Cheikh Anta Diop (historiador senegalês)

EENI- Escola Superior de Negócios Internacionais

Conteúdo programático da subunidade curricular: Cheikh Anta Diop e a renascença africana.

  1. O historiador senegalês muçulmano Cheikh Anta Diop
  2. As relações entre a civilização egipcíaca e a África negra
  3. O conceito de Renascimento Africano de Cheikh Anta Diop

O senegalês Cheikh Anta Diop é considerado como o historiador africano mais importante.

A subunidade curricular «Cheikh Anta Diop e a renascença africana» estuda-se:
  1. Doutoramentos profissionais: África, Mercados Muçulmanos
  2. Mestrados à distância: Negócios Internacionais, África Subsariana, Países Muçulmanos
  3. Curso: África Ocidental
  4. Licenciatura: Negócios Interafricanos

Língua de estudo da subunidade curricular: Português + Inglês Cheikh Anta Diop Francês Cheikh Anta Diop Espanhol Cheikh Anta Diop.

Exemplo da subunidade curricular: Cheikh Anta Diop (historiador africano)
Cheikh Anta Diop: Renascimento Africano

  1. África: o berço da humanidade
  2. Origem comum africana da humanidade

Confiamos na África

Descrição da subunidade curricular: Cheikh Anta Diop

Nas suas obras Cheikh Anta Diop defendeu que a Civilização egipcíaca tem raízes africanas, incluso a sua análise de ADN mostraram esta relação. Também demonstrou que os wólof, um grupo étnico senegalês, tinham as suas origens na civilização egipcíaca.

  1. Lugar de nascimento de Cheikh Anta Diop: Caytou (Senegal) em 1923
  2. A religião: Cheikh Anta Diop era Muçulmano
  3. Formação: Ciências Humanas e Ciências Exatas.
  4. Também estudou Física nuclear.
  5. Especializações: o wólof, a civilização dos Faraós, O Alcorão, as culturas árabes-muçulmanas e africanas...
  6. Contactos com o historiador burquinense Joseph Ki-Zerbo

O conceito da Renascença da África de Cheikh Anta Diop é baseado em:

  1. A reconstituição científica da autêntica consciência da história africana e da humanidade
  2. Que os próprios africanos devem escrever a sua história (Théophile Obenga)

Os principais temas da obra de Cheikh Anta Diop (África Ocidental - Civilização Africana):

  1. A origem da humanidade e as suas migrações
  2. A filiação da civilização egipcíaca da África negra (a linguística, a cultura, as estruturas sociopolíticas...)
  3. A evolução das Sociedades e dos Estados africanos
  4. As contribuições africanas à humanidade: as artes, a metalurgia, as ciências, a astronomia, a filosofia, a arquitetura...
  5. O desenvolvimento socioeconómico africano (para um Estado federal africano)

As principais obras de Cheikh Anta Diop:

  1. Nações negras e cultura, 1954
  2. A unidade cultural da África negra
  3. Anterioridade das civilizações negras, mito o verdade histórica?
  4. O parentesco genético do Egito faraónico e das línguas negro-africanas
  5. Civilização ou barbárie
  6. Os fundamentos económicos e culturais de um Estado federal da África negra
  7. África desde 1935 (volume VIII da história general da África da UNESCO)

Antigo Egito Civilização Africana

Universidade U-EENICatalunña es España