BREXIT (saída do Reino Unido da UE)

EENI- Escola Superior de Negócios Internacionais

Programa da unidade curricular - O BREXIT (saída do Reino Unido da União Europeia)

  1. Introdução ao Brexit (saída do Reino Unido da União Europeia)
  2. As implicações económicas e políticas do BREXIT
  3. Cronologia do Brexit
  4. O novo regime para o Reino Unido na União Europeia

Os objetivos da unidade curricular «O BREXIT» são os seguintes:

  1. Entender as causas do BREXIT e as suas implicações económicas
  2. Analisar o processo do BREXIT
  3. Conhecer o novo regime para o Reino Unido na União Europeia
A unidade curricular «O BREXIT (saída do Reino Unido da UE)» estuda-se...:
  1. Doutoramento: Europa
  2. Mestrados profissionais: Europa, Negócios Internacionais, Relações Económicas
  3. Curso: União Europeia

Língua de estudo: Português + Espanhol BREXIT Inglês BREXIT Francês BREXIT

Descrição da unidade curricular: BREXIT (saída do Reino Unido da UE)

O BREXIT, a saída do Reino Unido da União Europeia, ocorreu o 29 de março de 2017, quando foi notificado por carta ao Conselho Europeu, baseando-se no artículo 50 do Tratado da União Europeia (Cláusula de retirada voluntária e unilateral), a sua decisão de abandonar a União Europeia.

O próprio presidente da UE, o polaco Donald Tusk afirmou: «Não há motivo para afirmar que este é um dia feliz, nem em Bruxelas nem em Londres»

Desta forma a União Europeia dos vinte e oito membros passa a vinte e sete membros.

O BREXIT tem importantes implicações que geram incertezas:

  1. A nível global. O Fundo Monetário Internacional estima que poderia significar uma perda de 0,1% no crescimento da economia mundial
  2. A União Europeia.
    1. Já que perde um dos seus contribuintes netos, além de ser a segunda economia da UE
    2. Os exportadores europeus perderam competitividade no mercado britânico
  3. No próprio Reino Unido.
    1. Por exemplo, o Reino Unido não pode se beneficiar dos numerosos acordos de parceria e os acordos de comércio livre da União Europeia: México, Geórgia, Coreia, Líbano, Egito, África do Sul...
    2. As empresas britânicas não farão parte do mercado único da União Europeia nem do Espaço Económico Europeu. Também não farão parte da União Aduaneira com a Turquia
    3. Incluso identificaram-se possíveis riscos de rotura interna (Escócia, Irlanda do Norte)
  4. Muitas empresas europeias poderão beneficiar-se do BREXIT, por exemplo, em todos aqueles mercados nos que a União Europeia tem acordos comerciais e os acordos de comércio livre em vigor, já que o Reino Unido ficará excluído de todos eles
  5. Dois agências europeias, a Autoridade Bancária Europeia e a Agência Europeia de Medicamentos, deixarão de estar em Londres
  6. O Reino Unido seguramente deixará de ser membro da Reunião Económica Ásia-Europa (ASEM) e de muitas outras organizações lideradas pela UE
  7. O Reino Unido já não fará parte nem do Banco Central Europeu (BCE), nem do Comité Económico e Social Europeu, nem do Banco Europeu dos investimentos, entre outros
  8. Os exportadores dos países terceiros já no poderão beneficiar-se do Sistema de preferências generalizadas (SPG) da UE
  9. Etc.

Exemplo da unidade curricular - BREXIT (saída do Reino Unido da UE, Europa):
BREXIT (saída do Reino Unido da UE)

Universidade U-EENICatalunña es España