EENI-Escola de Negócios

Porto do Jibuti

EENI- Escola Superior de Negócios Internacionais

Conteúdo da subunidade curricular - Os portos do Jibuti, Tadjourah e Goubet. Acesso à Etiópia.

  1. Introdução ao Porto do Jibuti
  2. As principais características do Porto do Jibuti
  3. O acesso ao mercado etíope
  4. Outros portos do Jibuti: Porto de Goubet e o Porto de Tadjourah
A subunidade curricular «O Porto do Jibuti» estuda-se:
  1. Cursos: Transporte na África, África Oriental
  2. Doutoramento em Negócios na África
  3. Mestrados: Negócios Internacionais, África Subsariana, Países Muçulmanos
  4. Licenciatura: Negócios Interafricanos

Língua de estudo Inglês Port Jibuti ou Francês Djibuti. Resumo em Br Espanhol Puerto Jibuti.

Exemplo da subunidade curricular - O Porto do Jibuti
Porto do Jibuti

Confiamos na África

Descrição da subunidade curricular - O Porto do Jibuti.

Os portos mais importantes do Jibuti são:

  1. O Porto do Jibuti
  2. O Porto de Tadjourah
  3. O Porto de Goubet
  4. Terminal Ganadeira em Doudah

O Porto do Jibuti:

  1. O Porto do Jibuti é principalmente um porto de transbordo e um hub regional
  2. Quase todo o tráfego marítimo e o comércio exterior da Etiópia são transportados pelo Porto do Jibuti
  3. Adis Abeba (capital da Etiópia) é enlaçada pelo caminho-de-ferro e pela rodovia - caminhos-de-ferro Ethio-Jibuti
  4. Uma localização estratégica: localizado na entrada do Mar Vermelho
  5. Bom acesso aos mercados COMESA (Mercado Comum da África Oriental e Austral)
  6. Terminal de contentores: 350.000 TEU / ano
  7. Um Porto seco
  8. Terminal indústria do petróleo (Doraleh)
  9. Armazenamento de automóveis (5.000 unidades) - Daheez
  10. Terminal Ganadeira em Doudah

O Porto de Tadjourah:

  1. O Porto novo localizado no norte do Jibuti
  2. Navios de carga geral
  3. Terminal Ro-ro
  4. A Rodovia asfaltada «Tadjourah-Balho»
  5. O Caminho-de-ferro «Tadjourah-Mekele»

O Porto de Goubet:

  1. Um porto de minerais
  2. Em construção

O Porto do Jibuti pertence ao Espaço Económico da África Oriental da Civilização Africana.

As rodovias transafricanas: o Corredor Jibuti-N'Djamena

As comunidades económicas regionais:

  1. CEN-SAD (Comunidade dos Estados Sahel-Saarianos)
  2. IGAD (Autoridade Intergovernamental para o Desenvolvimento)
  3. COMESA (Mercado Comum da África Oriental e Austral)
  4. O Acordo Tripartido COMESA-EAC-SADC

Transporte marítimo na África - Portos da África Oriental.


(c) EENI- Escola Superior de Negócios Internacionais