Acordo de Comércio preferencial Maurícia-Paquistão (Curso EAD)

Escola de Negócios EENI & Universidade HA

Conteúdo programático da unidade curricular: a Zona preferencial de comércio (PTA) entre Maurícia e o Paquistão

  1. Introdução à Zona preferencial de comércio Paquistão-Maurícia
  2. As regras de origem

A unidade curricular «A Zona preferencial de comércio Paquistão-Maurícia» estuda-se nos seguintes programas de ensino superior à distância (EAD) da Escola de Negócios EENI & Universidade HA:
  1. Mestrados: Negócios em África, Ásia, Países Muçulmanos, Negócios Internacionais, Comércio Exterior
  2. Doutoramentos: Mercados Islâmicos, Negócios Asiáticos, Negócios Africanos
  3. Cursos: Negócios na África Oriental, Ásia Central

Estudante mestrado em comércio exterior EAD

Línguas da unidade curricular: Ensino superior à distância em Português + Mestrado negócios comércio EAD em Espanhol Pakistan Mauricio Em Pakistan Mauritius Estudar mestrado negócios internacionais em Francês Ile Maurice.

Exemplo da unidade curricular (EAD): a Zona preferencial de comércio (PTA) entre Maurícia e o Paquistão
Maurícia-Paquistão Zona preferencial de comércio





Tweter.png Tweet 
Envie para um amigo:

/ / Envie-nos um WhatsApp / Contactar Skype / Contato por telefone / Print /
Info EENI Voltar

Portal Africano da Escola de Negócios EENI & Universidade HA
Portal África, Escola de Negócios EENI & Universidade HA

Descrição da unidade curricular (Zona preferencial de comércio Maurícia-Paquistão).

O objetivo principal da Zona preferencial de comércio Maurícia-Paquistão é encorajar o comércio exterior (produtos e serviços) entre a República Islâmica do Paquistão e a Maurícia

  1. A entrada em vigor: 30 de julho de 2007.
  2. Concedeu-se uma redução dos direitos aduaneiros para uma lista de mercadorias acordados entre o Paquistão e a Maurícia
  3. Regras de origem.
    1. O produto deve ser totalmente produzido na Maurícia ou no Paquistão.
    2. Se o valor total dos materiais são de outro país supera o 65% do valor FOB, as regras de origem não podem-se aplicar.
  4. A Zona preferencial de comércio (PTA) entre a Maurícia e o Paquistão busca também eliminar as barreiras técnicas não-tarifárias
  5. A Zona preferencial de comércio também incluiu um capítulo sobre o tratamento nacional, as medidas anti-dumping, as salvaguardas e as compensatórias, uma cláusula de escassez, os regulamentos técnicos, a resolução de conflitos...
  6. O Acordo no foi notificado na Organização Mundial do Comércio (OMC)

Esta zona preferencial de comércio é formada por um país muçulmano (Paquistão) e um país hindu (Maurícia).



(c) Escola de Negócios EENI & Universidade HA (1995-2019). Não usamos cookies.