Marcus Garvey (Jamaica, pan-africanismo)

Escola de Negócios EENI & Universidade HA

Descrição da unidade curricular (EAD): O líder negro jamaicano Marcus Garvey (pan-africanismo)

O líder negro, músico e panafricanista Marcus Garvey nasceu em 1887 na Jamaica e morreu em 1949 no Reino Unido.

«Um povo ignorante do seu passado e da sua história é como uma árvore sem raízes... Sejam igualmente dignos de vossa raça como o foram vossos antepassados dos seus antepassados» Marcus Garvey

  1. A segregação racial na Jamaica. A África colonizada. A fundação da Libéria.
  2. Para os rastafári Marcus Garvey é um Profeta (O Moisés negro)
  3. Editor do jornal «O mundo negro» (Negro World)
  4. 1914: viagens para a Europa e a América Latina para conhecer «os meus amigos negros»
  5. 1916: viaja para os Estados Unidos, contactos com os movimentos de emancipação dos afro-americanos
  6. 1917: Funda a «Associação para Melhorar a Condição Universal Negra»
  7. Marcus Garvey é o autor do conceito «Voltar para a África» (Back to África), queria que os afro-americanos filhos dos escravos volvessem a África
  8. Religião: Marcus Garvey foi Católico (Cristiano) / Igreja ortodoxa africana

A unidade curricular «Marcus Garvey (Jamaica, pan-africanismo)» estuda-se nos seguintes programas de ensino superior à distância (EAD) da Escola de Negócios EENI & Universidade HA:
  1. Doutorados EaD: América, África, Ética, Religiões e Negócios
  2. Curso: Negócios no espaço económico ocidental
  3. Mestrado em Religiões e Negócios

Língua de estudo da unidade curricular: Ensino superior à distância em Português Estudar mestrado negócios internacionais em Francês Marcus Garvey Estudar mestrado comércio exterior em Inglês Marcus Garvey Mestrado negócios comércio EAD em Espanhol Marcus Garvey.





Tweter.png Tweet 
Envie para um amigo:

/ / Envie-nos um WhatsApp / Contactar Skype / Contato por telefone / Print /
Info EENI Voltar

Exemplo da unidade curricular (EAD): o Líder negro Marcus Garvey - pan-africanismo (tráfico negreiro)
Marcus Garvey pan-africanismo



(c) Escola de Negócios EENI & Universidade HA (1995-2019). Não usamos cookies.