Escola de Negócios EENI Business School Universidade
Caminho de ferro Transiberiano (ferrovia Transiberiana)

Conteúdo programático da unidade curricular (UC): Caminho de ferro Transiberiano (Rússia, Mongólia, China, Coreia do Norte).

  1. Introdução ao Caminho de ferro Transiberiano Rússia-Mongólia-China-Coreia do Norte (ferrovia Transiberiana)
  2. Principais características do Caminho de ferro Transiberiano (Rússia, Mongólia, China, Coreia do Norte)
    1. Caminho de ferro Transmongoliano
    2. Caminho de ferro Transmanchuriano
    3. Projeto Transiberiano em 7 dias
  3. Vantagens do Caminho de ferro Transiberiano em comparação com a rota marítima
  4. Países da área de influência do Caminho de ferro Transiberiano: Bielorrússia, Polónia, Alemanha, Estónia, Letónia, Lituânia, Finlândia, Coreia do Sul, Japão, Cazaquistão, Uzbequistão
  5. O Caminho de ferro Transiberiano e o Corredor Económico China-Mongólia-Rússia
  6. O Caminho de ferro Transiberiano (Rússia, Mongólia, China, Coreia do Norte) e a Nova Rota da Seda
A UC «O Caminho de ferro Transiberiano (Rússia, Mongólia, China, Coreia do Norte)» é estudada nos seguintes programas de ensino superior online ministrados pela EENI Global Business School (Escola de Negócios):
  1. Cursos de Transporte: rodoviário, ferroviário, multimodal
  2. Cursos: Negócios na China, Rússia
  3. Curso Superior: Transporte Internacional
  4. Mestrados: Transporte Internacional, Negócios na Ásia, Europa, Negócios Internacionais, Relações Económicas Internacionais
  5. Doutoramentos (Doutorados): Logística Global, Negócios Asiáticos, Negócios Europeus, Comércio Mundial

Estudante Mestrado e Doutoramento Online em negócios internacionais

Línguas: Mestrados e Doutoramentos Negócios em Inglês Trans-Siberian Railway (Russia, Mongólia, China, North Korea). Resumo em Cursos e Mestrados Online em Português Mestrado negócios comércio exterior EAD em Espanhol Ferrocarril Transiberiano Mestrado Comércio Exterior em francês Chemin de fer transsibérien (Russie, Mongolie, Chine, Corée du Nord).

Exemplo: o Caminho de ferro Transiberiano (Rússia, Mongólia, China, Coreia do Norte) (ferrovia Transiberiana)
Caminho de ferro Transiberiano (Rússia, Mongólia, China, Coreia do Norte) Curso





Tweter.png Tweet 
Envie para um amigo:

/ / Envie-nos um WhatsApp / contatar Skype / Contato por telefone / Print /
Info EENI Voltar

Descrição - O Caminho de ferro Transiberiano (Rússia, Mongólia, China, Coreia do Norte).

O Caminho de ferro Transiberiano (Rússia, Mongólia, China, Coreia do Norte) -Транссибирская магистраль-, ou Ferrovia Transiberiana, é a maior linha ferroviária do mundo (10.000 km), conectando ao leste com as redes ferroviárias da Coreia do Norte, China e Mongólia (estações fronteiriças de Khasan), Grodekovo, Zabaykalsk e Naushki) e a oeste com redes ferroviárias europeias que passam por portos russos e / ou postos fronteiriços com as antigas repúblicas da União Soviética.

O projeto transiberiano em 7 dias consiste na implementação de soluções tecnológicas para garantir a entrega rápida de contentores dos portos do Extremo Oriente da Rússia até as fronteiras ocidentais da Rússia.

  1. Linha eletrificada
  2. Via dupla
  3. A Ferrovia Transiberiana passa por 87 cidades russas.
  4. 90% da rota passa pelo território da Federação Russa
  5. Gerenciado por Russian Railways

As regiões pelas quais a Ferrovia Transiberiana (Caminho de ferro Transiberiano) passa são muito ricas em recursos naturais (petróleo, gás, carvão, madeira, minerais ferrosos e metais não ferrosos):

  1. 50% do comércio exterior russo
  2. 50% do frete na Rússia
  3. 200.000 contentores são transportados anualmente para os mercados europeus
  4. 80% do potencial industrial russo
  5. 65% de carvão russo
  6. 20% de óleo refinado russo
  7. 25% de madeira russa

A Ferrovia Trans-Mongola (Caminho de ferro Transmongoliano) segue uma antiga rota de caravana de chá da China para a Rússia através de Ulã Bator e depois para a Europa.

A Ferrovia Transmanchúria (Caminho de ferro Transmanchúriano) liga Moscovo e Beijing através da Manchúria.

