Negócios na República Dominicana

EENI- Escola Superior de Negócios Internacionais

Conteúdo programático da unidade curricular - Comércio exterior e negócios na República Dominicana. Santo Domingo.

  1. Introdução à República Dominicana
  2. Fazendo negócios em Santo Domingo
  3. A economia dominicana
  4. O comércio exterior dominicano
  5. Caso de estudo: as relações comerciais com o Chile e o Canadá
  6. Introdução ao espanhol
  7. O acesso ao mercado dominicano
  8. Plano de negócios para a República Dominicana

Os objetivos da unidade curricular «Comércio exterior e fazendo negócios na República Dominicana» são os seguintes:

  1. Analisar a economia e o comércio exterior dominicano
  2. Avaliar as oportunidades de negócio na República Dominicana
  3. Analisar as relações comerciais da República Dominicana com o país do estudante
  4. Conhecer os acordos de comércio livre da República Dominicana
  5. Analisar o perfil das empresas dominicanas
  6. Desenvolver um plano de negócios para o mercado dominicano
A unidade curricular «Fazendo negócios na República Dominicana» estuda-se:
  1. Mestrados profissionais: Negócios Internacionais, América
  2. Doutoramento Negócios na América (EaD)

Língua de estudo: Português + Espanhol República Dominicana Inglês Dominican Rep.

  1. Créditos da unidade curricular «Comércio exterior e fazendo negócios na República Dominicana»: 1 ECTS
  2. Duração estimada: 1 semana

Descrição da unidade curricular - Comércio exterior e negócios na República Dominicana.

A República Dominicana.

  1. A capital da República Dominicana é Santo Domingo
  2. A população dominicana é de 9,9 milhões de pessoas
  3. A área é de 48.311 quilómetros quadrados
  4. A língua oficial dominicano é o espanhol
  5. A República Dominicana torna-se independente da Espanha em 1821

A religião da República Dominicana: Catolicismo (Cristianismo).

A República Dominicana pertence ao Espaço Económico latino-americano da Civilização Cristã Ocidental.

A economia dominicana.

  1. A República Dominicana (América) é principalmente uma economia de serviços. Este setor conta com 55% do aporte doméstico e é o maior gerador de emprego do país
  2. As zonas francas, o turismo, as telecomunicações e a construção são os setores chave da economia
  3. O turismo contribui com mais de 1.000 milhões de dólares ao ano
  4. A economia dominicana depende muito estreitamente dos investimentos norte-americanos
  5. Na República Dominicana, depois de ter refletido um crescimento importante, no terceiro trimestre do ano a atividade produtiva começou a mostrar signos de desaceleração como o resultado do impacto da crise financeira internacional no desempenho da economia real a nível mundial, o qual se conjugou com os efeitos derivados da implementação de medidas da Política monetária orientadas a moderar as pressões inflacionárias através da uma desaceleração do ritmo de expansão da demanda interna
  6. Na República Dominicana, as exportações nacionais, reduziram-se em 231 milhões de dólares devido principalmente à queda nas exportações de ferroníquel, como resultado da redução tanto dos preços internacionais do níquel como dos volumes exportados, o que provocou o fechamento temporária das operações da empresa Falconbrigde, a partir de agosto de 2008.

As instituições e os acordos da República Dominicana:

Os programas de preferências tarifárias outorgados à República Dominicana por alguns países (a União Europeia, os Estados Unidos, o Canadá, a Suíça, o Japão...) contêm listas de produtos, tanto agrícolas como industriais, que excluem-se das preferências e portanto, estão sujeitos a barreiras tarifárias no mercado de destino.

Os acordos de comércio livre (ACL) assinados pela República Dominicana:

  1. O Acordo entre a República Dominicana e a Comunidade das Caraíbas (CARICOM)
  2. O Acordo entre a República Dominicana e a América Central.
  3. O Acordo de Alcance Parcial entre à República Dominicana e o Panamá.
  4. O Acordo entre os Estados Unidos, a América Central e à República Dominicana

Projeto Mesoamérica

  1. A Associação dos Estados do Caribe (AEC)
  2. O Sistema da Integração Centro-Americana (Associado)
  3. O Acordo América Central, os Estados Unidos e a República Dominicana (CAFTA-DR)
  4. O Sistema Económico Latino-Americano (SELA)
  5. O Acordo de Associação Económica entre os países da União Europeia e os Países do CARIFORUM
  6. O Projeto Mesoamérica
  7. A Comissão Económica para a América Latina e o Caribe (CEPAL)
  8. A Comunidade de Estados Latino-americanos e Caribenhos (CELAC)
  9. A Cimeira União Europeia-CELAC
  10. O Banco Mundial (BM)
  11. O Fundo Monetário Internacional (FMI)
  12. A Organização Mundial do Comércio (OMC)
  13. As Nações Unidas (NU)
  14. O Banco Interamericano de Desenvolvimento
  15. A Organização dos Estados Americanos (OEA)
  16. O Fórum de Cooperação América Latina-Ásia do Leste...

Sistema Económico Latino-Americano SELA

Associação dos Estados do Caribe (AEC)



Universidade U-EENIPaz, Não Terrorismo