Clube de estudantes Comércio Internacional

A EENI possui estudantes em quatro continentes (a Europa,a Ásia, a América e a África), nos países como a Espanha, a França, a Alemanha, a Argentina, o México, a Colômbia, Venezuela, o Chile, os Estados Unidos, os Camarões, a Guiné, o Paraguai, a Bolívia... Com perfis e experiências muito diferentes, mas com o fator comum do interesse pelos negócios internacionais e de ter estudado na EENI.

Primeira Promoção do Mestrado em comércio exterior Universidade Ouaga II (Burquina Faso) e a EENI (Espanha)
Mestrado em Comércio Exterior África


objetivos do Clube

Networking. Um dos objetivos do Clube de Estudantes é promover as relações profissionais e sociais entre nossos estudantes, trocando experiências e informação. O grande valor agregado que temos neste clube é a riqueza intercultural de todos nós. Em um mundo cada vez mais globalizado, é necessário saber como relacionar-se com pessoas das outras culturas. Muitos de nossos estudantes estão em postos diretivos de empresas exportadoras ou de serviços (logística, a banca, etc.), outros estão em instituições públicas ou privadas relacionadas com o comércio internacional, outros são professores, etc. A capacidade de trocar experiências e informações gera importantes sinergias, que favorecem o desenvolvimento de novos negócios, o melhoramento profissional, a troca pessoal, etc. Com o objetivo de que estudantes de diferentes países possam se conhecer, busca-se ativamente o desenvolvimento de encontros presenciais entre nossos estudantes.

Promoção de estudantes. Os estudantes interessados podem divulgar seu CV através de nosso site, participar de Bolsas EENI de trabalho, etc.

Cooperação. Um dos objetivos da EENI é ajudar, na medida do possível, o desenvolvimento dos Países em Vias de Desenvolvimento, formando pessoas na área dos negócios internacionais. Já foram desenvolvidos vários projetos formativos na África e na América Latina, sendo a EENI a financiadora das bolsas outorgadas a estudantes sem recursos destes países. Uma vez mostrado que este modelo de cooperação existe e, sobretudo, que é útil para estas pessoas, estamos potencializando estes projetos na América Central, Magrebe, a África, os países árabes e Extremo Oriente. Gostaríamos que a maioria daqueles estudantes que estivessem interessados na cooperação pudessem participar destes projetos.

Unidade de consultoria. Cada vez mais a EENI recebe solicitações das empresas exportadoras para ajudá-las nos processos de internacionalização. Nossa principal vantagem competitiva é que contamos com estudantes com excelentes perfis e experiências em vários países. Uma rede de contactos que conhecemos e com a qual existe um elevado nível de confiança, podendo oferecer um serviço integral e global de consultoria para exportadores e importadores de todo o mundo. Sob a orientação da EENI, nossos estudantes podem fazer parte destes projetos de consultoria. O objetivo será de assessorar as empresas no processo de internacionalização, desde a preparação de estudos de mercados objetivos, até a procura de distribuidores, passando pela participação em feiras, planejamento estratégico, etc.

Criar correntes de opinião. A riqueza intercultural do clube de estudantes permite buscarmos um importante desafio: ser capazes de criar correntes de opinião. O objetivo principal é gerar informação séria e contrastada, para que seja divulgada e possa ser considerada como uma referência. Acreditamos que muitas pessoas que não são peritas em comércio internacional, necessitam conhecer novos pontos de vista, ideias e alternativas. Além de difundir estas novas ideias buscaremos, na medida do possível, publicar estes trabalhos em artigos ou livros que possam ser convertidos em obras de referência. Disponibilizamos dois importantes temas a desenvolver:

«Por uma globalização aberta e democrática». Muitos de nossos estudantes tem manifestado suas inquietações perante as ameaças e debilidades da globalização. Nós também compartilhamos deste ponto de vista. Não estamos de acordo com a «globalização selvagem» que estamos vendo. Não somos, tampouco, anti-globalizadores, apenas acreditamos que é necessário pesquisar uma globalização mais aberta e democrática. O ambiente multicultural do Clube é uma plataforma muito importante para debater e pesquisar alternativas à globalização atual.

«Por um novo conceito do marketing internacional». Todos sabemos que as principais técnicas e estratégias do marketing internacional provém, principalmente, de especialistas dos Estados Unidos. Embora sejam indispensáveis para os negócios internacionais, é necessário refletir se este modelo é realmente o mais adequado para empresas dos outros países ou para desenvolver estratégias do marketing nos países em desenvolvimento. Tem sentido, por exemplo, as «22 leis imutáveis do marketing» para um mercado como a Argélia? Novamente salientamos que este acervo intercultural do clube permite criar um fórum de discussão sobre a necessidade de desenvolver novos modelos do marketing com um enfoque mais latino.

Para mais informações, contactar com:

Fernandez Susana Fernández.

Estudantes da EENI (Escola de Negócios) e da Universidade Hispano-Africana de Negócios Internacionais na América
Estudantes da América da EENI (Escola de Negócios) e da Universidade Hispano-Africana

Na África
Estudantes da África da EENI (Escola de Negócios) e da Universidade Hispano-Africana

Na Europa
Estudantes da EENI Europa

Estudantes da EENI no Médio Oriente
Estudantes da EENI Médio Oriente

Na Ásia
Estudantes da Ásia da EENI (Escola de Negócios) e da Universidade Hispano-Africana

Educação superior em Espanhol Comercio Exterior Formação superior em Inglês International Business Cursos à distância EaD em Francês Commerce International.

(c) EENI- Escola de Negócios & Universidade Hispano-Africana de Negócios Internacionais (1995-2018)