Escola de Negócios EENI Business School

MERCOSUL-México Acordo Económico


Compartilhar por Twitter

Conteúdo programático da unidade curricular (UC): o Acordo de Complementação Económica MERCOSUL-México

  1. Introdução ao Acordo de Complementação Económica entre o MERCOSUL e o México ACE 54
  2. O Acordo do setor automotivo ACE-55 MERCOSUL-México
  3. O comércio exterior (exportações, importações) México-MERCOSUL

Exemplo - O Acordo de Complementação Económica MERCOSUL-México:
Acordo de Complementação Económica México-MERCOSUL (Argentina, Brasil, Paraguai, Uruguai)

A UC «O Acordo de Complementação Económica MERCOSUL-México» é estudada nos seguintes programas de ensino superior online ministrados pela EENI Global Business School (Escola de Negócios):
  1. Cursos: Negócios na América do Sul, Brasil, México
  2. Mestrados: Negócios na América, Relações Económicas, Negócios Internacionais, Comércio Exterior
  3. Doutoramentos (Doutorados): Negócios Americanos, Comércio Mundial

Estudante doutoramento / mestrado, negócios internacionais, comércio exterior

Línguas: Ensino superior à distância (Cursos, Mestrados, Doutoramentos) em Português, comércio exterior Mestrado negócios internacionais comércio exterior EAD em Espanhol MERCOSUR-México Estudar mestrado negócios internacionais e comércio exterior em Francês MERCOSUR Estudar em Inglês online, curso mestrado doutoramento, comércio exterior, negócios internacionais MERCOSUR.

Brasil (estudar mestrado, doutorado, Negócios Internacionais, Comércio Exterior) Mestrados e Doutoramentos em Negócios Internacionais para os estudantes do Brasil

Descrição - Acordo de Complementação Económica (ACE) MERCOSUL-México.

O México subscreveu um acordo de complementação económica com o MERCOSUL (Mercado Comum do Sul) em Agosto de 2006.

Conquanto tenha tido algumas tentativas de converter ao México em um estado associado ao MERCOSUL, o México ainda não converteu-se em estado associado, devido sobretudo as relações do México com o Acordo Estados Unidos-México-Canadá (NAFTA).

O México e os países-membros do MERCOSUL (Argentina, Brasil, Paraguai, Uruguai, Venezuela - suspendida) têm dois acordos de Complementação Económica:

1) Acordo de Complementação Económica MERCOSUL-México.

  1. Assinado em 05/07/02, é um acordo-quadro que tem por objetivo estabelecer a base para uma eventual futura área de livre-comércio entre o México e os Estados-membros do MERCOSUL
  2. Assinatura: 5 julho 2002
  3. Vigência: 5 de Janeiro de 2006

2) Acordo de Complementação Económica 55 MERCOSUL-México (setor automotivo).

O Acordo em vigor desde 2003, exclusivo para os produtos de exportação do setor automotivo (veículos e auto peças). Este acordo estabelece a redução recíproca de alíquotas de importação dos produtos do setor, de acordo com um cronograma que tende ao livre-comércio em veículos ligeiros (em vigor desde 2007), os veículos pesados (previsto para ser negociado até o prazo máximo de 2020).

O comércio exterior entre o México e o MERCOSUL é de 13.000 milhões de dólares, enquanto os investimentos mexicanos nos países-membros do MERCOSUL somam 20.000 milhões de dólares.

  1. Acordos de Livre-Comércio (ALC) do MERCOSUL: ALADI, Chile, Comunidade Andina, Peru, União Europeia, Índia, Egito, Israel...
  2. Acordos de Livre-Comércio do México: União Europeia, TLCAN, Comunidade Andina, Triângulo do norte, Costa Rica, Nicarágua, Colômbia, Uruguai, Chile, Acordo Abrangente e Progressivo para a Parceria Transpacífica, SELA, APEC, ALADI, Associação dos Estados das Caraíbas, Israel, Japão, AELC...


(c) Escola de Negócios EENI Global Business School (1995-2021)
Não usamos cookies
Topo da página