Fazendo negócios no Reino Unido

EENI- Escola Superior de Negócios Internacionais

Conteúdo programático da unidade curricular - Comércio exterior e negócios no Reino Unido (Grã-Bretanha) - Londres.

  1. Introdução ao Reino Unido (União Europeia)
  2. A economia britânica
  3. O impacto económico do BREXIT
  4. A importância estratégica da Comunidade das Nações (Commonwealth)
  5. As relações com os Estados Unidos
  6. A indústria manufatureira britânica
  7. O setor serviços britânico
  8. O comércio exterior Inglês
  9. O investimento direto estrangeiro (IDE) no Reino Unido. Os investimentos britânicos no exterior.
  10. Os negócios em Londres
  11. Caso de estudo:
    1. Os negócios em Yorkshire e em Humber
    2. Mohamed Ibrahim
  12. O acesso ao mercado britânico
  13. Plano de negócios para o Reino Unido

Os objetivos da unidade curricular «Comércio exterior e fazendo negócios no Reino Unido» são os seguintes:

  1. Analisar as fortalezas da economia e do comércio exterior britânico
  2. Entender as causas do BREXIT e as suas implicações económicas
  3. Avaliar as oportunidades de negócio no mercado britânico
  4. Analisar as relações comerciais do Reino Unido com o país do estudante
  5. Conhecer os acordos de comércio livre (ACL) do Reino Unido como um membro da União Europeia
  6. Entender a importância política e económica da Comunidade das Nações (Commonwealth)
  7. Desenvolver um plano de negócios para o mercado britânico

Exemplo da unidade curricular - Fazendo negócios no Reino Unido:
Fazendo negócios no Reino Unido

A unidade curricular «Comércio exterior e negócios no Reino Unido» estuda-se...:
  1. Doutoramento: Europa
  2. Mestrados profissionais: União Europeia (EaD), Negócios Internacionais

Idioma de estudo: Português ou Inglês United Kingdom Francês Royaume-Uni Espanhol Reino Unido

  1. Créditos da unidade curricular «Comércio exterior e fazendo negócios no Reino Unido»: 3 ECTS
  2. Duração: três semanas

Descrição da unidade curricular: comércio exterior e negócios no Reino Unido:

O Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte (Europa)

  1. O Reino Unido da Grã-Bretanha está constituído pela Grã-Bretanha (Inglaterra, Escócia e o país de Gales) e Irlanda do norte, e é um dos Estados-membros da União Europeia (UE), até que ocorre o Brexit.
  2. A capital: Londres
  3. Idioma: Inglês
  4. A área: 243.610 quilómetros quadrados
  5. A população: 64 milhões de pessoas
  6. A principal religião: a Igreja Anglicana. Justin Welby é o atual Arcebispo de Cantuária
    1. O Quakerismo foi fundado por George Fox no Reino Unido. O Quaker William Wilberforce foi uma das figuras mais importantes na Abolição da escravatura (1807)
    2. O metodismo foi criado pelo britânico John Wesley
  7. O Reino Unido é uma Monarquia constitucional sendo uma democracia representativa, em onde a Reina Isabel II é reconhecida como a Chefa de estado
  8. O Reino Unido é um estado unitário compreendido pelas quatro nações constitutivas: Escócia, Gales, Inglaterra e Irlanda do Norte
  9. O Reino Unido pertence à civilização cristiana ocidental (área europeia)
  10. A abolição da escravatura no Reino Unido: 1807

Dependências da Coroa britânica: Ilha de Man, Jersey e Guernsey

Territórios britânicos de ultramar: Anguilla, Bermudas, o Território Antártico Britânico, o Território Britânico do Oceano Índico, as Ilhas Virgens Britânicas, Ilhas Cayman, Ilhas Falkland, Gibraltar, Montserrat, Santa Helena, Ascensão e Tristão da Cunha, Turks e Caicos, Ilhas Pitcairn, Ilhas Geórgia do Sul e Sandwich do Sul.

A economia britânica

  1. O Reino Unido da Grã-Bretanha é uma potência comercial e um centro financeiro global.
  2. É um dos países mais desenvolvidos do mundo
  3. O Reino Unido representa a quinta economia mundial e a segunda maior europeia (depois da Alemanha e seguida da França)
  4. O PIB (nominal): 2.231 mil milhões de dólares
  5. O PIB por setores:
    1. Agricultura (0,9%)
    2. A indústria (22,8%)
    3. Os serviços (76,2%)
  6. O PIB per capita: 36.600 dólares
  7. Sua capital, Londres (junto com New York) é considerada como um dos dos maiores centros financeiros mundiais
  8. A Moeda: a libra esterlina
  9. A economia do Reino Unido é uma das mais importantes da União Europeia (UE), baseada cada vez mais no setor serviços, embora mantenha uma importante presencia no setor da alta tecnologia
  10. O Reino Unido da Grã-Bretanha ocupa o décimo terceiro lugar no ranking de competitividade do Fórum Económico Mundial.
  11. Importantes empresas e homens de negócios de todo o mundo estão localizados em Londres:
    1. O empresário russo, Alexander Lebedev é o dono de quatro periódicos do Reino Unido
    2. O homem de negócios sudanês Mohamed Ibrahim
    3. O empresário zimbabuense Strive Masiyiwa
    4. O empresário cristiano caldeu de origem iraquí Nadhmi Shakir Auchi
    5. O homem de negócios saudita Mohamed Bin Issa ao Jaber
    6. A sede central do grupo empresarial índio Hinduja

