Escola de Negócios EENI Business School

Fundo Monetário Internacional (FMI), Brasil


Compartilhar por Twitter

Conteúdo programático da unidade curricular (UC) da EENI

O Fundo Monetário Internacional e as crises económicas. Relatório económico mundial

  1. Introdução ao FMI
  2. Países-membros do FMI
  3. Organização do Fundo Monetário
  4. Atividades do Fundo Monetário Internacional:
    1. Supervisão
    2. Assistência técnica
    3. Assistência financeira
  5. Direitos especiais de giro (DEG)
  6. Luta contra o branqueamento de capitais (corrupção)
  7. A função do Fundo Monetário Internacional nas crises económicas
  8. O FMI, o Banco Mundial e a OMC
  9. Relatório económico mundial do Fundo Monetário Internacional

Os objetivos da UC «Fundo Monetário Internacional (FMI)» são:

  1. Compreender os objetivos e a organização do Fundo Monetário Internacional
  2. Analisar as principais áreas de atividade do FMI (supervisão, assistência técnica e financeira...)
  3. Compreender o conceito de «Direito Especial de Giro (DEG)»
  4. Conhecer a função do Fundo Monetário Internacional nas crises económicas e na estabilidade financeira mundial
  5. Aprender a usar a informação macroeconómica que oferece o FMI
  6. Analisar a função do Fundo Monetário Internacional no comércio mundial

Estudantes, Curso Mestrado Doutoramento, Negócios Internacionais, Comércio Exterior

A UC «O Fundo Monetário Internacional» é estudada nos seguintes programas de ensino superior online ministrados pela EENI Global Business School:

Mestrado em Negócios Internacionais, Comércio Exterior.

Mestrados em Comércio Exterior e Negócios Internacionais - Formação online

Doutoramento: Comércio Mundial, Ética Global, Religiões e Negócios Internacionais.

Doutorados (Doutoramentos) Profissionais em Negócios Internacionais - Formação online

Línguas: Ensino superior à distância (Cursos, Mestrados, Doutoramento) em Português, comércio exterior + Estudar comércio exterior em Inglês online International Monetary Found Mestrado negócios internacionais comércio exterior EAD em Espanhol Fondo Monetario Internacional Estudar mestrado negócios internacionais e comércio exterior em Francês Fonds monétaire international.

Área de conhecimento: globalização.

Globalização e organizações

Exemplo - O Fundo Monetário Internacional (FMI):
Fundo Monetário Internacional

O Fundo Monetário Internacional foi estabelecido em 1945, na Conferência das Nações Unidas realizada em Bretton Woods (New Hampshire) para obter uma economia global mais forte.

O Fundo Monetário Internacional têm a sua sede em Washington (Estados Unidos). O Fundo Monetário Internacional é administrado pelos governos de 188 países-membros, que devem ser responsabilizados pelos seus objetivos.

Os principais objetivos do FMI são:

  1. Encorajar a cooperação monetária internacional
  2. Facilitar a expansão e o crescimento do comércio exterior
  3. Encorajar a estabilidade dos mercados financeiros
  4. Cooperar na criação de um sistema multilateral de pagamentos
  5. Pôr ao dispor dos Estados-membros com dificuldades financeiras os recursos técnicos e financeiros do FMI

Os recursos do Fundo Monetário Internacional são fornecidos através do pagamento de quotas pelos países-membros.

Direitos especiais de giro.

O Direito especial de giro (DEG) é um ativo de reserva internacional criado em 1969 pelo Fundo Monetário Internacional para complementar as reservas oficiais dos seus países-membros. O valor do Direito especial de giro baseia-se em uma cesta de quatro moedas.

Dados do Fundo Monetário Internacional:

  1. Empregados: 2.635 pessoas de 143 nacionalidades
  2. Total de ações: 338.000 milhões de dólares
  3. Créditos pendentes: 17.000 milhões de dólares

Os Estados-membros Fundo Monetário Internacional são: Afeganistão, Albânia, Argélia, Angola, Antígua e Barbuda, Argentina, Arménia, Aruba, Países Baixos, Austrália, Áustria, Azerbaijão, Bahamas, Barém, Bangladeche, Barbados, Bielorrússia, Bélgica, Belize, Benim, Butão, Bolívia, Bósnia e Herzegovina, Botsuana, Brasil, Brunei, Bulgária, Burquina Faso, Burúndi, Camboja, Camarões, Canadá, Cabo Verde, República Centro-Africana, Chade, Chile, China, Colômbia, Comores, RD Congo, República do Congo, Costa Rica, Costa do Marfim, Croácia, Chipre, República Checa, Dinamarca, Jibuti, Dominica, República Dominicana, Equador, Egito, El Salvador, Guiné Equatorial, Eritreia, Estónia, Etiópia, Fiji, Finlândia, França, Gabão, Gâmbia, Geórgia, Alemanha, Gana, Grécia, Granada, Guatemala, Guiné, Guiné-Bissau, Guiana, Haiti, Honduras, Hong Kong, Hungria, Islândia, Índia, Indonésia, Irão, Iraque, Irlanda, Israel, Itália, Jamaica, Japão, Jordânia, Cazaquistão, Quénia, Kiribati, Coreia do Sul, Kosovo, Kuwait, Quirguistão, Laos, Letónia, Líbano, Lesoto, Libéria, Líbia, Lituânia, Luxemburgo, Macau, Macedónia, Madagáscar, Maláui, Malásia, Maldivas, Mali, Malta, Ilhas Marshall, Mauritânia, Maurícia, México, Estados Federados da Micronésia, Moldávia, Mongólia, Montenegro, Marrocos, Moçambique, Mianmar, Namíbia, Nepal, Países Baixos, Antilhas Holandesas, Nova Zelândia, Nicarágua, Níger, Nigéria, Noruega, Omã, Paquistão, Palau, Panamá, Papua-Nova Guiné, Paraguai, Peru, Filipinas, Polónia, Portugal, Catar, Roménia, Federação Russa, Ruanda, Samoa, São Marino, São Tomé e Príncipe, Arábia Saudita, Senegal, Sérvia, Seicheles, Serra Leoa, Singapura, República Eslovaca, Eslovénia, Ilhas Salomão, Somália, África do Sul, Espanha, Sri Lanka, São Cristóvão e Neves, Santa Lúcia, São Vicente e Granadinas, Sudão, Suriname, Essuatíni, Suécia, Suíça, Síria, Tajiquistão, Tanzânia, Tailândia, Timor-Leste, Togo, Tonga, Trindade e Tobago, Tunísia, Turquia, Turquemenistão, Uganda, Ucrânia, Emirados Árabes, Reino Unido, Uruguai, Uzbequistão, Vanuatu, Venezuela, Vietname, Iémen, Zâmbia, Zimbábue.

Andorra tornou-se o 190º membro em 16 de outubro de 2020

Não membros: Cuba, Liechtenstein, Mônaco e Coréia do Norte.



(c) EENI Global Business School (1995-2023)
Não usamos cookies
Topo da página

EENI: O Conhecimento leva à unidade, assim como a ignorância à diversidade