União Económica e Monetária da África do Oeste (UEMOA)

EENI- Escola Superior de Negócios Internacionais

Conteúdo programático da unidade curricular - A União Económica e Monetária da África do Oeste (UEMOA)

  1. Introdução à União Económica e Monetária da África do Oeste (UEMOA)
  2. Os objetivos da UEMOA
  3. O funcionamento da UEMOA
  4. As instituições da União Económica e Monetária da África do Oeste
  5. A política da concorrência da Comunidade
  6. O Tratado da UEMOA
  7. As realizações da União Económica e Monetária da África do Oeste.
      1. O Mercado Comum
      2. A Tarifa Externa Comum
      3. As políticas setoriais
  8. A área Monetária da África do Oeste (WAMZ)
  9. O franco CFA. A história do franco CFA
  10. O contexto político da União Económica e Monetária da África do Oeste (UEMOA)
  11. As economias dos Estados-membros da União Económica e Monetária: o Benim, o Burquina Faso, a Costa do Marfim, a Guiné-Bissau, o Mali, o Níger, o Senegal e o Togo
  12. A situação económica e financeira da União Económica e Monetária da África do Oeste
  13. Crise financeira, o comércio e a integração regional na África Ocidental
  14. O impacto da crise do Mali na União Económica e Monetária da África do Oeste (UEMOA)
  15. A competitividade estrutural dos países UEMOA
  16. Caso de estudo: oportunidades para incrementar o comércio Transfronteiriço no setor bancário
  17. O Banco Central dos Estados da África Ocidental (BCEAO)
  18. O Banco Ocidental Africano de Desenvolvimento
  19. O Instituto Monetário da África Ocidental (IMAO)
  20. O Banco de Desenvolvimento da África Ocidental (BOAD)
  21. A empresa Gerenciamento Cauris (private equity gestor de fundos)
  22. O Fundo de Garantia privado da África Ocidental (GARI)
  23. Os países da União Económica e Monetária da África do Oeste (UEMOA) e a AGOA
  24. O Acordo Marco de comércio e investimentos União Económica e Monetária da África do Oeste (UEMOA)-Estados Unidos
  25. O Acordo de Parceria Económica União Europeia-UEMOA (em negociação)

Os objetivos da unidade curricular «A União Económica e Monetária da África do Oeste (UEMOA)» são os seguintes:

  1. Compreender os objetivos e as funções da União Económica e Monetária da África do Oeste (UEMOA)
  2. Compreender o Tratado da UEMOA
  3. Avaliar os benefícios para os países-membros da União Económica e Monetária da África do Oeste (UEMOA)
  4. Analisar o contexto económico da UEMOA
  5. Analisar o processo de integração económica (Mercado Comum, Imposto Externo Comum) e o comércio exterior entre os países-membros da União Económica e Monetária da África do Oeste (UEMOA)
  6. Conhecer o Código de Alfândegas da UEMOA
  7. Analisar o sistema financeiro e bancário da UEMOA e o papel do Banco Central dos Estados da África Ocidental
  8. Analisar o papel das instituições filiadas da União Económica e Monetária da África do Oeste (UEMOA)
A unidade curricular «A União Económica e Monetária da África do Oeste (UEMOA)» estuda-se:
  1. Curso: África Ocidental
  2. Doutoramento em Negócios na África (EaD)
  3. Mestrados à distância: Negócios Internacionais, África Subsariana, Mercados Fronteiriços, Relações Económicas

Língua de estudo: Português + Inglês WAEMU Francês UEMOA Espanhol UEMOA.

  1. Créditos da unidade curricular «A União Económica e Monetária da África do Oeste (UEMOA)»: 2 ECTS
  2. Duração estimada: 2 semanas

Abdoul Karim estudante EENI
Ouandaogo Abdoul Karim ganhador do prémio regional UEMOA

O Banco de Desenvolvimento da África Ocidental (BOAD):
Banco de desenvolvimento África Ocidental

Confiamos na África Universidade U-EENI na África Ocidental

Descrição da unidade curricular - A União Económica e Monetária da África do Oeste (UEMOA):

A União Económica e Monetária da África do Oeste (UEMOA), foi instituída pelo tratado assinado em Dacar em janeiro de 1994 pelos Chefes de Estado e de Governo dos sete países da África Ocidental que têm em comum o uso da uma moeda comum: o franco CFA.

Os Estados-membros da UEMOA (União Económica e Monetária do Oeste Africano): o Benim, o Burquina Faso, a Costa do Marfim, a Guiné-Bissau, o Mali, o Níger, o Senegal e o Togo.

  1. A área: 3.509.600 quilómetros quadrados
  2. A população da UEMOA: 80.340.000
  3. A taxa de crescimento demográfico: 3%
  4. Produto interno bruto nominal: 24.332,6 bilhões de FCFA
  5. O PIB (a preços constantes): 18.458,8 bilhões de FCFA
  6. A taxa de crescimento real do produto interno bruto: 4,3%
  7. A inflação anual: 4,3%

UEMOA ZMAO CEDEAO

A União Económica e Monetária da África do Oeste (UEMOA) pertence ao Espaço Económico da África Ocidental da Civilização Africana.

O Banco Central dos Estados da África Ocidental (BCEAO) é o instrumento financeiro dos oito Estados-membros da União Monetária da África Ocidental. O Banco Central dos Estados da África Ocidental é uma instituição pública internacional cuja sede encontra-se em Dakar.

O Banco de Desenvolvimento da África Ocidental é a instituição comum criada para financiar o desenvolvimento das economias da União Económica e Monetária da África do Oeste. Foi criado em novembro de 1973. Os seus Estados-membros são o Benim, o Burquina Faso, a Costa do Marfim, a Guiné-Bissau, o Mali, o Níger, o Senegal e o Togo.

Instituto Monetário da África Ocidental

Os corredores transafricanos:

  1. A Rodovia Transafricana Argel-Lagos
  2. O Corredor Dakar-Lagos

Os principais portos:

  1. O Porto de Cotonou
  2. O Porto de Abidjã
  3. O Porto de Dakar
  4. O Porto de Lomé

Primeira Promoção do Mestrado em Internacionalização, Universidade Ouaga II (Burquina Faso) e a EENI (Espanha)
Mestrado em Comércio Exterior Burkina Faso

  1. A Área Monetária da África do Oeste (WAMZ)
  2. A Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO)
  3. A União do Rio Mano
  4. A Autoridade da Bacia do Níger

 Dr. Aliou Niang, professor da EENI do Senegal e consultor da UEMOA.

Autoridade da Bacia do Níger

Universidade U-EENICatalunña es España