Escola de Negócios EENI Business School

Acordo Dominicana-América Central-Estados Unidos


Compartilhar por Twitter

Conteúdo programático da unidade curricular (UC) - Acordo de Livre-Comércio América Central, os Estados Unidos e a República Dominicana.

  1. Introdução ao Acordo de Livre-Comércio (ALC) entre a América Central (Costa Rica, El Salvador, Guatemala, Honduras, Nicarágua), os Estados Unidos e a República Dominicana (CAFTA-DR);
  2. Os benefícios do acordo CAFTA-DR;
  3. A certificação de origem;
  4. O comércio exterior (exportações, importações) e os fluxos de investimento (IED) entre os países centro-americanos e os Estados Unidos.

Formação online (Curso, Mestrado, Doutoramento): Acesso preferencial / Acordos comerciais

Curso Mestrado: Negócios na América Central

Estudante Mestrado e Doutoramento Online em negócios internacionais

A UC «Acordo de Livre-Comércio (ALC) entre a América Central, os Estados Unidos e a República Dominicana» é estudada nos seguintes programas de ensino superior online ministrados pela EENI Global Business School (Escola de Negócios):

Mestrados (MIB): Negócios na América, Negócios Internacionais, Comércio Exterior.

Mestrados em Comércio Exterior e Negócios Internacionais - Formação online

Doutoramento (Doutorado DIB): Negócios Americanos, Comércio Mundial.

Doutorados (Doutoramentos) Profissionais em Negócios Internacionais - Formação online

Cursos: Negócios na América Central, América do Norte, Estados Unidos, Caraíbas.

Formação online (Curso, Mestrado, Doutoramento: Negócios nas Caraíbas

Línguas: Ensino superior à distância (Cursos, Mestrados, Doutoramento) em Português, comércio exterior + Mestrado negócios internacionais comércio exterior EAD em Espanhol Centroamérica Estados Unidos Estudar em Inglês online, curso mestrado doutoramento, comércio exterior, negócios internacionais CAFTA DR US Estudar mestrado negócios internacionais e comércio exterior em Francês Amérique Centrale.

Curso Mestrado: Negócios na América Central

Acordo de Livre-Comércio América Central, os Estados Unidos, a República Dominicana.

O objetivo principal do Acordo de Livre-Comércio entre a República Dominicana, a América Central e os Estados Unidos é estabelecer uma área de livre-comércio entre os países signatários do acordo.

Os objetivos específicos do Acordo de Livre-Comércio (ALC) são:

(a) estimular a expansão e a diversificação do comércio exterior entre as partes;

(b) eliminar as barreiras técnicas ao comércio internacional e facilitar a circulação transfronteiriça de mercadorias e serviços entre os territórios das partes;

(c) promover as condições de concorrência leal na área de livre-comércio;

(d) aumentar substancialmente as oportunidades de investimento (IED) nos territórios das partes;

(e) proteger em forma adequada e eficaz e fazer valer os direitos de propriedade intelectual no território de cada parte;

(f) criar os procedimentos eficazes para a aplicação e o cumprimento deste tratado, pela sua administração conjunta, e pela solução das controvérsias.

(g) estabelecer os alinhamentos para a cooperação bilateral, regional, e multilateral para expandir e a melhorar os benefícios deste tratado.

A entrada em vigor do Acordo de Livre-Comércio (ALC) entre a República Dominicana, a América Central e os Estados Unidos.

  1. El Salvador e os Estados Unidos: 1 Março 2006;
  2. Honduras e a Nicarágua: 1 abril 2006;
  3. Guatemala: 1 julho 2006;
  4. A República Dominicana: 1 Março 2007;
  5. Costa Rica: 1 Janeiro 2009.

O comércio exterior entre os países centro-americanos e os Estados Unidos.

Apesar dos desafios económicos que tem enfrentado a economia mundial nos últimos anos, o comércio exterior total entre os Estados Unidos e os parceiros da América Central e a República Dominicana cresceu em 35 mil milhões de e dólares prévio à implementação do tratado, a 48 mil milhões de dólares.

O comércio intrarregional entre os países centro-americanos e a República Dominicana incrementou-se de 4,2 mil milhões de dólares a mais de dólares 6,3 mil milhões durante o mesmo período.

Os fluxos de investimento estrangeiro direto (IED) na região são ainda mais notáveis. A média anual dos fluxos de investimento entre os países centro-americanos e a República Dominicana nos primeiros quatro anos do tratado foram de 6,3 mil milhões de dólares, isto é, um 123% mais alto que os 2,8 mil milhões de dólares registados como média anual durante o período 2000-2005 antes da implementação do tratado.

O Acordo de Livre-Comércio (ALC) entre a República Dominicana, a América Central e os Estados Unidos (CAFTA-DR) é um acordo pertencente à Civilização Cristã-Ocidental (Espaço Económico Americano - Latino-Americano - Norte-americano).

Acordos de Livre-Comércio (ALC) dos Estados Unidos: União Europeia, Lei de Crescimento e Oportunidades para a África (AGOA), UEMOA (Guiné-Bissau), COMESA...


(c) Escola de Negócios EENI Global Business School (1995-2022)
Não usamos cookies
Topo da página