O comércio exterior Inglês

  1. Os principais mercados de exportação do Reino Unido da Grã-Bretanha: os Estados Unidos, a Alemanha, a França, a República da Irlanda, os Países Baixos, a Bélgica, a Espanha, a Itália...
  2. As principais exportações britânicas: produtos manufaturados, combustíveis, produtos químicos, tabaco, bebidas, alimentos
  3. Principais parceiros comerciais do Reino Unido da Grã-Bretanha: a Alemanha, os Estados Unidos, a República Popular da China, os Países Baixos, a França, a Bélgica, a Noruega, a Itália...
  4. As principais importações britânicas: produtos manufaturados, combustíveis, máquinas, alimentos
  5. O Reino Unido é o principal destino do investimento direto estrangeiro na Europa
  6. Enquanto o Reino Unido seja membro da União Europeia, é beneficiário dos acordos de comércio livre da UE com a Coreia do Sul, o Chile, a Índia, o México, o MERCOSUL etc.

Mohamed Ibrahim empresário do Sudão

As relações económicas internacionais do Reino Unido

O Reino Unido é membro das seguintes organizações:

  1. A União Europeia (até o BREXIT)
  2. A Organização Mundial do Comércio (OMC)
  3. O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) (O Reino Unido é um membro no mutuário do BID)
  4. A Reunião Económica Ásia-Europa (ASEM)
  5. As Nações Unidas
  6. A Comissão Económica e Social paraa a Ásia e o Pacífico (CESPAP)
  7. A Comissão Económica para a Europa (CEPE)
  8. A Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Económicos (OCDE)
  9. O Fundo Monetário Internacional (FMI)
  10. A Comunidade das Nações (Commonwealth)
  11. O Banco Mundial
  12. O Grupo de Estados do Conselho da Europa contra a corrupção (GRECO)
  13. O Conselho de Cooperação Regional
  14. A Comissão Económica para a América Latina e o Caribe (CEPAL)
  15. A Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE)
  16. O Banco europeu de Reconstrução e Desenvolvimento
  17. ...

Além disso, o Reino Unido é membro observador em:

  1. A Associação dos Estados do Caribe (AEC)
  2. O Conselho de Estados do Mar Báltico
  3. A Associação da Bacia do Oceano Índico (IORA)

Justin Welby (Arcebispo de Cantuária Igreja Anglicana)
Justin Welby Arcebispo Cantuária

Rolls-Royce (Reino Unido)

Rolls-Royce plc é uma companhia global líder em quatro mercados globais: o setor civil aeroespacial, defesa, marítimo e a energia. Investindo em tecnologia e em capacidade, a empresa criou sua vantagem competitiva nesta categoria de produtos e instrumentou importantes barreiras da entrada. Rolls-Royce emprega quase 36.000 pessoas, dos quais 22.000 estão no Reino Unido.

O sucesso empresarial pode-se comprovar analisando o rápido e contínuo crescimento na fatia de mercado conseguida nos últimos anos. A venda de motores cresceu, havendo comercializado quase 45.000 turbinas do gás no mundo inteiro.

A empresa tem clientes no mundo inteiro: 500 companhias aéreas, 4.000 operadores de aviões e helicópteros, 160 exércitos e mais de 2.000 clientes no setor marítimo. Além disso, tem clientes no setor energético em mais de 120 países. A grande maioria dos seus motores em serviço, costumam durar mais de vinte e cinco anos, o que lhes garante uma demanda de peças de reposição e de serviços de manutenção. A estratégia da empresa é maximizar os ingressos por manutenção, conseguiu-se aumentá-los quase 60% nos últimos anos, graças a uma agressiva estratégia de serviço pôs venta internacional.

Jeque Mohamed Bin Issa ao Jaber empresário saudí

United Biscuits

Foi fundada em 1948 pela fusão de duas empresas escocesas familiares (McVitie & Price e McFarlane Lang). Em 1960, United Biscuits cresceu seu portfólio de produtos com a aquisição de Crawford»s Biscuits e Macdonald Biscuits. Em 2000 foi adquirida por Finalrealm, um consórcio de investidores internacionais. Hoje em dia, é o maior produtor e distribuidor de bolachas no Reino Unido, os Países Baixos e a Espanha, e o segundo na França e a Bélgica.

Strive Masiyiwa empresário zimbabuense

Universidade U-EENIPaz, Não Terrorismo