Comunidade das Caraíbas CARICOM

EENI- Escola Superior de Negócios Internacionais

Conteúdo programático da unidade curricular - A Comunidade das Caraíbas (CARICOM). A Associação Económica CARIFORUM

  1. Introdução à Comunidade das Caraíbas CARICOM
  2. O perfil económico dos países das Caraíbas: Antígua e Barbuda, as Bahamas, Barbados, a Dominica, Granada, o Haiti, a Jamaica, Montserrate, São Cristóvão e Nevis, Santa Lúcia, São Vicente e as Granadinas, Trindade Tobago
  3. A política comercial da Comunidade das Caraíbas
  4. O Banco de Desenvolvimento das Caraíbas
  5. CARICOM: a assistência para Haiti
  6. O Mercado Único e Economia das Caraíbas (CSME)
  7. A Cúpula Brasil-CARICOM
  8. O Acordo de Parceria Económica CARIFORUM-União Europeia
  9. O Acordo Costa Rica-Comunidade das Caraíbas
  10. O Acordo de Complementação Económica Colômbia-CARICOM
  11. A Organização dos Estados do Caribe Oriental (OECO)
  12. A Iniciativa da Bacia das Caraíbas (CBI)

Os objetivos da unidade curricular «A Comunidade das Caraíbas (CARICOM)» são os seguintes:

  1. Compreender os objetivos e a política comercial da CARICOM
  2. Analisar o perfil económico dos países das Caraíbas
  3. Avaliar os benefícios para os países-membros da CARICOM
  4. Analisar o processo de integração económica (Mercado e economia únicos das Caraíbas) e o comércio exterior entre os países-membros da Comunidade das Caraíbas
  5. Conhecer as instituições filiadas: o Banco de Desenvolvimento das Caraíbas e a Organização de Estados das Caraíbas Orientais (OECO)
  6. Identificar os acordos de livre comércio da CARICOM
A unidade curricular «A Comunidade das Caraíbas (CARICOM)» estuda-se:
  1. Mestrado Profissional em Negócios Internacionais
  2. Doutoramento Negócios na América (EaD)

Materiais de estudo em Português ou Espanhol CARICOM Inglês CARIBEAN COMMUNITY Francês CARICOM.

  1. Créditos da unidade curricular «CARICOM»: 1 ECTS
  2. Duração estimada: 1 semana

Exemplo da unidade curricular - A Comunidade das Caraíbas CARICOM:
Comunidade das Caraíbas CARICOM

Cúpula Brasil-CARICOM
Cúpula Brasil-CARICOM

Descrição da unidade curricular - A Comunidade das Caraíbas CARICOM:

A Comunidade das Caraíbas (CARICOM) surgiu em 1958 como resultado de quinze anos de gestões a favor da integração regional caribenha.

O CARICOM (Comunidade das Caraíbas) agrupa a Antiga e Barbuda, as Bahamas, Barbados, Belize, a Dominica, Granada, a Guiana, o Haiti, a Jamaica, Montserrate, São Cristóvão e Nevis, Santa Lúcia, São Vicente e as Granadinas, o Suriname e Trindade e Tobago.

  1. O CARICOM ocupa um espaço total de 462.472 quilómetros quadrados
  2. A sua população é de 15 milhões de pessoas
  3. O produto interno bruto da CARICOM estima-se em 29 milhões de dólares, com um produto interno bruto per capita de 2.628 dólares

Os objetivos da CARICOM (Comunidade das Caraíbas):

  1. A integração económica dos Estados-membros através do estabelecimento de um regime de livre comércio
  2. A coordenação das políticas exteriores dos Estados-membros
  3. Promover a cooperação nos âmbitos educativos, culturais e industriais.

A Tarifa Externa Comum é um sistema comum pela sua estrutura tarifária das alfândegas (aduanas) e foi introduzido em janeiro de 1991. Oferece um sistema de códigos harmonizado e uma estrutura de taxa tarifária coerente para a importação de produtos de exportação desde fora da região da CARICOM.

Mesmo que a língua inglesa é oficial na maioria dos seus membros, o espanhol vai ganhando terreno. Em 2003 a Comunidade das Caraíbas acordou fazer do castelhano a sua segunda língua oficial, e reconheceu a necessidade da popularizarão na região, para o que solicitou a ajuda de Cuba e da Organização dos Estados Americanos.

O Banco de Desenvolvimento das Caraíbas é uma instituição financeira internacional que tem por objetivo promover a cooperação e a integração regional e financiar os projetos de desenvolvimento económico, social e institucional na área das Caraíbas.

O Acordo de Associação Económica CARIFORUM-União Europeia.

  1. O comércio exterior da União Europeia com a região das Caraíbas supôs mais de 6 000 milhões de euros. A União Europeia exportou 3.275 milhões de euros para o Caribe, incluídos navios e maquinaria
  2. As exportações das Caraíbas para à União Europeia ascenderam a 3.000 milhões de euros, incluídos os navios, os combustíveis, os produtos de exportação químicos e agrícolas

No dia 16 de dezembro de 2007, a União Europeia rubricou um Acordo de Associação Económica com Antiga e Barbuda, as Bahamas, Barbados, Belize, a Dominica, a República Dominicana, Granada, a Guiana, o Haiti, a Jamaica, Santa Lúcia, São Vicente e as Granadinas, São Cristóvão e Nevis, o Suriname, e a Trindade e Tobago (os Estados-membros do CARIFORUM).

O Banco de Desenvolvimento das Caraíbas
Banco de Desenvolvimento do Caribe

Acordo de Comércio Livre CARIFORUM-União Europeia

A Comunidade das Caraíbas (CARICOM) é uma organização pertencente à Civilização Cristã Ocidental (área caribenha).

Integração económica CARICOM



Universidade U-EENIPaz, Não Terrorismo