MERCOSUL-México Acordo Económico

EENI- Escola Superior de Negócios Internacionais

Conteúdo Conteúdo programático da subunidade curricular: Acordo de Complementação Económica MERCOSUL-México

  1. Introdução ao Acordo de Complementação Económica entre o MERCOSUL e o México ACE 54
  2. MERCOSUL-México (acordo setor automotivo ACE-55)
  3. O comércio exterior México-MERCOSUL

Créditos

A subunidade curricular "Acordo de Complementação Económica MERCOSUL-México" estuda-se:
  1. Curso: América do Sul
  2. Mestrados profissionais: América, Países BRICS, Mercados Fronteiriços, Relações Económicas, Negócios Internacionais, Pacífico, Países CPLP
  3. Doutoramento Negócios na América (EaD)

Idioma de estudo: Português Espanhol México Mercosur Francês MERCOSUR Inglês MERCOSUR.

Mestrado em Comércio Exterior Brasil

Descrição Descrição da subunidade curricular - MERCOSUL-México Acordo de Complementação Económica (ACE).

O México subscreveu um acordo de complementação económica com o MERCOSUL (Mercado Comum do Sul) em agosto de 2006.

Conquanto tenha tido algumas tentativas de converter a México em estado associado ao MERCOSUL, o México ainda não converteu-se em estado associado, devido sobretudo as relações do México com o Tratado Norte-Americano de Livre Comércio (NAFTA).

O México e os países membros do MERCOSUL (Argentina, o Brasil, o Paraguai, o Uruguai, a Venezuela) têm dois Acordos de Complementação Económica:

1) Acordo de Complementação Económica MERCOSUL-México.

  1. Assinado o 05/07/02, é um acordo quadro que tem por objetivo estabelecer a base para uma eventual futura área de livre comércio entre o México e os Estados Membros do MERCOSUL
  2. Assinatura: 5 julho 2002
  3. Vigência: 5 de janeiro de 2006

2) Acordo de Complementação Económica 55 MERCOSUL-México (setor automotivo).

Acordo em vigor desde o 2003, exclusivo para os produtos de exportação do setor automotivo (veículos e auto peças). Este acordo estabelece a redução recíproca de alíquotas de importação dos produtos do setor, de acordo com a um cronograma que tende ao livre comércio em veículos ligeiros (em vigor desde 2007), os veículos pesados (previsto para ser negociado até o prazo máximo de 2020).

O comércio exterior entre o México e o MERCOSUL é de 13.000 milhões de dólares, enquanto os investimentos mexicanos nos países membros do MERCOSUL somam os 20.000 milhões de dólares.

Exemplo da subunidade curricular - Acordo de Complementação Económica MERCOSUL-México:
Acordo de Complementação Económica México-MERCOSUL

Tratados de livre comércio MERCOSUL - tratados de livre comércio do México.

Universidade U-EENI