Iniciativa da Bacia do Nilo

EENI- Escola Superior de Negócios Internacionais

Conteúdo programático da subunidade curricular - A Iniciativa da Bacia do Nilo (NBI) - África

  1. Introdução à Iniciativa da Bacia do Nilo (NBI)
  2. O perfil económico da Bacia do Nilo
  3. Os benefícios pelo Burundi, a República Democrática do Congo, o Egito, a Etiópia, o Quénia, o Ruanda, o Sudão do Sul, o Sudão, a Tanzânia e a Uganda
  4. A estrutura da Iniciativa da Bacia do Nilo
  5. Planos e projetos estratégicos da Iniciativa da Bacia do Nilo

Nota: os apartados 3,4 e 5 só estão disponíveis em inglês.

A subunidade curricular «A Iniciativa da Bacia do Nilo» estuda-se:
  1. Doutoramento Negócios na África (educação à distância)
  2. Cursos: África Oriental, África Central
  3. Mestrados profissionais: África Subsariana, Mercados Fronteiriços, Relações Económicas, Negócios Internacionais

Língua de estudo: Português ou Inglês Nile Basin Francês Nile Espanhol Cuenca Nilo.

Exemplo da subunidade curricular - A Iniciativa da Bacia do Nilo:
Iniciativa da Bacia do Nilo

Confiamos na África

Descrição da unidade curricular - A Iniciativa da Bacia do Nilo (NBI):

A Iniciativa da Bacia do Nilo é uma associação intergovernamental regional que procura desenvolver o rio Nilo da uma maneira cooperativa, compartilhar os benefícios socioeconómicos substanciais e promover a paz e a segurança regional.

A Iniciativa da Bacia do Nilo foi criada em fevereiro de 1999 pelos Ministros encarregados de Assuntos Hídricos dos países ribeirinhos: o Burundi, a República Democrática do Congo, do Egito, a Etiópia, o Quénia, Ruanda, o Sudão do Sul, o Sudão, a Tanzânia e o Uganda.

A Eritreia participa em qualidade de pais observador.

Os objetivos da Iniciativa da Bacia do Nilo são:

  1. Desenvolver os recursos hídricos da Bacia do Nilo de uma maneira sustentável e equitativa para garantir a prosperidade, a segurança e a paz para todos os povos
  2. Garantir um gerenciamento eficiente da água e da utilização ótima dos recursos
  3. Garantir a cooperação e a ação conjunta entre os países ribeirinhos
  4. Erradicar a pobreza e promover a integração económica
  5. Assegurar que os resultados dos programas sejam conseguidos

O órgão superior da Iniciativa da Bacia do Nilo é o Conselho de Ministros do Nilo.

A região da Iniciativa da Bacia do Nilo:

  1. Onze países: o Burundi, a República Democrática do Congo, o Egito, a Etiópia, o Quénia, o Ruanda, o Sudão do Sul, o Sudão, a Tanzânia, o Uganda
  2. Longitude: 6.695 quilómetros
  3. Longitude navegável: 4.149 quilómetros
  4. A área da Bacia: 3176, 543 quilómetros quadrados
  5. Fluxo anual (em Assuão): 84 mm de metros cúbicos / ano média
  6. Grandes Lagos: Vitória, Kyoga, Albert, Edward, Tana
  7. Altitude máxima: 5.110 m (o Monte Stanley, montanhas de Rwenzori, o Uganda)
  8. A população (total, em todos os países do Nilo): 437 milhões de pessoas
  9. Percentagem da população dentro da Bacia do Nilo: 54% (238 milhões de pessoas)
  10. Principal uso da água: agricultura
  11. Principais presas de Assuão, Jebel Aulia, Roseries, Sennar, Khasm o Girba e Merowe

A Iniciativa da Bacia do Nilo pertence à Civilização Africana.

  1. O Espaço Económico da África Central
  2. O Espaço Económico da África Oriental


Universidade U-EENIPaz, Não Terrorismo