Fazendo negócios em Madagáscar

EENI- Escola Superior de Negócios Internacionais

Conteúdo programático da unidade curricular: comércio exterior e negócios em Madagáscar - Antananarivo.

  1. Introdução a República de Madagáscar (África Oriental)
  2. Negócios em Antananarivo e em Toamasina
  3. Economia malgaxe
  4. Comércio exterior de Madagáscar
  5. Portos de Madagáscar
  6. Investimento direto estrangeiro (IDE)
  7. Oportunidades de negócios em Madagáscar
    1. Turismo
    2. Agronegócios
    3. Mineração
    4. Indústrias ligeiras
    5. Tecnologias da informação e comunicação (ICT)
    6. Infraestruturas
  8. Caso de estudo:
    1. Grupo Socota (Têxteis e confeções)
    2. O petróleo do Madagáscar
  9. Conselho do Desenvolvimento Económico de Madagáscar
  10. Acordo de Associação Económica com a União Europeia (UE)
  11. Introdução ao francês
  12. Acesso ao mercado malgaxe
  13. Plano de negócios para Madagáscar

Objetivos da unidade curricular "Fazendo negócios em Madagáscar":

  1. Analisar a economia e o comércio exterior malgaxe
  2. Avaliar as oportunidades de negócio em Madagáscar
  3. Analisar as relações comerciais de Madagáscar com o país do aluno
  4. Conhecer os tratados de livre comércio (TLC) de Madagáscar
  5. Analisar o perfil de empresas malgaxes
  6. Desenvolver um plano de negócios para o mercado malgaxe
A unidade curricular "Negócios em Madagáscar" estuda-se:
  1. Doutoramento profissional Negócios na África (EaD)
  2. Curso: África Oriental
  3. Mestrados à distancia: Negócios Internacionais, África Subsariana

Materiais de estudo em Pt + En Madagáscar ou Fr Madagáscar Es Madagáscar.

  1. Créditos da unidade curricular "Fazendo negócios em Madagáscar": 1 ECTS
  2. Duração estimada: 1 semana

Exemplo da unidade curricular (Fazendo negócios em Madagáscar):
Madagáscar Negócios

Confiamos na África

Descrição da unidade curricular (Fazendo negócios em Madagáscar).

A República de Madagáscar:

Madagáscar: o 50% do mercado mundial de baunilha. Um dos países mais pobres da África.

  1. População malgaxe: 22 milhões. Crescimento: 2,7%
  2. Esperança de vida: 64 anos
  3. Área: 587.295 quilómetros quadrados
  4. Capital malgaxe: Antananarivo (2,1 milhões de pessoas)
  5. Capital económica: Toamasina
  6. Idiomas oficiais: o malgaxe, o francês, o inglês
  7. Países mais próximos: Moçambique, as Comores, Maurícia, Mayotte, Reunião, Seicheles, a Suazilândia e a Tanzânia
  8. Abolição da escravatura no Madagáscar: 1896

Religião:

  1. Animismo (52%)
  2. Cristianismo (41%)

Madagáscar pertencem ao espaço económico da África Oriental da civilização africana.

Economia malgaxe:

  1. Um dos países mais pobres da África Subsariana
  2. Crescimento económico: 2,6%
  3. Inflação malgaxe: 6,9%
  4. Setor principal da economia malgaxe: a agricultura.
  5. 3,6 milhões de toneladas de arroz (Terceiro produtor da África)
  6. 1 milhão de toneladas de cereais (milho, batata...)
  7. Frutas e verduras
  8. Líchias: 70% de quota de mercado na União Europeia (UE). Primeiro exportador mundial
  9. 50% do mercado mundial de baunilha
  10. Primeiro exportador mundial de especiarias e outros aceites essenciais
  11. Indústria (13% do PIB malgaxe): a produção de sabão, os alimentos e tabaco, as bebidas, os têxteis, o couro...
  12. Moeda malgaxe: Ariary (não convertível)
  13. Classificação no índice Fazendo negócios do Banco Mundial: 142

Comissão do Oceano Índico

Comércio exterior malgaxe

  1. Exportações malgaxes: 1.251 milhões de dólares (valor FOB)
  2. Importações: 2.619 milhões de dólares (valor CIF)
  3. Principais parceiros comerciais: a França, Singapura, China, Alemanha, Canadá, Índia, Estados Unidos, Itália, Reino Unido, a Espanha
  4. Comércio exterior com a Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC): só o 5,3% das exportações totais e o 12% do total das importações.
  5. Comércio exterior com os países do Mercado comum da África Oriental (COMESA): só o 3% das exportações totais / 6,9% das importações totais.
  6. Comércio com os países da Comissão do Oceano Índico: só o 3,1% das exportações totais / 5,5% das importações totais.

Portos de Madagáscar

investimento direto estrangeiro (IDE): 386 milhões de dólares.

A missão da Junta de Desenvolvimento Económico de Madagáscar (organismo público) é encorajar os investimentos estrangeiros diretos e criar um clima de negócios amigável. A Junta definiu seis setores estratégicos para o desenvolvimento da economia malgaxe: o turismo, a agroindústria, a produção de energia, as TIC, as infraestruturas e a mineração.

Madagáscar tem acesso preferencial a:

  1. Mercado Comum da África Oriental e Austral (COMESA)
  2. Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC)
  3. Acordo COMESA-EAC-SADC
  4. Associação da Orla do Oceano Índico para a cooperação (IORA)
  5. Comissão do Oceano Índico
  6. Estados Unidos-África (AGOA)
  7. Acordo Marco de comércio e investimentos COMESA-Estados Unidos
  8. Acordo de Cotonou (União Europeia)
  9. Sistema de Preferências Generalizadas (SGP)

Mercado Comum África Oriental COMESA

As instituições regionais do Madagáscar:

  1. Banco Africano de Desenvolvimento
  2. Comissão Económica para a África (CEA)
  3. Nova Parceria para o Desenvolvimento da África (NEPAD)
  4. União Africana (UA)
  5. Convenção anticorrupção (UA)
  6. Cúpula África-América do Sul (ASA)
  7. Relações com China e Índia
  8. ...

Exemplos - Negócios no Madagáscar

Madagascar Petróleo

SADC União Aduaneira

SADC Área de livre comércio

Associação Oceano Índico



EENI Escola de Negócios