MERCOSUL-Israel Acordo de Comércio Livre

EENI- Unviersidade e Escola de Negócios


Início EENI

Conteúdo programático da subunidade curricular: o Acordo de Comércio Livre (ACL) MERCOSUL-Israel

  1. Introdução ao Acordo de Comércio Livre MERCOSUL-Israel
  2. As regras e o certificado de origem
A subunidade curricular «O Acordo de Comércio Livre (ACL) MERCOSUL-Israel» estuda-se nos seguintes programas de ensino superior à distância da EENI (Escola de Negócios) e da Universidade HA:
  1. Doutoramento Profissional Negócios na América (EaD)
  2. Curso: América do Sul
  3. Mestrados: América, Países BRICS, Mercados Fronteiriços, Relações Económicas, Negócios Internacionais, Países CPLP

Língua de estudo: Ensino superior em Português Educação superior em Espanhol MERCOSUR Formação superior em Inglês MERCOSUR-Israel Cursos à distância EaD em Francês MERCOSUR

Mestrado em Comércio Exterior para os estudantes do Brasil.

Descrição da subunidade curricular - O Acordo MERCOSUL-Israel.

O Acordo de Comércio Livre MERCOSUL-Israel entrou em vigor, para o Uruguai e o Israel em dezembro de 2009.

  1. Em março de 2010, o Brasil deu a sua aprovação final ao acordo MERCOSUL (Mercado Comum do Sul)-Israel.
  2. O Acordo MERCOSUL-Israel entrou em vigor para o Paraguai em 24 de março de 2010.

O Acordo de Comércio Livre centra-se no intercâmbio de produtos de exportação, é em outras negociações bilaterais ou regionais conduzidas pelo MERCOSUL com os membros mais desenvolvidos. Trata-se de um acordo de abertura de mercados para os produtos, com cláusula evolutiva sobre a possibilidade de entendimentos, no futuro, sobre o acesso aos mercados, aos serviços e aos investimentos.

O Acordo de Comércio Livre (ACL) MERCOSUL-Israel cobre os seguintes temas:

  1. O comércio exterior de produtos
  2. As regras e o certificado de origem
  3. As salvaguardas
  4. A cooperação em normas técnicas
  5. A cooperação em normas sanitárias e fitossanitárias
  6. A cooperação tecnológica e técnica
  7. A cooperação alfandegária.

Israel teve um produto interno bruto de 140 bilhões de dólares. Em esse mesmo ano, as suas exportações foram 44 bilhões de dólares e as importações de 47 bilhões de dólares.

Os maiores parceiros de exportação de Israel são os Estados Unidos, a Bélgica, Hong Kong; os de importação são os Estados Unidos, a Bélgica e a Alemanha.

Exemplo da subunidade curricular - O Acordo de Comércio Livre (ACL) MERCOSUL-Israel:
Acordo de Comércio Livre MERCOSUL-Israel

Acordos de comércio livre MERCOSUL.



(c) EENI- Escola de Negócios & Universidade Hispano-Africana de Negócios Internacionais (1995-2018)