acordo estabelece o enquadramento jurídico para a colaboração entre estes países, no relativo ao transporte de trânsito; controlo alfandegário; documentação e procedimentos; bem como o desenvolvimento de infraestruturas e as instalações relacionadas aos portos marítimos, os portos interiores e as vias navegáveis, rodovias, ferrovias, oleodutos e os postos fronteiriços.

O Corredor Africano Multimodal do Norte pertence à Civilização Africana.

  1. Espaço Económico da África Oriental
  2. Espaço Económico da África Austral

Portal Africano da EENI Global Business School
Portal África, Escola de Negócios EENI & Universidade HA

(c) EENI Global Business School (Escola de Negócios, 1995-2020). Não usamos cookies.