Vantagens da Ferrovia Transiberiana em comparação à rota marítima

  1. Redução do tempo de envio de mercadorias
  2. Transporte de um contentor desde a China para a Finlândia pela Ferrovia Transiberiana (Caminho de ferro Transiberiano): 10 dias (28 dias por via marítima)
  3. A Hyundai usa a Ferrovia Transiberiana para entregar produtos de Busan, Coreia do Sul, à Fábrica de Automóveis Taganrog, Rússia.
  4. Minimização de transbordos de carga (redução de custos e riscos)
  5. Baixo risco político (evite repúblicas da Ásia Central)
  6. Implementação do acordo para organizar o transporte de contentores entre o Japão, a Rússia e a Europa

O Caminho de ferro Transiberiano é uma extensão natural do Corredor Internacional de Transporte da Rússia No. 2. (Rússia, Bielorrússia, Polónia, Alemanha) e compartilha rotas com o Corredor China-Mongólia-Rússia.

As principais rotas de trem de contentores ao longo da Ferrovia Transiberiana (Caminho de ferro Transiberianão) são:

  1. Nakhodka-Vostochnaya - Martsevo
  2. Nakhodka - Moscovo
  3. Nakhodka - Brest (Bielorrússia)
  4. Zabaykalsk / Nakhodka - Kaliningrado / Klaipeda (Lituânia)
  5. Beijing (China) - Moscovo
  6. Kaliningrado / Klaipeda - Moscovo
  7. Helsinque (Finlândia) - Moscovo
  8. Berlim (Alemanha) - Moscovo
  9. Brest (Bielorrússia) - Ulan Bator (Mongólia)
  10. Hohhot (Mongólia) - Duisburg (Alemanha)
  11. Países Bálticos (Estónia, Letónia, Lituânia, Finlândia, Polónia) - Cazaquistão / Ásia Central (Báltico - Trânsito).
  12. Nakhodka (Rússia) - Alma Ata (Cazaquistão) / Uzbequistão.
  13. Brest - Alma Ata

Países da área de influência do Caminho de ferro Transiberiano: Bielorrússia, Polónia, Alemanha, Estónia, Letónia, Lituânia, Finlândia, Coreia do Sul, Japão, Cazaquistão, Uzbequistão

Nova Rota da Seda (China-Europa) Iniciativa Eurasiática de transporte terrestre. Curso

Comunidades económicas regionais asiáticas relacionadas ao Caminho de ferro Transiberiano (Rússia, Mongólia, China, Coreia do Norte)

  1. Programa de Cooperação Económica Regional da Ásia Central (CAREC): Afeganistão, Azerbaijão, China, Cazaquistão, Quirguistão, Mongólia, Paquistão, Tajiquistão, Turquemenistão e o Uzbequistão
  2. Organização para a Cooperação de Xangai (SCO): Cazaquistão, China, Quirguistão, Rússia, Tajiquistão e o Uzbequistão
  3. Organização para Cooperação entre Ferrovias (OSJD): China,Mongólia, Rússia
  4. China é membro de:
    1. Sub-região do Grande Mekong
  5. Rússia é membro de:
    1. União Económica Eurasiática (EAEU)
    2. Comunidade dos Estados Independentes (CEI)
    3. Cooperação Económica do Mar Negro (BSEC)
    4. União Europeia-Rússia
    5. Conselho de Estados do Mar Báltico (CBSS)
    6. Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE)
  6. China e Rússia são membros da Cooperação Económica Ásia-Pacífico (APEC) e da Cooperação África-Países BRICS
  7. Mongólia é membro do Corredor de Crescimento Ásia-África

Acordos de Livre-Comércio relacionados com os países do corredor

  1. Rússia
    1. Acordos de Livre-Comércio (ALC) de Rússia: ASEAN, Arménia, Bielorrússia, Azerbaijão, Geórgia, Quirguistão, Sérvia, Moldávia, Ucrânia e Nova Zelândia, Comunidade Andina
    2. Acordo de Livre-Comércio entre a Rússia, Bielorrússia e o Cazaquistão
    3. União Aduaneira Rússia-Vietname
    4. Rússia tem um acordo comercial com os Camarões
    China
    1. Acordos de Livre-Comércio com Chile, Peru, Costa Rica, Comunidade Andina, União Europeia...
  2. Acordo Comercial Ásia-Pacífico (APTA): Bangladeche, China, Índia, Mongólia e Sri Lanka

Principais instituições asiáticas relacionadas ao Corredor

  1. Foro para a Ásia
  2. Diálogo de Cooperação da Ásia (ACD)
  3. Comissão Económica e Social para a Ásia e o Pacífico (ESCAP)
  4. Banco Asiático de Desenvolvimento (BAsD)
  5. Plano Colombo

As principais religiões da região do Caminho de ferro Transiberiano (Rússia, Mongólia, China, Coreia do Norte) são:

  1. Cristianismo ortodoxo
  2. Confucionismo
  3. Taoísmo
  4. Budismo

O Caminho de ferro Transiberiano (Rússia, Mongólia, China, Coreia do Norte) pertence ao:

  1. Espaço Económico Ortodoxo
  2. Espaço Económico da Eurásia Central
  3. Espaço Económico sínico


(c) EENI Global Business School (Escola de Negócios, 1995-2021)
Devido à pandemia COVID, a EENI implementou o teletrabalho. Favor entrar em contato somente por e-mail, WhatsApp ou pelo formulário de solicitação de informações.
Não usamos cookies.
Voltar ao topo da página